Progressão de carreira é o nome dado a uma passagem do servidor público para o cargo imediatamente superior dentro da classe ou categoria atual de sua Carreira Funcional.

Ser promovido na empresa é o sonho de muitos funcionários, porém, é difícil ter a certeza de que isso realmente vai acontecer. Não existe fórmula mágica, mas unir atitudes a habilidades certas pode ajudar nesse processo. Garantir uma formação profissional de qualidade e apresentar maturidade, criatividade, entre outras características positivas serão de grande valia para conseguir a tão esperada promoção de carreira.

Uma dica excelente para quem deseja crescer profissionalmente é se adiantar frente a outros candidatos. Entre dezenas de opções, os cursos online estão entre as melhores, pois oferecem praticidade, modernidade e eficiência. Aqui no Educamundo, por exemplo, você encontra cursos a distância voltados para mais de 20 áreas de atuação e são reconhecidos no mercado pelos retornos positivos que têm trazido aos alunos.

Com cursos EAD, você obtém conhecimentos que agregam a sua formação e isso, sem dúvidas, é importantíssimo para uma progressão funcional. Mas é preciso saber que essa fase da vida profissional envolve muitos outros fatores que pedem a sua atenção. Por ser tão desejada, a promoção é cercada por mitos, e é sobre eles que vamos falar neste artigo. Acompanhe.

Promoção de carreira: os mitos que lhe impedem de consegui-la

Muita gente deseja atingir um cargo superior na empresa onde trabalha ou ao realizar processos seletivos. De acordo com uma pesquisa da consultoria global Korn Ferry realizada com 1.200 trabalhadores, cerca de 63% deles desejam ser promovidos. Isso se dá por que, na maioria das vezes, essa nova oportunidade é sinônimo de um salário melhor, benefícios mais vantajosos e uma responsabilidade ainda maior, ou seja, você terá mais poder de decisão, influência, etc.

Tanto empresas privadas quanto públicas podem oferecer plano de carreira para seus funcionários, desde que tenham cargos que, por lei, permitam essa ascensão. Segundo Paulo Modesto, professor de Direito Administrativo da UFBA, os conhecidos "cargos de carreira" são aqueles que "admitem evolução funcional vertical, que são agrupados e escalonados em classes, por possuírem denominação, atribuições e exigirem qualificação profissional e habilidades específicas afins".

No caso de servidores públicos, esse fator é determinado ainda no edital do concurso realizado. Nele, os candidatos poderão visualizar se há expressa a qualidade dos cargos oferecidos, incluindo se existe a possibilidade de progressão de carreira. Vale saber que, para os magistrados, a promoção é permitida, podendo ocorrer horizontalmente - mudança de áreas - ou verticalmente - subir de cargo na mesma área. Agora no caso de empresas privadas, dependerá da política de cada uma delas, que deve estar à disposição para todos os funcionários.

Ser reconhecido nesses dois casos não é uma tarefa fácil. O mercado de trabalho atual exige muito esforço e qualificação, e se você busca uma progressão funcional, deve aprender como agir e no que investir para se dar bem nesse âmbito. Selecionamos oito falácias muito comuns que permeiam as estratégias para alcançar uma promoção de carreira. Fique atento e anote as dicas.

Cursos relacionados que podem te interessar:

1 - Seu lugar está garantido, pois todos gostam de você

Esse é um dos maiores mitos que cerca o mundo corporativo. É muito bom trabalhar em um ambiente onde todos gostam da gente e nos respeitam, mas isso não basta para receber uma promoção no trabalho. Pensar que seu chefe vai lembrar de você por ser alguém agradável, simpático e divertido é um engano. Portanto, se o seu intuito é chamar a atenção pelo seu jeito de ser, recomendamos você a repensar.

Pouco adianta ser um profissional amigável se não mantém o trabalho em dia. É preciso ser um colaborador presente, entregar projetos dentro do prazo, ajudar a solucionar problemas, saber trabalhar em equipe, dar opiniões construtivas, entre muitas outras atitudes que só melhoram o seu status dentro da organização. Além disso, mesmo sendo a "miss" ou o "mister" simpatia no trabalho, o currículo profissional também não pode ser deixado de lado nunca. Para conseguir mais reconhecimento, você deve estar em constante aprendizado, aproveitando saberes adquiridos em palestras, treinamentos, congressos e cursos online com certificado. É muito legal que todos gostem de você, mas é melhor ainda que todos gostem do seu trabalho.

2 - É preciso concordar com tudo

Outra ideia que precisa ser desmitificada é a do profissional que abaixa a cabeça para qualquer decisão. É claro que a hierarquia dentro da empresa deve ser respeitada, no entanto, você não precisa concordar com tudo o que é dito por seus superiores. Em uma reunião sobre o planejamento estratégico para um determinado cliente, por exemplo, são definidas algumas regras de atendimento, mas você não concorda. Em vez de engolir a seco, você pode muito bem dar a sua opinião a respeito do combinado, sempre com educação, calma e mostrando o seu ponto de vista. Quem sabe a sua ideia não é melhor do que a inicial?

