Da história às tendências atuais, entenda de vez o que é marketing - Blog do Educamundo

 BLOG

Blog Educamundo

Cursos online e o mundo

o que é marketing
 Equipe Educamundo  01/11/2017
Da história às tendências atuais, entenda de vez o que é marketing

Dos conceitos tradicionais às tendências digitais, é fato afirmar que o marketing passa por uma série de evoluções – contexto que obriga os profissionais da área da comunicação, empreendedores e interessados a se atualizar e compreender o que é marketing perfeitamente.

São vários aspectos que tornam essa área abrangente e disposta em muitos ramos, do social ao político, do cultural ao ambiente interno das empresas. O foco na satisfação das necessidades das pessoas por meio de ideias, produtos e serviços é apenas um ponto que vale salientar. Neste artigo, apresentaremos um panorama completo com o histórico, dicas de marketing, teorias e cursos online relacionados a essa disciplina.

Além desse guia, você pode se especializar e até se certificar com o Curso Online Marketing, opção de qualidade oferecida pelo Educamundo. Esse curso online te ajuda a entender melhor todas as ramificações do marketing e como seguir carreira, além de servir como complemento à graduação e no estudo para concursos públicos.

Gostou? Então leia nosso artigo e desvende tudo sobre essa área. Ao final, conte suas impressões e não deixe de se aperfeiçoar com ótimos cursos a distância atestados por mais de 200 mil alunos.

O que é marketing?

Propaganda? Vendas? Conversão? Afinal, o que é marketing pra você? Como pode ser definido? Bom, não faltam conceitos para tentar explicar com clareza do que se trata essa disciplina. De modo básico, podemos conceituar como uma gestão dos mercados em que trocas e relações entre fornecedores e consumidores criam valor, satisfazem necessidades, geram lucro e reconhecimento – um ciclo que sempre se renova com novas tendências e estratégias de marketing inovadoras.

Identificar uma necessidade e criar uma oportunidade é outro ponto relacionado ao marketing que deixa seu entendimento ainda mais claro. No geral, pode ser voltado tanto para produtos e serviços quanto para organizações, ações e ideias, destacando algo que precisa ser conhecido, comprado, adquirido e aceito.

Já o marketing concept de forma empírica, pode ser objetivado por três fatores essenciais: fornecer e vender de modo mais efetivo que a concorrência; entender os desejos dos clientes e colocá-los acima dos bens e serviços; criar um relacionamento com o consumidor visando sua fidelização à marca. Juntos, esses três processos mostram que todo o planejamento de marketing está atingindo bons resultados e, para alcança-los, é crucial pensar em uma série de artifícios ligados ao comportamento do público, preço, pontos de venda e propaganda em diferentes canais – conhecidos como 4 Ps do marketing.

Essa é apenas uma abordagem básica para você se familiarizar com o tema. Ainda citaremos no artigo muitas informações que podem ajudar a esclarecer ainda mais os conceitos ligados à disciplina. Vale salientar também que um curso de marketing online é uma alternativa perfeita para se capacitar, assim como cursos online com certificado correlatos – seja do marketing ou de suas ramificações.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a mais de 1.200 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

História do marketing

Será que o marketing e toda a sua conjuntura se estabeleceu agora ou vem de muito tempo atrás? Conhecer sua história é um método fascinante e preliminar para se qualificar, além de perceber o quanto cresceu e passa por modificações constantes. Para facilitar seu aprendizado, separamos as informações globais de cada década e as tendências atuais – lembrando que no Curso Online Marketing há dados ainda mais completos.

Década de 1950 e 1960

Foi com a ascensão dos grandes veículos de mídia que o marketing tomou a forma que conhecemos atualmente, começando com o jornal até atingir o rádio e a TV, com uma relação de troca benéfica tanto para as empresas anunciantes quanto para os canais que se voltavam à grande massa.

Potencializado pela aceleração da economia, pelas inovações na administração e na comunicação, o marketing já começava a se adequar a cada tipo de mídia, porém ainda era totalmente voltado especificamente à promoção de produtos. Segundo Philip Kotler em seu livro Marketing 3.0, a estratégia principal era vender para o máximo de pessoas, por isso a TV era o canal mais visado. Embora os anúncios fossem caríssimos, rendiam muito lucro, justamente para aproveitar o encantamento da sociedade com esse veículo.

Por ser centrado no produto, nessas décadas surgiram grandes marcas que monopolizavam determinados mercados. A gigante Nestlé é um exemplo a ser citado, tanto que seu famoso "Leite Moça" se tornou tão popular que transpassou até o nome do produto – até hoje muitas pessoas ainda tem essa referência e falam a marca em vez de "leite condensado".

