Tudo sobre Radiologia: história, leis + curso para ser um bom auxiliar - Blog do Educamundo

 BLOG

Blog Educamundo

Cursos online e o mundo

o que é radiologia
 Equipe Educamundo  13/12/2017
Tudo sobre Radiologia: história, leis + curso para ser um bom auxiliar

O avanço da medicina diagnóstica impulsiona uma série de carreiras ligadas à área da saúde. O ramo de auxiliar de radiologia, por exemplo, possui uma alta demanda por conta da necessidade de exames cada vez mais precisos. Quem visa seguir uma área valorizada no atual mercado e com grandes chances de crescimento pode considerar um bom curso de auxiliar de radiologia para sua formação mais completa. Buscar novos conhecimentos é sempre válido, afinal, as empresas têm optado por profissionais com habilidades plurais e que comprovem suas qualificações.

Uma boa chance de estudo é o Curso Online Auxiliar de Radiologia, aqui do Educamundo. Ele foi elaborado por um setor pedagógico exclusivo a fim de acompanhar o ritmo acelerado com que tal segmento evolui. Com conteúdos abrangentes, este curso online mostra tudo sobre radiologia sob uma visão ampla, porém bem aprofundada. Os alunos têm a chance de saber o que é radiologia, de fato, quais as áreas de atuação, as técnicas mais modernas, os conceitos prioritários, entre outros temas relacionados.

Preparamos um artigo completo para lhe mostrar como um curso de radiologia a distância pode elevar suas expectativas profissionais. Confira do começo ao fim para desvendar os passos da radiologia médica e demais setores de aplicação. 

Breve história da Radiologia

Um dos primeiros tópicos abordados por nosso curso de auxiliar de radiologia é sobre a história dessa ciência e da profissão de um modo geral. A descoberta do raio-x se deu acidentalmente no século 19. O físico alemão, Wilhelm Conrad Röntgen, percebeu que um tubo de raios catódicos juntamente com um papelão preto coberto com platinocianeto de bário poderiam resultar em imagens semelhantes aos filmes fotográficos. Fascinado, fez inúmeros testes até conseguir radiografar perfeitamente os ossos da mão de sua esposa.

A partir de suas pesquisas, em 1895, Röntgen constatou que os raios x:

  1. Transpassam corpos opacos à luz.
  2. Provocam fluorescência em determinados materiais.
  3. São invisíveis.
  4. Não são resistentes à ação química.
  5. Não podem ser refletidos, nem ser focalizados por lentes.
  6. São originados do ponto de impacto dos raios catódicos no vidro do tubo de gás.
  7. Propagam-se em linha reta.

No mesmo ano em que o alemão divulgou todas essas descobertas, vários laboratórios começaram a investir em equipamentos para produzir esses novos tipos de raios. A primeira radiografia dental, inclusive, foi feita por um médico alemão pouco tempo depois. Foram cerca de 25 minutos de exposição para obter os resultados - hoje, esse tempo é de apenas alguns segundos, dependendo do exame odontológico. 

De tão transformadoras não só para a radiologia médica e odontológica, mas também para as áreas de engenharia, metalurgia, meio ambiente, entre outras, tais pesquisas renderam ao físico nada menos que o Prêmio Nobel de Física, em 1901.

A radiologia é uma ciência que possui mais de 100 anos de história e ainda permanece altamente necessária para a sociedade do mundo todo. Por essas e outras que indicamos uma análise geral em cursos a distância de qualidade. Neles, você fica expert sobre o que é radiologia, os principais conceitos históricos e como as técnicas se evoluíram com o passar do tempo.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a mais de 1.200 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Radiologia no Brasil

No Brasil, a radiologia passou a dominar a área de diagnósticos de doenças nos anos 20. Os primeiros operadores de radiografias eram estudantes de medicina ou simplesmente auxiliares de médicos já atuantes no país. Eles eram enviados à Europa para aprender todas as técnicas e, ao retornarem, tinham recursos para aplicá-las em consultórios e laboratórios, além de ensinar demais pessoas. 

Com a chegada dos aparelhos radiológicos e, com eles, a possibilidade de poder ver os pacientes por dentro, médicos do Brasil inteiro começaram a se interessar e a equipar seus estabelecimentos. Todos queriam operar essa nova tecnologia e oferecer serviços cada vez mais modernos.

Essa verdadeira "febre radiológica" em solo brasileiro ajudou bastante nos diagnósticos de tuberculose na década de 30. À época, a doença era considerada mortal, principalmente pela falta de exames que expunham resultados precisos sobre o estágio dos pacientes. Com isso, um médico brasileiro, Manuel Dias de Abreu, descobriu que o tórax podia ser examinado através do raio-x, o que facilitou a descoberta e o tratamento não só da tuberculose, mas de inúmeras doenças pulmonares.