Mesmo se seu chefe não concordar, ele verá em você espírito de liderança e autoconfiança, características essenciais para profissionais que querem se estabelecer em uma empresa e subir de cargo. Explanamos um pouco sobre essa atitude em nosso artigo sobre marketing pessoal, que traz um conteúdo interessante acerca de ferramentas e cursos online para atingir o sucesso no trabalho. Outra dica para quem já tentou ter "voz" dentro do ambiente corporativo, mas não conseguiu, é o curso online Assédio Moral no trabalho, que aborda os direitos e deveres dos trabalhadores nas relações de trabalho.

3 - Faça muitas horas extras

Não, não caia nessa cilada. Se você está acostumado em ver seu colega de setor fazendo várias horas extras por dia, não vá pensando que isso é algo determinante para conseguir uma progressão de carreira. É certo que muitas empresas valorizam funcionários que "vestem a camisa", mas sacrificar a vida pessoal e os estudos para beneficiar somente o trabalho não vai te fazer um profissional completo. Na verdade, é muito possível que você fique bastante cansado e não consiga render o quanto esperava durante o horário normal de expediente. E isso se tornará uma enorme bola de neve.

Além disso, quem precisa realizar muitas horas extras pode chamar a atenção de seus superiores de forma negativa. Isso por que eles podem pensar que você não está dando conta do trabalho durante o dia (por inúmeros motivos) e precisa compensar além do horário - seria um índice de falta de produtividade e foco. Portanto, trace uma meta e aprenda a administrar melhor seu tempo para realizar todas as atividades pertinentes a seu cargo dentro do período convencional. Caso precise, em dias pré-determinados, suas horas extras serão muito bem vindas.

4 - O que importa é o dinheiro

"Aumentando o salário, tudo bem". Esse pensamento atinge muitos profissionais diante de uma possível promoção no trabalho. No entanto, apesar da remuneração ser um peso importante na balança, ela pode não ser crucial para a sua ascensão na carreira. Para entender melhor, você deve imaginar a sua vida profissional como algo que precisa agregar valores, preferências, aptidões e contar, claro, com um mercado estável. Tudo isso trará boas consequências, incluindo um salário compatível com a sua função, se tudo estiver em harmonia. Mas se esses quesitos estiverem defasados, por exemplo, se você não estiver preparado para assumir o cargo oferecido ou não se identificar em nada com ele, o salário atrativo não durará por muito tempo.

Portanto, o que deve importar primeiramente, são as funções que você exercerá no cargo proposto. Na hora de se candidatar para uma progressão de carreira, seja honesto consigo mesmo. Analise se o seu currículo está à altura e se você pode obter mais qualificações para exercer melhor o seu trabalho. Nesse caso, a realização de cursos online com certificado surge como uma ótima alternativa, pois eles conferem capacitação de qualidade para diferentes áreas, com conteúdos primordiais para aperfeiçoar profissionais, estagiários e interessados.

cursos online promoção de carreira

5 - Puxe o saco de seus superiores

Outro erro muito comum no universo profissional é assumir o posto de "puxa saco" dos líderes da empresa. Muitos ainda pensam que é necessário tentar ser o "braço direito" do chefe ou colocá-lo em um "pedestal" para conseguir regalias dentro da organização. Há profissionais que elogiam as ideias, os projetos, as correções e até mesmo a roupa ou o corte de cabelo de seu superior. Os motivos para fazer isso são diversos, entre eles: benefícios como folgas, o aval para chegar atrasado ou sair mais cedo; despertar a inveja de colegas; conseguir ser melhor aceito; e até mesmo ser promovido.

Não vamos mentir: há muitos chefes que gostam de ser bajulados. No entanto, fazer isso com o intuito de ser beneficiado na corporação não é espontâneo. Essa atitude pode causar desconforto em seus superiores e colegas e, além disso, não é garantia nenhuma de que lhe trará mais chances de promoção.

6 - Faça valer o seu QI

Sabe o famoso QI ("quem indica")? Ele não funciona para profissionais que não demonstram competência. Apesar de muito importante para pessoas de quaisquer áreas, estabelecer um bom networking deve ser visto como um só caminho entre vários a serem seguidos. Mesmo que você consiga uma promoção de carreira por que foi indicado por um amigo, se não souber exercer suas funções com excelência não vai conseguir se manter nesse posto por muito tempo. 