A baixa concorrência, a aposta em propagandas massivas e a liberdade de criação das agências publicitárias são alguns aspectos que contribuíram para esse status, mas que, obviamente, não perdurou por muito tempo. Com o crescimento da sociedade, o boom da industrialização e o surgimento de novas tendências, era preciso repensar o modo de fazer marketing. Sendo assim, nessa época os estudos se intensificaram em muitos lugares, sobretudo no Brasil, com a criação da disciplina de mercadologia no curso de Administração da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Década de 1970

A partir da década de 1970 surgiram os primeiros departamentos voltados à comunicação e marketing em grandes empresas, como a Coca Cola e a Pepsi, duas concorrentes que precisavam se estabelecer perante o público. Mais do que nunca era necessário pensar em bons planejamentos visando tanto a solidez da marca – para se tornar referência – quanto sua manutenção frente aos consumidores, baseados sobretudo no marketing de diferenciação.

O crescimento de lojas e shoppings foi importante para essa área, assim como a economia em ascensão de alguns países – como no Brasil – em que a indústria se beneficiava das estratégias de marketing para incentivar o consumo. Nesse contexto, organizações e governos começaram a perceber o papel positivo dessa área para persuadir e divulgar, o que abriu espaço para o estabelecimento de outras perspectivas de marketing: cultural, social, político, entre outros.

o que é marketing

Década de 1980

Em meados dos anos 1980 que o marketing passou a ser estudado por uma diversidade de especialistas no mundo inteiro. Foi nessa época também que as tendências começaram a se voltar para os consumidores – um início discreto do marketing 2.0, segundo Kotler.

Ambos cenários ascenderam devido à crise econômica em muitos lugares e à necessidade de sobrevivência no mundo corporativo, em que era fundamental buscar maneiras para se reinventar. Com o advento de vários gurus do marketing, empresas de todos os portes passaram a investir em técnicas mais apuradas pontuadas no relacionamento com os clientes – afinal, era melhor manter uma base fidelizada do que investir pesado em novas divulgações.

O consumidor também mudou seus hábitos e aprendeu a fazer escolhas, o que obrigou as marcas a se adequarem a esses comportamentos. Entre algumas características estavam a diferenciação frente à concorrência, o posicionamento do produto e da empresa, a tecnologia da informação e a preocupação com a retenção dos clientes.

Está impressionado com essa linha do tempo? Você ficará ainda mais animado ao estudar o curso de marketing online e outros cursos online de prestígio do Educamundo.

Década de 1990

A tecnologia, as novas formas de comunicação e as tendências inovadoras da administração impactaram diretamente nas estratégias de marketing e suas ferramentas. Os departamentos já contavam com sistemas informatizados e planejamentos mais estruturados com base em inúmeras variáveis. Além da ascensão da responsabilidade social empresarial (com o marketing social propriamente dito), foi nessa época que o marketing digital também começou a tomar forma. Já o consumidor começou a ser colocado como principal nos ciclos de divulgação e venda, tanto que surgiu a CRM (Customer Relationship Managment) – Gestão de Relacionamento com o Consumidor.

Os cursos de marketing também começaram a chamar atenção de muitas pessoas com o objetivo de atuar em corporações, organizações e nos seus próprios empreendimentos. Era o momento de adaptação às novas tendências, o foco em estratégias de marketing mais flexíveis e a atenção para os valores da empresa – de acordo com Kotler, o começo do Marketing 3.0.

Década de 2000

Nos anos 2000 a internet já era realidade, assim como o telefone celular e toda a revolução tecnológica que alterava ainda mais a rotina da sociedade. Além do estabelecimento do Marketing 3.0 (pontuado pela onda da conectividade, interatividade, valores funcionais e responsabilidade social), a ótica de toda a área de marketing se voltou à globalização e o envolvimento do público com a tecnologia.

Agora todas as estratégias de marketing deviam seguir caminhos bem estreitos, com uma análise profunda e o acompanhamento das novas mídias sociais, trabalhando suas abordagens para múltiplas plataformas. Mesmo com a chegada da internet, os comerciais de TV ainda permaneceram rentáveis, porém o público passou a ser bem específico, assim como no rádio e no jornal impresso.

As empresas também deviam adaptar seus departamentos e moldar-se aos hábitos dos consumidores, investindo no marketing digital e alterando totalmente setores como logística, recursos humanos, administração e comercial. A abertura das vendas pela internet, por exemplo, causou modificações que obrigaram muitas corporações a se reinventar – e, mais que isso, pensar nas tendências futuras.

