O mundo ideal é aquele em que todos devem ter noções básicas de primeiros socorros. Afinal, a qualquer momento pode ser preciso ajudar alguém e, inclusive, evitar que algo pior aconteça. 

Situações de emergência não avisam, por isso é bom sempre saber como agir em casos de necessidade. E olha que não falamos em acidentes graves, nada disso. Também é preciso saber o que fazer em casos de queimadura, picadas de animais peçonhentos, torções etc.  

Para que você tenha uma ideia da importância de ter esse conhecimento, vamos citar ao longo deste post várias situações em que saber os procedimentos corretos fazem toda a diferença. Continue lendo e aproveite nosso conteúdo! 

Primeiros socorros para profissionais do serviço público 

Antes de entrarmos nos tópicos relacionados às noções de primeiros socorros, vamos reforçar a importância de um curso desse tema para servidores públicos da saúde. Esses são todos aqueles que trabalham em postos ou centros de saúde, no SAMU, em hospitais, ambulatórios e todos os lugares de atenção à saúde. 

Não podemos esquecer também do servidor público que atua na educação. Professores, aliás, agora são obrigados a ter um curso de primeiros socorros.  

Atento às necessidades desses públicos, o Educamundo disponibiliza dois ótimos cursos: Curso Online Primeiros Socorros e o Curso Online Lei Lucas. Ambos têm a assinatura de um profissional do Corpo de Bombeiros, conforme exige a legislação.  

Veja a partir de agora alguns pontos abordados nesses cursos. 

Situações de emergência: o que fazer? 

Conheça algumas das situações de emergência mais comuns e veja quais ações imediatas elas pedem.  

Mal súbito 

O mal súbito é uma parada cardíaca. Acontece de repente e levar a óbito instantaneamente ou após alguns sinais se manifestarem. Quanto mais rápido for o socorro, maiores as chances de o paciente se salvar.  

O que pode ser feito: 

  1. Manter a calma 

  1. Pedir para que alguém acione o SAMU (192) 

  1. Pedir que alguém consiga um desfibrilador 

  1. Iniciar as compressões torácicas (ver infográfico abaixo) 

  1. Quando chegar o desfibrilador, o utilize conforme indicações, até que o SAMU chegue 

Compressão torácica 

Veja no infográfico como fazer compressões torácicas: 

Acidentes domésticos 

Neste tópico são abordadas formas de como socorrer uma pessoa em caso de um acidente doméstico: se pode mexer em uma fratura ou se precisa imobilizar o membro etc.  

Veja algumas dicas de primeiros socorros para 5 dos acidentes domésticos mais comuns 

1. Queimaduras 

Estas podem ocorrer por contato com fogo ou água fervente ou por muita exposição ao sol. Muitas vezes são queimaduras fáceis de tratar, pois não afetam as camadas mais profundas, como a queimadura de primeiro grau. Já outros casos, classificados como segundo e terceiro graus, são bem mais graves e pedem ações diferentes, veja: 

  • queimaduras de primeiro grau: 

    • a região queimada deve receber água fria por 10/15 minutos; 

    • durante as primeiras 24 horas o local também pode ser resfriado com um pano umedecido em água fria (sempre retirado quando aquecer); 

    • não passar pomadas no local, nem mesmo as que o conhecimento popular indica, como manteiga ou óleo; 

    • se criar bolhas, não as estourar. 

  • queimaduras de segundo grau: 

    • a região queimada deve receber água fria por 10/15 minutos e depois lavado com sabão de pH neutro (sem esfregar); 

    • a região deve ser coberta com uma gaze molhada (água ou vaselina) durante as primeiras 48 horas; 

    • não furar as bolhas (e se essas forem muito grandes ou se a pele estiver com um aspecto muito feio, procurar ajuda médica. 

  • queimaduras de terceiro grau: 

    • chamar imediatamente o SAMU (192) ou levar o ferido até uma emergência; 

    • esfriar o local com soro fisiológico ou água (em uma gaze) até que chegue a ajuda especializada; 

    • não colocar nenhum tipo de produto na queimadura.  

2. Intoxicação ou envenenamento 

Bastante frequente em crianças, a intoxicação acontece normalmente pela ingestão de produtos de limpeza ou medicação. A primeira coisa que se deve fazer é chamar ajuda, ligando no 192 e tentar identificar o que foi ingerido. Enquanto isso, manter a vítima calma.  

3. Engasgo e asfixia 

O engasgamento pode provocar asfixia. Ocorre de forma mais frequente quando a vítima engole objetos pequenos. Os procedimentos nesse caso: 

  • bater no meio das costas da vítima por 5 vezes, com a mão aberta e em um movimento rápido de baixo para cima; 

  • fazer a manobra de Heimlich se continuar o engasgamento. Neste caso, a vítima deve ser segurada por trás, com os braços em volta de seu tronco e, com o punho cerrado, deve ser feita pressão na boca do estômago.  

  • chamar ajuda médica tão logo os procedimentos sejam feitos e se note que não houve resultado.  

4. Picada de animais peçonhentos 

Animais peçonhentos são os que produzem veneno e que conseguem injetá-lo em suas presas.  

São exemplos de animais peçonhentos: serpentes, aranhas, escorpiões, abelhas, águas-vivas e outros.  

Em picadas de aranha e escorpiões, por exemplo, os procedimentos são: 

  • lavar o local da picada; 

  • usar compressas mornas no local; 

  • procurar ajuda de profissionais; 

  • se possível, levar o animal para identificação.  

Recomenda-se também que não seja feito: 

  • torniquete ou qualquer outro tipo de amarração;  

  • que não seja aplicado nenhum tipo de substância; 

  • que o local não seja abafado por curativos; 

  • Que não seja cortado nem perfurado o local da picada.   

5. Fraturas 

Trata-se de uma quebra de osso causada por uma pancada muito forte. Em alguns casos,é uma fratura fechada. Já em outros, o osso atravessa a pele, o que é chamado de fratura exposta.  

O que fazer:  

  • em casos de fratura exposta, cobrir o local com um pano limpo e buscar ajuda imediata; 

  • em casos de fraturas fechadas: 

    • também pedir ajuda médica, mas enquanto isso, manter a vítima aquecida e tranquila; 

    • verificar se não há interrupção da circulação sanguínea; 

    • imobilizar a articulação ou osso com a ajuda de uma tala; 

  • manter o local machucado mais elevado que o resto do corpo; 

  • usar bolsa de gel ou compressa de gelo para diminuir o inchaço. 

Atenção: não movimentar a vítima até que o local afetado seja mobilizado e nem alimentá-la (nem mesmo dar água). 

Abaixo está o link para o e-book Guia de Primeiros Socorros: conheça 10 técnicas incríveis e simples que podem salvar uma vida. Aproveite seu conteúdo! 

E-book Primeiros Socorros
 

O SAMU 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU deve ser acionado em casos de acidentes graves. O número do serviço é o 192 (número gratuito para telefones fixos e móveis). 

Assim que for feita a ligação, os primeiros procedimentos são orientados por telefone e, caso seja necessário, uma ambulância é acionada.  

Esperamos que tenha gostado do post! Você pode começar estudar agora mesmo com nossos cursos de primeiros socorros, basta fazer sua matrícula.   

Por apenas R$ 69,90 você assina nosso Pacote Master, que tem mais de 1.200 cursos online. Sua matrícula tem vigência de um ano e você pode fazer quantos cursos quiser e se certificar caso queira (esse processo é opcional).  

Venha você também para o portal que é referência nacional em cursos online com certificado

Compartilhe nosso post e comente! Até o próximo!