O reforço escolar é uma etapa essencial no aprendizado de qualquer estudante, e não somente a quem não consegue acompanhar o ritmo de aprendizagem da turma. O reforço escolar ajuda o estudante a compreender tópicos que não entendeu e a melhorar seu desempenho escolar.

Independente de sua dedicação, estrutura e demais fatores, crianças e adolescentes sempre terão dificuldades em algumas matérias. Muitas vezes, apenas o que é abordado nas aulas regulares não é suficiente para um aprendizado orgânico, levando a necessidade do reforço escolar, método que pode ser extremamente eficiente em muitos casos, mas ainda é subestimado. Sanar as principais dúvidas a respeito de uma matéria ou conteúdo em que o aluno não consegue entender é o principal objetivo da aula de reforço, que exige também um ótimo preparo dos educadores, afinal, a metodologia precisa ser instigante, interativa e divertida.

Felizmente, muitos cursos online podem ajudar os professores e demais interessados neste objetivo. Um exemplo é o Curso Online A Importância do Reforço Escolar, um dos cursos EAD mais acessados do Educamundo, que aborda a capacidade de melhorar a aprendizagem dos alunos e outros assuntos relacionados.

Com base nesse manual fundamental para um estudo avançado, indicado para esse público que deseja conhecer e saber detalhes do reforço escolar, bem como os profissionais que visam se qualificar sobre o assunto, preparamos este artigo para tirar algumas dúvidas gerais e te inspirar a respeito de uma pauta tão necessária. Acompanhe.

Por que o reforço escolar é essencial?

Para muitas crianças e adolescentes, falar em aulas de reforço pode parecer um terror. Só de pensar em ter que passar mais tempo em sala tendo que aprender determinado conteúdo parece pouco interessante, sobretudo de uma matéria que não gosta muito. Esse pensamento, porém, precisa ser mudado para que os objetivos desse método sejam realmente alcançados.

Por isso, a meta preliminar de todo gestor escolar, professor e pai que quer ver o filho/aluno com o desenvolvimento aprimorado e com boas notas é acabar com a crença de que o reforço escolar é chato, cansativo e maçante. Nesse caso, as metodologias e as abordagens precisam ser alteradas para não caírem na monotonia e levarem à baixa aceitação.

Mas, na prática, o que seria esse tal de reforço escolar? Bom, na essência e de acordo com propostas do Ministério da Educação, trata-se de um tempo de aula além do ensino regular. Pode ocorrer em determinados dias da semana e em horários variados, geralmente por uma hora, ministrando uma disciplina que ainda gera muitas dúvidas e os alunos têm mais dificuldade, como a matemática, por exemplo. Em muitos casos, apenas as aulas tradicionais não são suficientes, logo, é necessário um reforço direcionando, sanando questões específicas e problemáticas convencionais. 

Vale deixar claro que a defasagem na assimilação do conteúdo, como é tratada por muitos especialistas, é o que mais contribui para a necessidade das aulas particulares e adaptadas fora da metologia convencional. As pessoas são diferentes, vêm de ambientes distintos e não têm as mesmas oportunidades, logo, é natural que um indivíduo passe por dificuldades em determinada matéria que é facilmente dominada por outro. Isso é comum para jovens das mais diversas condições.

Sendo assim, o papel do professor – com apoio da coordenação escolar - é saber identificar esses impedimentos e ajudar os alunos nessa situação a incrementar seu conhecimento na hora do reforço, tendo contato com um ambiente mais livre e interessante para que se sintam à vontade em aprender, e não pressionados. Um educador de excelência precisa, antes de tudo, entender que o aluno precisa ser instigado sempre, contando com metodologias que realmente prendam sua atenção. Não à toa que a proposta de muitas aulas de reforço é a formação de grupos específicos em que todos têm praticamente as mesmas questões e dúvidas.

Aprender matemática, por exemplo, é a meta de muitos jovens que, desde a educação infantil, não conseguem compreender as complicações de tantas fórmulas. Logo, uma sala específica para aplicação dessa matéria pode ser muito proveitosa, já que todos têm a necessidade de entendê-la para se dar bem nas provas, trabalhos e similares. É baseado nisso que muitas escolas segmentam a aula de reforço para que seja mais estimulante.

Mas, por outro lado, de nada adianta se o educador não está preparado para lidar com uma sala que está cheia de dúvidas para serem esclarecidas. É por isso que o reforço escolar é um desafio para muitos professores, logo, se preparar é uma opção primordial. Tanto com o Curso Online A Importância do Reforço Escolar quanto com outros cursos online com certificado, é possível se qualificar e atualizar sobre tudo o que pertinente à área, essencial tanto para a formação própria quanto a de diversas pessoas.

Pense que, se há a possibilidade de oferecer um ensino mais específico e essencial aos alunos fora das aulas padrão, por que não torna-lo mais instigante, para que eles se sintam cada vez mais motivados a frequentar e aprender? Assim, há ganhos para todos, e é exatamente essa a proposta dos cursos EAD ligados à Educação do Educamundo: deixar os professores mais engajados, ir além do convencional e mostrar que estão sempre prontos para fazer a diferença.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Reforço escolar é obrigatório?