Tendências atuais

Pois é, já era possível imaginar que com a internet viria uma série de mudanças que afetaria definitivamente todas as esferas sociais. Além de democrática, a conectividade conquistou ascensão rapidamente, trazendo à tona conexões em tempo real, smartphones modernos que "fazem tudo", redes sociais de interação direta e lojas virtuais dos mais variados nichos.

É interessante destacar também o surgimento do marketing de busca, a valorização do inbound marketing e todas as ferramentas do marketing digital, um ramo que se reinventa com total flexibilidade e agilidade. Em uma visão geral, o marketing se tornou altamente popular, presente na grade de muitas matérias, no conteúdo de cursos a distância e nas mais variadas vertentes – hoje em dia há marketing voltado para a valorização da imagem pessoal, para o esporte, para a gestão interna de empresa, entre muitas outras.

Impressionante, não acha? Com esse histórico dá para perceber o quanto a área de marketing é instigante e porque atrai muitos indivíduos. Por isso que para seguir carreira nessa área é imprescindível dominar todos os conceitos, buscando especialização com um bom curso de marketing online – estudando em casa com total autonomia, segurança, economia e praticidade.

Aproveite os cursos online com certificado do Educamundo e atualize seus conhecimentos. Há mais de 1200 opções preparadas por uma equipe pedagógica exclusiva. Escolha o curso online que mais te chama atenção para realizá-lo quando e onde quiser, seja pelo computador, tablet ou smartphone.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos mais de 1.200 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Gurus e grandes pensadores do marketing

Depois de definir o que é marketing e apresentar um panorama histórico, vamos destacar neste artigo a visão de alguns gurus e pensadores dessa área para você se encantar e ficar ainda mais disposto a aprender com nossos cursos online. Conheça os principais:

  • Philip Kotler: é o especialista mais renomado atualmente, com teorias presentes em praticamente todos os estudos direcionados ao marketing. Além de professor de grandes universidades estadunidenses, atuou em multinacionais como IBM e Bank of America como consultor de marketing estratégico e marketing internacional. Autor de mais de 50 livros e centenas de artigos, define o marketing como "uma função organizacional e conjunta de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e seu público interessado".
     
  • Seth Godin: um dos pioneiros a estudar as tendências do marketing digital, atuou na gigante Yahoo! e se especializou tanto em marketing quanto em administração, negócios e comunicação. Tem mais de 10 livros publicados e utilizados em larga escala em muitos cursos de diversas universidades. Além disso, possui um blog em que destaca dicas de marketing e uma série de assuntos interessantes.
     
  • Peter Drucker: um dos percussores nos estudos de temas como marketing, administração e economia, esse austríaco escreveu mais de 40 obras, das quais se destacam "A Nova Sociedade" e "A Teoria dos Negócios", referências utilizadas por muitos influenciadores e especialistas atuais.
     
  • Theodore Levitt: esse economista alemão é autor de um dos melhores materiais voltados ao marketing, cultuado por uma série de profissionais: "Miopia em Marketing". Professor da Universidade de Harvard, foi um dos primeiros a perceber e estabelecer a valorização ao consumidor nas estratégias de marketing das corporações. 
     
  • Stephen Brown: autor do livro "O Código do Marketing" e um dos principais influenciadores do assunto atualmente. Um dos grandes macetes de Brown é mostrar que o modo de fazer marketing é tão simples que pode até ser narrado em uma história convencional, com várias referências populares e midiáticas.

Em meio a tantas visões, conteúdos e dicas de marketing, em seus estudos nessa área você perceberá que muitos conceitos se renovam e trazem tendências inovadoras. Assim como todo o cenário da comunicação, o marketing necessita de profissionais interessados em aprender constantemente para dominar suas estratégias e promover mudanças realmente efetivas em seu campo de atuação. Topa o desafio? Comece se qualificando com os melhores cursos a distância do mercado.

Ao se inscrever no Educamundo você pode estudar tanto o Curso Online Marketing quanto o curso online que mais te chama atenção – há opções em mais de 20 áreas distintas. Seu acesso aos cursos do Pacote Master é integral e tem duração de um ano, para isso, basta investir uma taxa única de R$69,90 ao realizar sua matrícula.

Após esse processo rápido é só dar início a sua qualificação com os melhores cursos online com certificado sem se preocupar com mensalidades. Gostou? Inscreva-se agora e, se tiver alguma dúvida, deixe um recado pra gente. Aproveite e conte suas impressões sobre o artigo e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais. Boa sorte e até breve.

Data Modificação  14/11/2017
Colunista

Equipe Educamundo

 

.

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

Use seu smartphone para ler este codigo.

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r