O QI era muito valorizado antigamente, quando os gestores permaneciam no mesmo cargo por muitos anos e tomavam decisões a portas fechadas. Hoje, com uma fiscalização maior nas empresas e um conhecimento mais abrangente dos funcionários acerca de seus direitos, as escolhas são mais baseadas em resultados, e não em preferências pessoais. "Mudanças como as determinações de RH em colegiados, em que o gestor não decide sozinho sobre uma promoção, ajudam a minimizar o impacto da politicagem", diz Josué Bressane, sócio da recrutadora Falconi Gente. Por isso é importante ser, acima de tudo, um profissional competente. Sendo indicado ou não, garanta capacitações aprofundadas sobre sua área de atuação em cursos a distância para saber lidar com diferentes situações e a trabalhar com sistemas diversos.

7 - O plano de carreira da empresa já basta

Muitas empresas oferecem a seus funcionários um plano de carreira. Isso sugere que o colaborador que seguir as normas estabelecidas e tiver seu trabalho reconhecido dentro de um período, poderá concorrer a vagas superiores à atual. Cada instituição determina suas regras para esse processo seletivo interno, porém, a existência dele não deve ser parâmetro para profissionais que queiram alavancar a carreira. Mas por quê?

Bom, muitas dessas avaliações para conseguir uma vaga melhor dentro da empresa são democráticas e aceitam a candidatura de quaisquer funcionários de determinados setores. Entretanto, tal vaga só será atingível para funcionários qualificados, que conseguirem boas notas e que se destacarem ao longo de uma jornada. Por isso, não basta haver um plano de carreira na política da empresa. Ele deve ser aproveitado juntamente com a busca por posturas valorizadas e novos conhecimentos em cursos EAD, workshops, entre outros. Lembre-se: você é o administrador de sua vida profissional.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

8 - Estude em faculdades renomadas

Por incrível que pareça, esse é um dos mitos da progressão de carreira. Hoje em dia, sem dúvidas, uma formação profissional de qualidade é primordial para garantir os cargos desejados. O engano está na realização de faculdades "renomadas", que são conhecidas por serem tradicionais e antigas. Foi-se o tempo em que as empresas analisavam somente o nome da instituição estudada pelo aluno. Agora, elas querem conferir se os candidatos estão aptos para as funções solicitadas, se sabem manter relações interpessoais e colocar tudo o que aprenderam em prática da melhor forma possível. Além disso, o mercado está em busca de profissionais que estão sempre em busca de atualização.

Portanto, além de realizar curso superior ou tecnólogo, quem deseja ser promovido deve prezar pelo aperfeiçoamento de seu currículo. Atualmente, há cursos a distância, por exemplo, responsáveis por elevar o nível profissional de muitas pessoas. Aqui no Educamundo, os cursos online são requisitados por trabalhadores de diversas áreas de atuação. Caso seja o seu desejo, eles podem gerar certificados de acordo com a carga horária que necessitar, entre 5 até 360 horas. Desta forma, você poderá apresentar inúmeros motivos para que a empresa lhe dê uma promoção. Que tal?

Qualifique-se e consiga a tão sonhada promoção

Viu quantos mitos cerceiam a progressão funcional? Esta lista só demonstra que o sucesso profissional só se torna possível quando buscamos meios certos de alcançá-lo, com muita determinação e trabalho. Por isso, não deixe para depois, faça a diferença obtendo conhecimentos abrangentes sobre a sua área em cursos EAD. Aqui no portal você encontra mais de 1200 cursos online com certificado para você se destacar, e a melhor notícia é que é possível realizar todos os cursos que desejar por um valor de investimento inigualável: apenas R$69,90. Uma excelente oportunidade de crescimento.

É provavel que você não saiba:

  • O que significa progressão funcional? A progressão funcional é quando o servidor que exerce um mesmo cargo tem aumento remuneratório sem a mudança do cargo/função, devido a uma especialização ou outro fator que a justifique.
  • O que é a progressão horizontal? A progressão funcional horizontal é aquela em que o servidor permanece na mesma classe (função, categoria, hierarquia), ao contrário da vertical, também chamada de promoção.
  • Como funciona a progressão de carreira? De modo geral, o servidor público possui uma progressão automática na carreira, a cada período de tempo. Ele não necessariamente ocupará uma função diferente, mas terá um aumento salárial, normalmente em virtude de tempo de serviço. No entanto, esta progressão tem requisitos e avaliação de desempenho no trabalho.
  • Como funciona a progressão de carreira de um agente penitenciario? A Progressão de Carreira dos Agentes Penitenciários está prevista na Lei nº 13.327/16 e o plano está disponível no Anexo XIV e seguintes, tratando desde o vencimento básico, classes e formas de progressão.

Esperamos que tenha gostado do artigo. Qualquer dúvida que tiver, deixe um comentário, que nós responderemos o mais breve possível. Boa sorte em sua carreira e até mais!