Pouco a pouco foi-se percebendo que a radiologia era muito mais complexa e, por isso, precisava ser estudada mais a fundo. Assim, o governo brasileiro e autoridades ligadas à medicina reivindicaram a criação de um curso de radiologia para o ensino superior. Desta forma, não seria mais preciso ir ao exterior aprender conceitos e práticas, até porque já havia um corpo de profissionais capacitados para ensinar os brasileiros.

A história da radiologia no Brasil é abordada em cursos online com certificado e é importantíssima para qualquer pessoa que tenha interesse em seguir tal carreira. Além de ser uma bagagem de conhecimento essencial, é uma temática sempre presente em concursos públicos. Repense aprender mais em cursos a distância de excelência como o que oferecemos aqui no Educamundo para se dar bem nos futuros certames.

Lei de proteção ao radiologista

Para atuar com segurança, o técnico e o auxiliar de radiologia precisam seguir os parâmetros legais do exercício da profissão. Por manterem contato frequente com radiação, estes profissionais não podem se submeter a uma exposição muito alta, o que pode ocasionar doenças e síndromes com o passar do tempo. 

Segundo o Conter (Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia), durante o primeiro curso tecnológico brasileiro, no Hospital das Clínicas de São Paulo, foi promulgada a Lei 1.234, que "confere direitos e vantagens a servidores que operam com Raios X e substâncias radioativas". Esta foi a primeira legislação referente à ocupação de radiologista e seus auxiliares, recebendo o nome de “lei de proteção ao radiologista”.

As primeiras disposições desta lei, considerada a mais importante entre o segmento, definem o tempo de trabalho, os descansos remunerados obrigatórios e o adicional por insalubridade que é de direito destes profissionais:

  1. Regime máximo de vinte e quatro horas semanais de trabalho;
  2. Férias de vinte dias, consecutivos, por semestre de atividade profissional, não acumulável;
  3. Gratificação adicional correspondente a 40% (quarenta por cento) do vencimento.

Bons cursos online com certificado garantem aulas específicas sobre as legislações vigentes acerca dessa ocupação e seus atuantes. É importante saber que não basta saber tudo sobre radiologia, se ainda não há o conhecimento claro sobre as leis que determinam seus direitos, deveres e demais cuidados. Afinal, quando se trata de radiação e substâncias químicas, há precauções que não podem ser deixadas de lado.

auxiliar de radiologia

Áreas de atuação do auxiliar de radiologia

No início do artigo explanamos que a área que mais se beneficia com as técnicas de radiografia é a da saúde. Realmente, este é o segmento que dá mais oportunidades para quem deseja ser auxiliar de radiologia e que evolui constantemente com o intuito de fazer diagnósticos cada vez mais rigorosos e seguros. Todavia, há muitos outros campos que esses profissionais podem atuar, conheça os principais:

Medicina

radiologia médica é a mais requisitada entre aqueles que desejam seguir essa carreira. Essa área consiste em visualizar e analisar imagens de órgãos internos do corpo humano ou de animais, por meio de ressonâncias magnéticas, e de ossos e seus ligamentos, por meio de raios-x. É um dos principais exames solicitados na hora de diagnosticar enfermidades, patologias ou demais problemas de saúde, e por isso exerce uma função de extrema importância para a medicina, tanto humana quanto veterinária.

Os profissionais com este tipo de especialização poderão trabalhar em clínicas médicas, laboratórios de medicina diagnóstica e hospitais. Além destes locais, há também a possibilidade de ingressar no ramo de radiologia forense, que faz parte da Medicina Legal, para auxiliar na resolução de crimes, acidentes e até mesmo na identificação de vítimas em desastres naturais, por exemplo.

O curso online que disponibilizamos aqui no portal perpassa por diversos conteúdos ligados à radiologia médica. Além dele, o Educamundo também dispõe de outras opções de cursos online para capacitação, atualização e aperfeiçoamento de estudantes ou profissionais do setor de saúde. Podemos citar o curso sobre Noções sobre Biomedicina‍, por exemplo, voltado para uma área que possui inúmeras atribuições inerentes ao radiologistas.

Já quem deseja seguir o caminho da Medicina Legal, Perícia Criminal e nichos correlatos, também podem aproveitar toda a fluência dos cursos a distância aqui do portal para conquistar uma boa colocação em concursos públicos ou até progredir internamente. Para ajudar nesse processo de estudos, temos Curso Online Introdução à Criminalística‍, super completo e embasado em materiais renomados.

Industrial 

Pouca gente sabe que o auxiliar de radiologia também pode atuar fora de estabelecimentos de saúde. Quando se trata de radiologia industrial, outra vertente dessa ciência, o profissional tem as portas abertas para trabalhar em aeroportos, portos, hidrelétricas, petrolíferas, metalúrgicas, entre muitas outras indústrias espalhadas pelo Brasil.

Nesse ramo, o auxiliar será o responsável pela gestão e o controle de qualidade e segurança de produtos e serviços diversos. Selecionamos dois dos segmentos mais receptivos para esse profissional para você conhecer e procurar abranger conhecimentos em cursos online.

