Curso de cartografia: introdução e noções básicas para qualificação - Blog do Educamundo

 BLOG

Blog Educamundo

Cursos online e o mundo

o que é cartografia
 Equipe Educamundo  09/08/2017
Curso de cartografia: introdução e noções básicas para qualificação

Você sabia que a cartografia está presente em grande parte de suas ações diárias? Essa área parece muito complexa e direcionada apenas aos especialistas, mas pode ter certeza que seus referentes são essenciais para praticamente todas as áreas. Dos mapas feitos à mão aos sistemas tecnológicos atuais, a necessidade de realizar um curso de cartografia é interessante para alunos de engenharia, topografia, arquitetura, geografia, sociologia, só para citar algumas.

Além disso, noções básicas de cartografia são essenciais para professores, atuantes em meio ambiente e agricultura, entre outros indivíduos que desejam aprender as características desse campo e usá-los no cotidiano. É por isso que a especialização com o Curso Online Introdução à Cartografia, do Educamundo, é bastante válida. Por meio de módulos completos e estruturados, os alunos entendem o que é cartografia e ficam a par de todos seus aspectos.

Cursos online são propostas práticas, modernas e flexíveis que conquistam milhões de pessoas. Vale a pena investir nos cursos a distância e contar com todos os seus benefícios para dar um upgrade em sua formação, se destacar em seu ramo de atuação ou para ampliar seus conhecimentos nesse e em infinitos assuntos. Interessante, não é? Então, leia nosso artigo e fique ainda mais impressionado. 

Curso de cartografia: introdução, definições e especialização

Introdução à cartografia

A representação geométrica simplificada, plana e convencional de toda a superfície terrestre. É assim que o manual oficial do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) define a cartografia. Seja através de mapas e cartas disponíveis em meios físicos e digitais, podemos entender essa ciência como o padrão fundamental de orientação e localização em todo o espaço.

Partindo para uma abrangência maior, a cartografia refere-se também às operações artísticas, científicas e técnicas relacionadas aos mapas – da sua produção à documentação, do estudo à execução de projeto. Por meio de diversas representações gráficas, há ganhos tanto para a organização espacial, a localização – como já dissemos -, a comunicação e a utilização para áreas variadas.

Consultar um mapa, por exemplo, é algo corriqueiro para muitas pessoas. Quem não tem o aplicativo do Google Maps instalado em seu smartphone para procurar o nome de uma rua, um bairro, uma cidade, e até para ficar "viajando" para lugares distantes usando as ferramentas do programa? Essa é uma inovação que veio para revolucionar os conceitos mais tradicionais da cartografia, embora os meios físicos estejam longe de acabar. Há espaço para o gráfico e o digital.

Geometria, astronomia, geodésia, topografia, engenharia: todas essas áreas tem estreita relação com a cartografia. A compreensão dos mapas e suas características foram e são essenciais para a construção da humanidade, tanto que o primeiro mapa surgiu antes da escrita, com o intuito tanto de orientação espacial quanto para o reconhecimento de fenômenos, meios físicos (rios, montanhas, etc.), para transporte, noção e defesa de território, entre muitas outras finalidades.

Hoje em dia, ter noções básicas de cartografia ajuda em estudos socioambientais, educacionais, de saúde, ou seja, aspectos relevantes para quantificar e qualificar dados referentes a adversidades e transformações em uma cidade, estado, país, etc. Quando o IBGE decide fazer uma pesquisa, por exemplo, considera diversos conceitos dessa ciência, do início ao fim do estudo. Assim, pode chegar a números efetivos, meios simplificados e informações precisas.

Para entender melhor o que é cartografia e sua aplicação, existe uma divisão básica dessa área:

  • Ramo topográfico: é responsável pelos detalhes planialtimétricos, ou seja, os aspectos naturais e artificiais de uma área tomada de uma superfície planetária. Nesse campo, analisam-se as altitudes através de curvas de nível, as noções de distância, as direções e os detalhes precisamente localizados com grau de precisão compatível à escala.
     
  • Ramo temático: chamado também de mapeamento temático, inclui a representação das informações geográficas referentes a um ou vários fenômenos físicos ou sociais do planeta ou de uma parte dele. É o ramo da introdução à cartografia ligado as variadas áreas do conhecimento (econômicas, agrícolas, industriais, geológicas, demográficas, etc.) para estudos, avaliações e pesquisas.

Independente do ramo, toda representação cartográfica é feita em documentos. Além dos populares mapas, há outras opções: globo terrestre, cartas, plantas, croquis, atlas, maquete e fotografias aéreas – todos com destaque em nosso curso online de cartografia.