De certo modo, sim. Embora o Ministério da Educação não tenha um decreto específico que obrigue todas as escolas a programar aulas de reforço para os alunos defasados, há uma série de programas, campanhas e avaliações que fazem desse método essencial para as instituições.

Desde 2007, a rede pública de ensino de todo país é avaliada por meio do Ideb, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, que mede a qualidade do aprendizado nacional e estabelece metas para melhoria do ensino. É nele que se dá a aplicação da Prova Brasil e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Paralelo a isso, existem as avaliações próprias de cada estado. Em São Paulo, por exemplo, o mais conhecido é o Saresp, Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, que tem objetivos similares ao do Ideb.

Com a necessidade de apresentar resultados excelentes nessas provas, muitas instituições precisam que todos os alunos estejam prontos e possam dominar os assuntos abordados, para alcançarem as metas estabelecidas pelo programa. Logo, torna-se primordial criar e gerenciar uma aula de reforço para aqueles que mais necessitam, garantindo um nível similar para toda a sala.

Vale dizer também que, por meio do Programa Novo Mais Educação, esse ano o MEC vai disponibilizar mais de R$ 400 milhões para ajudar as escolas interessadas a aderirem ao reforço de aulas de português e matemática. A verba é destinada para as instituições mais problemáticas, em regiões vulneráveis e que têm os piores índices educacionais, auxiliando sobretudo no pagamento das horas extras dos professores.

Com novos objetivos para tornar a educação brasileira mais eficiente, outra perspectiva do MEC é favorecer o ensino integral no ensino médio, bem como promover uma reformulação total nesse conceito, com o polêmico novo ensino médio, que é alvo de muitas discussões atualmente. Em todo caso, o ministério, mesmo que na teoria, ainda tenta cumprir seu papel estimulando as escolas a tornar o reforço escolar uma prática comum e necessária. Sabemos que ainda há muita burocracia e que não é tão fácil quanto parece, mas, aos poucos, muitas instituições podem obter resultados incríveis.

O ideal é que todos os profissionais envolvidos nesse ramo estejam dispostos a promover o reforço escolar e outras táticas para deixar o ensino mais orgânico e eficaz para os alunos. Por isso, quem está na área pedagógica pode recorrer a cursos online informativos sobre o tema, como o Curso Online Coordenação e Orientação Escolar, um guia essencial para melhorar o trabalho e todas as metodologias necessárias para tornar o ambiente otimizado e competente.

Esse é um dos cursos à distância que deixam professores, coordenadores e diretores qualificados e prontos para atuar em um ramo que têm diversos desafios e deve estar sempre organizado e impecável para um ótimo ensino, fatos que ajudam a mudar muitas vidas, formar cidadãos engajados, prontos para o mercado de trabalho e qualquer outro obstáculo da vida.

A importância do reforço escolar: saiba mais sobre esse método essencial

Como tornar as aulas mais divertidas?

Embora pareça simples, a principal adversidade para muitos educadores é como fazer para tornar o reforço escolar mais instigante e deixar as aulas mais divertidas. Como já dissemos, o desinteresse é uma das barreiras que fazem desse método pouco chamativo para muitos estudantes, que não desejam passar um tempo a mais na escola tendo uma aula chata e pouco produtiva. É por isso que, desde a educação infantil, passando pelo ensino fundamental e médio, são necessárias algumas estratégias para garantir o cumprimento dessas aulas particulares, melhorar o aprendizado de todos e fazer com que a escola em questão alcance ótimos resultados.

Além dos cursos online com certificado que mencionamos, recomendados tanto para incrementar o currículo dos professores quanto para mostrar sistemas atualizados sobre a pauta, há muitas atividades interessantes que ajudam nessa meta. A primeira delas é entrar literalmente no ambiente dos alunos. Ou seja, é importante instigá-los com metodologias mais divertidas e interessantes, e não ''encher a lousa'' de matéria, explicar de modo geral e querer apenas que eles corram atrás do prejuízo. Desse jeito, o reforço acabará sendo cada vez mais desestimulante. 

Quem quer aprender matemática, por exemplo, dificilmente vai se interessar pelas fórmulas abordadas da mesma maneira, dispostas na lousa como algo simples de se resolver. Para chegar à solução, é necessário focar no contexto completo, indo desde o início de um cálculo para que, assim, evolua para recursos mais complexos. Se a pessoa tem dificuldade em multiplicar, obviamente se sentirá perdida ao dar de cara com uma equação, não acha? O mesmo vale para todas as matérias.

Como português e matemática são vistas pelos especialistas do MEC como primordiais, sempre terão preferência nas aulas de reforço. E é com esse foco que escolas do país inteiro estão mudando suas metodologias. Na cidade de Joinville, em Santa Catarina, por exemplo, uma professora usa jogos como complemento do reforço escolar. São cruzadinhas, bingo, quebra-cabeças e muitas opções que ajudam na assimilação do conteúdo, melhoram a defasagem escolar e até a autoestima dos alunos, afinal, entender algo que é dificultoso é sempre uma conquista para muitos jovens.