  • Engenharia: ajuda a identificar possíveis falhas em aeronaves e navios; rastrear tubulações e estruturas em construções diversas; controlar a qualidade de peças automotivas, metalúrgicas, de construção civil, etc; encontrar poços de petróleo; manter e eficiência de usinas hidrelétricas, entre muitas outras funções. Um curso de radiologia a distância que pode agregar valor ao currículo, juntamente com outras opções, como o de Instrumentação e Automação Industrial, perfeito para quem quer seguir essa área.
  • Indústria farmacêutica e alimentícia: estes são dois nichos diferentes, contudo, o auxiliar de radiologia irá atuar de forma semelhante em ambos. Eles trabalham lado a lado com químicos, físicos, engenheiros de alimentos, entre outros profissionais destas áreas, auxiliando-os na detecção de microorganismos nocivos, além da esterilização de remédios, alimentos e/ou cosméticos. Para compreender mais sobre esse setor, nada melhor do que um curso online que ensine as noções essenciais da Vigilância Sanitária, órgão que dispõe as leis cabíveis tanto para a indústria farmacêutica quanto alimentícia.

Além de entender o que é radiologia e seus fundamentos, é imprescindível conhecer suas principais aplicações no mercado de trabalho. Isso ajuda na hora de se especializar e buscar cursos online com certificado que sejam mais pertinentes. 

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos mais de 1.200 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Processamento radiográfico

Hoje em dia já há laboratórios e demais estabelecimentos que realizam os processamentos radiográficos de forma digital, contudo, essa tecnologia ainda é cara e precisa de profissionais treinados. Sendo assim, os preparos químicos para revelação de raio-x ainda são super valorizados no mercado, o que impõe que todos os estudantes e atuantes da área saibam como seguir todas as etapas de forma correta e segura.

Chamamos de processamento radiográfico a sequência de eventos que são adotados para revelar as imagens contidas nos filmes. É imprescindível que este trabalho seja feito dentro de câmaras escuras, pois se os filmes forem expostos à luz, sensibilizam os cristais de prata e estragam a foto obtida. A luz dentro dessas salas deve ser vermelha para que o procedimento dê certo por completo.

A imagem latente no filme irá se transformar em uma imagem visível após esses dois processos:

Revelação

O primeiro passo é a revelação da imagem. A hidroquinona é a substância que faz a imagem aparecer no filme detalhadamente, mas além dela, a solução presente neste tanque inicial conta com fenidiona, que ajuda a formar a imagem; o sulfito de sódio, que evita que o material se oxide; carbonato de potássio, que é um ativador; benzotriazol, um restringente; glutaraldeído, endurece a emulsão; alcalinizante, mantém o pH; e por fim, água.

O filme é banhado nessa solução para revelar a imagem latente. Depois, ele é lavado em água por 20 minutos para remover todos os resíduos da solução. Isso é feito, pois o revelador é básico e o agente fixador, que veremos a seguir, é ácido - a água ajuda a neutralizar o filme.

Fixação

Os cristais de prata não sensibilizados pela primeira emulsão serão removidos na etapa da fixação. Assim, as partes brancas ou transparentes da imagem ficarão visíveis. A  composição da solução fixadora é tiossulfato de amônia, que remove os cristais de prata; sulfito de sódio, um preservativo; cloreto de alumínio, que é endurecedor; e ácido acético, um acidificante.

Quando os procedimentos não são feitos corretamente, seja por conta de um material de baixa qualidade, pelo tempo de exposição inferior ou superior ou pela falta de alguma etapa, as películas ganham colorações diferentes e podem ficar marrons com o tempo.

Para não passar aperto na hora de revelar ou fixar, indicamos o estudo em um curso de radiologia a distância que ofereça conteúdos detalhados. Além de dispor de materiais completos, essa opção de capacitação facilita muito a vida de quem precisa estudar e trabalhar, mas ainda assim quer se qualificar para ser um profissional mais eficiente.

Aposte em cursos online para ser um auxiliar de radiologia de sucesso

Tentamos explorar aqui neste artigo, um pouco sobre o que é radiologia e suas principais vertentes. Porém, para descobrir tudo sobre radiologia, só mesmo em cursos online voltados para o aperfeiçoamento integral de estudantes, profissionais e demais interessados.

Se você deseja dar um passo à frente na vida profissional, cogite ingressar em um ou mais cursos a distância sobre sua área de atuação. Faça sua inscrição aqui no Educamundo e garanta o acesso a todos os cursos do Pacote Master investindo uma taxa única de R$69,90. São mais de 1200 opções para você aprender durante um ano inteiro, o que acha?

Não perca essa oportunidade de se dar bem na carreira, faça já um curso de auxiliar de radiologia e continue estudando para se diferenciar. Dê suas impressões sobre nosso artigo e, caso tenha dúvidas, deixe um comentário logo baixo. Até uma próxima!

Data Modificação  10/11/2017
Colunista

Equipe Educamundo

 

.

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

Use seu smartphone para ler este codigo.

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r