Agora que já está mais claro o que é cartografia e sua utilização em nosso dia a dia, vamos apresentar dois conceitos essenciais a essa área: as cartas e os mapas. A importância desses documentos é abrangente e efetiva, por isso é bom contar com boas fontes descritivas, como o Curso Online Introdução à Cartografia e outros cursos a distância adicionais que também agregam conhecimentos.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a mais de 850 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Classificação das Cartas

O que é uma carta? Foi a partir desse termo que surgiu o nome cartografia, em meados dos anos dos anos 1830, em Portugal. Segundo o IBGE, uma carta cartográfica é "a representação no plano, em escala média ou grande, dos aspectos artificiais e naturais de uma área tomada de uma superfície planetária, subdividida em folhas delimitadas por linhas convencionais - paralelos e meridianos - com a finalidade de possibilitar a avaliação de pormenores, com grau de precisão compatível com a escala".

Sendo assim, a carta é uma representação plana em escala média ou grande, desdobrada em folhas articuladas de modo sistemático, para a avaliação de pontos, direções, distâncias, entre outros recursos. Tem grande relação com o ramo topográfico e não é a mesma coisa que mapa e planta, embora haja essa confusão: uma carta revela aspectos mais matemáticos (como paralelos e meridianos) de áreas grandiosas, bem como acidentes naturais e artificiais. Os exemplos mais comuns são cartas náuticas, aeronáuticas e topográficas.

Para ficar claro, a diferença de carta, mapa e planta se dá pela escala de representação. De acordo com o Departamento de Cartografia da UNESP, o mapa tem escala pequena, a carta geralmente escala média e a planta possui escala grande. Já a semelhança entre esses documentos cartográficos é quanto à representação por traço. Ah, e em muitos casos a carta e o mapa estão juntos, um complementando as informações do outro.

Dá para fazer uma distinção? Quem pretende seguir carreira em um campo que faça uso desses recursos – como engenharia e mapeamento -, precisa ter noções básicas de cartografia tanto ao realizar uma avaliação quanto no trabalho diário. Cursos online respectivos são boas alternativas de capacitação e atualização, para ficar a par de todas as mudanças e inovações e, assim, se destacar em sua formação.

Os mapas segundo seus objetivos

Chegamos a parte fundamental de nossa introdução à cartografia. Os mapas, seus tipos e objetivos são formados por uma série de parâmetros e variáveis. Lembra-se que nas aulas de geografia sempre havia um mapa para preencher, colorir e interpretar? Geralmente estavam em livros e revelavam muitas nuances referentes tanto ao Brasil quanto ao mundo todo – os populares mapas políticos.

Pois bem, a área de mapas (diferente de outras representações, como as cartas), dispõe de classificações bem específicas e diversificadas. Vamos lista-las para fortalecer suas noções básicas de cartografia.

Elementos principais de um mapa

  • Título: informação a respeito dos fenômenos apresentados no mapa.
     
  • Legenda: chamada também de convenção cartográfica, mostra o significado dos símbolos utilizados no documento.
     
  • Coordenadas geográficas: a localização de todos os pontos apresentados.
     
  • Escala: usada para calcular as distâncias de acordo com as medidas reveladas.
     
  • Orientação: a indicação propriamente dita.

curso de cartografia

Classificação dos mapas

  • Mapa Geral: é aquele apresentado para a população em geral, com todos os dados a respeito de uma região e seus detalhes. O mapa do Brasil detalhado com sua posição no continente, seus estados, cidades principais, rios, montanhas e demais aspectos é um exemplo claro. Geralmente, um mapa geral está disposto em repartições ligadas à Administração Pública, entre outros estabelecimentos.
     
  • Mapa Especial: representa fatos e dados mais aprofundados, ligados a fenômenos típicos e direcionados a um objetivo, seja um estudo, análise técnica, orientação específica. Podemos citar, nesse caso, um mapa náutico.
     
  • Mapa Temático: parte integrante do ramo temático da cartografia, o mapa temático revela dados qualitativos e quantitativos de algum fenômeno geográfico, geológico, econômico, para citar alguns. Tem sempre uma simbologia variada e pretende comunicar e/ou chegar a um objetivo.

Os mapas temáticos se dispõem em classes segundo a figura cartográfica (cartogramas e cartodiagramas), escala (mapas detalhados, regionais, de conjunto) e conteúdo (analíticos ou sintéticos). Com tantos parâmetros, dá para perceber porque é necessário contar com boas fontes, como um curso de cartografia de excelência. Que tal realizar um curso online para aprender todos os conceitos dessa ciência? 

Tenha em mente: "mapa é a representação no plano, normalmente em escala pequena, dos aspectos geográficos, naturais, culturais e artificiais de uma área tomada na superfície de uma Figura planetária, delimitada por elementos físicos, político-administrativos, destinada aos mais variados usos, temáticos, culturais e ilustrativos".