É nesse ponto que diversificar o ensino torna-se essencial para todas as instituições. Um ensino atraente, com base em materiais pedagógicos excelentes, sempre ajudará e estimulará muitos alunos. Nesse ponto podemos citar tanto a informática educativa quanto brincadeiras de recreação, recursos da educação inclusiva e tudo que é pertinente à criatividade e ao pensar. Lembre-se que, quanto mais cedo uma criança começa a ter contato com esses recursos, mais fácil será seu aprendizado, o que contribui fortemente para sua formação pessoal e profissional. Já para os educadores, torna-se uma missão sublime que gera também diversos ganhos.

Quem trabalha nessa área sabe o quanto é inspiradora e emocionante. Tanto por isso, nossa proposta é ajuda-los a romper barreiras e propor as melhores alternativas para qualificação, como os cursos EAD que podem ser feitos em diversas cargas horárias, quando acharem conveniente, em um ambiente virtual impecável e que certifica de maneira prática e muito eficaz. Fazer cursos à distância é uma ótima opção para ir além do convencional e mostrar que se é um profissional relevante e pronto para qualquer desafio, um verdadeiro modelo para os alunos e colegas da área.

Como os pais podem ajudar?

Mas não são apenas os educadores que devem se preocupar com o reforço escolar. Obviamente, os pais devem participar (e muito) desse conceito e, assim, ajudarem os filhos de diversas formas, afinal, é algo essencial para sua educação. Nesse caso, o estímulo é fundamental.

Um pai que não cobra do filho bons resultados já está pecando em não se engajar nessa pauta. Se não há esse momento/questionamento, é claro que a criança/adolescente se sentirá vulnerável e desinteressada em frequentar uma aula de reforço. Essa cobrança, porém, deve ser feita como uma orientação e conversa, entendendo e mostrando a ele o quanto é importante estudar e dominar um assunto que tem dificuldade.

Assim como as aulas particulares, recurso usado por muitas famílias, o reforço escolar pode ser muito proveitoso pela experiência em aprender em grupo, compartilhar momentos com os colegas e se sentir mais próximo do professor. A principal questão é tornar esse método livre, sem amarras, mostrando sua importância e as diversas vantagens que proporciona.

Sendo assim, ao aprender matemática, por exemplo, os pais podem ajudar estabelecendo metas ou simplesmente acompanhando a evolução do filho na matéria. O estímulo se dá quando há uma recompensa ou, em muitos casos, apenas um elogio já é necessário para que ele se sinta mais seguro em aprender. E isso vale para todos. Ser empático e favorecer as qualidades em vez de apontar defeitos é essencial para a autoestima do jovem e para garantir que ele esteja cada vez mais disposto a desbravar e compreender novos conteúdos.

É por isso que o Curso Online A Importância do Reforço Escolar serve para os pais e responsáveis também. O entendimento completo dessa metodologia e tudo que a permeia tornam-se essenciais e sempre agrega, pois tudo que possa auxiliar é sempre bem-vindo. Portanto, todos podem recorrer aos cursos à distância para ficar por dentro dessa e de diversas áreas. Conhecimento nunca é demais, e aprender por meio dos cursos EAD é melhor ainda.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Atualização é primordial para um reforço escolar eficiente

Tenha sempre em mente:

  • Os alunos só têm a ganhar com aulas de reforço escolar, seja um projeto da própria escola seja com professor particular. Portanto, se você é educador e tem intenção de saber como dar aula de reforço escolar de forma atrativa e eficiente, deve aperfeiçoar suas habilidades com cursos sobre o tema.
  • Independentemente de você dar aula de reforço escolar online ou presencial, a qualificação nessa temática é fator determinante para o sucesso de sua empreitada.
  • Devido à importância do reforço escolar em qualquer altura da vida escolar, quem tem espírito empreendedor pode investir em uma escola de reforço e criar mais uma forma de ajudar alunos em seu aprendizado.

A eficiência no reforço escolar se dá pela capacitação tanto dos profissionais da área da educação quanto os pais e demais envolvidos nesse ramo. Portanto, todos precisam de atualização para tornar esse sistema cada vez mais otimizado e pertinente. O Educamundo conta com os melhores cursos online com certificado na área da Educação e diversos setores, que qualificam diversas pessoas e já foram testados por mais de 200 mil alunos. Para se ter ideia, são mais de 1200 opções variadas e que podem ser estudadas em carga horária de 5 a 360 horas.

Para fazer parte desse universo e ter à sua disposição os melhores cursos online do mercado, é só se inscrever, investindo um valor único de R$ 69,90 que garante seu acesso por um ano a um ambiente virtual moderno e versátil, com materiais atualizados que podem ser acessados a hora que você quiser, tanto pelo desktop quanto pelo smartphone. Uma proposta irresistível, não é?

Então, matricule-se agora e não deixe de dizer o que achou do artigo. Além disso, vale a pena compartilhar e dar uma olhada nos outros conteúdos. Até mais!