A definição é descrita pelo IBGE e comum em questões de simulados para agentes desse órgão, sabia? Pretende conquistar uma dessas vagas prestando concursos públicos? Aprimore-se com os cursos online com certificado, renove seus conhecimentos e, caso necessário, use o comprovante na prova de títulos.

Semiologia Gráfica e Comunicação Cartográfica

Uma linguagem visual universal: é assim que a cartografia é definida pelo francês Fernand Joly, autor do livro "A Cartografia". Sua visão revela que todos os símbolos correspondentes de um documento cartográfico são facilmente compreendidos em diferentes cantos do mundo. A percepção feita pelo campo visual é semelhante para praticamente todas as pessoas, mesmo que estejam em lugares distintos.

Para se ter ideia, a comunicação cartográfica apresentada pelo especialista mostra que é possível compreender suas propriedades apenas com a análise dos símbolos, entendendo as regras e identificando muitos conceitos de forma racional. Em tese, mesmo que você não viva e nunca tenha ido à Rússia, por exemplo, ao ver um mapa do país poderá interpretá-lo de acordo com seus gráficos, com a noção básica de relevo, hidrografia, disposição das cidades, entre outros.

Essa visão que suplementa a comunicação verbal sempre esteve disposta nos documentos cartográficos. Lembra quando dissemos que os mapas surgiram antes mesmo da escrita? Pois é, apenas com simbologia foi possível às primeiras civilizações determinar sua orientação e localização no espaço em que viviam, bem como os pontos de referência – uma montanha, uma caverna, um rio, uma árvore.

É claro que, com a evolução e a definição da cartografia, vários conceitos foram tomando forma e tornaram objeto de estudo dessa e de diversas ciências. A semiologia gráfica, por exemplo, despontou a partir da década de 60 na França e chegou aqui por volta dos anos 80, embasada na "construção de mapas e gráficos a partir de uma gramática que se apoia na percepção visual. Quando estas construções obedecem as regras da gramática gráfica, a visualização é imediata e a construção gráfica deixa de ser uma simples ilustração", revela um artigo da Universidade Estadual de Londrina.

Seus professores do ensino fundamental e médio apresentavam mapas, o globo terrestre e outros materiais nas aulas de geografia ou sociologia como complemento da matéria? Em caso positivo, saiba que eles estavam aproveitando essa simbologia para fortalecer e facilitar seu aprendizado. Nesse ponto, o mapa não é simplesmente um desenho, e sim um documento interpretativo que leva a inúmeros estudos e análises. 

Se para a educação básica já tem extrema importância, imagine o quanto a um curso de cartografia contribui para o trabalho dos cartógrafos, engenheiros cartográficos, topógrafos, analistas sociais, entre outros diversos profissionais? Não é à toa que o campo de trabalho está sempre aquecido e revela boas vagas (grande parte delas disponíveis em concursos públicos) para a área cartográfica em si, de mapeamento comum e temático e atividades gerais.

É nesse contexto que destacamos a necessidade de qualificação tanto na introdução à cartografia quanto ficar a par de conceitos mais complexos. Isso vale tanto para os atuantes na área quanto educadores e demais interessados. Cursos online com certificado são a chave para se capacitar, atualizar e aperfeiçoar no assunto. Realizar um curso online é a solução para quem precisa de conteúdos qualitativos a sua disposição, para estudar com total flexibilidade, autonomia, conforto e segurança.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos mais de 850 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Capacitação

Quem pretende ficar por dentro de tudo que se refere à cartografia e precisa se especializar nessa ciência deve começar a fortalecer seus estudos com bons materiais e conteúdos primorosos. Tanto no Curso Online Introdução à Cartografia quanto em cursos online com certificado complementares do Educamundo, com certeza os alunos terão uma visão mais ampla, detalhada e aprofundada da área.

Nosso portal conta com mais de 800 cursos a distância preparados por uma equipe pedagógica dedicada. Os conteúdos são atualizados e estão dispostos em um ambiente virtual de aprendizagem moderno e dinâmico. Além disso, ao fazer um curso online no Educamundo, você tem a opção de certificação em cargas horárias de 5 a 360 horas.

Contar com todas essas vantagens é fácil. Basta seguir o exemplo de mais de 200 mil alunos e fazer sua matrícula. O investimento é de de apenas R$ 69,90. A partir daí, você tem acesso a todos os cursos online do Pacote Master durante um ano para aprender bastante e, se for seu desejo, conseguir uma certificação para agregar ao currículo, para prova de títulos em concursos públicos, em atividades complementares na faculdade, progressão de carreira e demais objetivos.

Gostou? Inscreva-se agora e comece a estudar já. Se tiver dúvidas, deixe um comentário no artigo e não se esqueça de compartilha-lo com seus amigos. Até mais.

Data Modificação  07/08/2017
Colunista

Equipe Educamundo

 

.

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

Use seu smartphone para ler este codigo.

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r