Curso Online Obesidade Infantil: conhecendo e enfrentando o problema - Blog do Educamundo

 BLOG

Blog Educamundo

Cursos online e o mundo

obesidade infantil no Brasil
 Equipe Educamundo  12/05/2017
Curso Online Obesidade Infantil: conhecendo e enfrentando o problema

Você sabia que a obesidade infantil alcançou índices alarmantes em vários países nos últimos anos e que o Brasil é um deles? Esse aumento dos índices coloca o problema como um desafio sério e que precisa ser combatido urgentemente. Conhecer o problema, as causas, os efeitos e as complicações, assim como as formas de combatê-lo é obrigação e dever do poder público, por meio dos órgãos competentes e de quem atua diretamente com os pequenos, como creches e escolas, e dos pais. 

Cursos online sobre o assunto são uma das ferramentas de apoio à prevenção desse problema. O Curso Online Obesidade Infantil aborda todo o conteúdo relacionado a esse distúrbio que afeta as crianças. O curso também conscientiza sobre a gravidade do assunto e prepara pessoas para serem agentes colaborativos no cuidado com as crianças.

Esse tema deixou de figurar somente em casos de bullying, infelizmente muito comum com crianças e adolescentes que não têm o peso ideal e que estão acima do peso. O tema agora figura também em estatísticas - e em campanhas e projetos de órgãos ligado à saúde e ao bem-estar de crianças e jovens. Felizmente esses órgãos trabalham arduamente para amenizar e diminuir o problema. 

A obesidade infantil no Brasil (e também no mundo todo) deve ser tratada com muita seriedade. Quanto mais informações se obter, mais fácil fica de encarar a doença e de ter elementos que sirvam como ajuda, como dicas sobre nutrição infantil.  Adotar uma alimentação infantil baseada em uma boa educação alimentar evita os riscos de saúde que a criança e o adolescente podem vir a sofrer. Tudo isso é trabalhado em cursos a distância, embasados por dados, estatísticas e informações concretas sobre como identificar, diagnosticar, tratar e principalmente prevenir a obesidade em crianças e adolescentes. Esteja ciente de que não estamos falando de um probleminha qualquer, de que não adianta apenas uma dieta para emagrecer, principalmente porque a obesidade infantil não vem sozinha, ela pode causar outras doenças, como vamos ver mais à frente.

Obesidade infantil: dados e estatísticas

Para que tenha uma ideia do quão alarmante é a situação atual, e o aumento de casos nos últimos anos, vamos lhe dar um panorama em números. 

  • Organização Mundial da Saúde: a OMS alertou em um relatório intitulado “Ending Childhood Obesity” (Pelo Fim da Obesidade Infantil), de 2016,  que, no mundo, aproximadamente 41 milhões de crianças menores de cinco anos estão com excesso de peso (obesidade ou sobrepeso). O mesmo documento traz também os seguintes - e impressionantes - números: nas duas últimas décadas (mais precisamente nos últimos 25 anos) o número de crianças com sobrepeso passou de 31 milhões para os 41 milhões já citados - o que representa um aumento de 4,8% para 6,1% da população infantil. Segundo o relatório, a incidência maior de sobrepeso em crianças e adolescentes é em países de média e baixa renda. 

  • Organização das Nações Unidas: sabe aquele número grande que citamos ali em cima e que certamente você verá quando fizer o Curso Online Obesidade Infantil? Pois é, a ONU “arredondou” para 42 milhões e foi bem além: disse que na próxima década esse número pode aumentar para 70 milhões. Essa informação foi publicada em janeiro de 2016. 

  • Sobre o panorama no país,  a ONU aponta o relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que alerta para o aumento da obesidade infantil no Brasil: 7,3% das crianças com menos de cinco anos estão acima do peso, sendo as mais afetadas as meninas, 7,7%. As informações foram dadas pela ONU em janeiro deste ano. 

  • Ministério da Saúde do Governo Federal: de acordo com o Ministério, a proporção de crianças brasileiras que apresentam excesso de peso é de uma em cada três, considerando meninos e meninas entre cinco e nove anos. Entre os adolescentes, a incidência de sobrepeso é de 8,4%. 

De acordo com os dados informados, começa já nos primeiros anos de vida a ingestão de alimentos ultraprocessados, uma das causas do problema: 40,5% menores de cinco anos consomem refrigerantes frequentemente e 60,8% de menores de dois anos comem bolachas recheadas.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

As causas da obesidade em crianças e adolescentes os riscos para a saúde

Mudanças nos hábitos alimentares nos últimos anos nos últimos anos causaram esse crescente aumento nos índices de obesidade infantil no Brasil

Principais causas da obesidade:

  • Urbanização, crescimento econômico e mudança nos padrões de consumo: de acordo com o relatório da FAO e da OPAS, esses são alguns dos fatores que causaram um crescente aumento da obesidade. O relatório aponta para o fato de se ter deixado de consumir pratos tradicionais, trocando-os por alimentos ultraprocessados, com qualidade nutricional baixa;

  • Publicidade pesada de comidas não saudáveis e com forte apelo às crianças;

  • Falta de atividade física, causada principalmente pelo tempo que as crianças e adolescentes gastam utilizando aparelhos eletrônicos, levando uma vida sedentária;

  • A obesidade é um transtorno alimentar e também pode ser causada por doenças endócrinas ou desequilíbrio hormonal. Outro transtorno alimentar que pode causar a obesidade é a compulsão alimentar.

Um curso de transtornos alimentares trata bem a fundo essas últimas causas citadas, assim como os outros transtornos: anorexia e bulimia. Cursos EAD têm tratado os vários aspectos de cuidados com a saúde e têm dado um ótimo embasamento a quem quer adquirir conhecimentos na área.

Há, além das já elencadas, duas outras causas, que estão ainda em pesquisas preliminares nos Estados Unidos, que se realmente forem associadas como possíveis causadoras de obesidade infantil, são mais dois pontos a serem atacados:

  • A obesidade do filho pode estar relacionada ao estresse dos pais;

  • Asma ou o medicamento da asma podem estar relacionados à obesidade em crianças.

Como dissemos, ainda não há nada concreto sobre as pesquisas. Apesar de ser um novo fator, a pesquisa que relaciona a asma às causas de excesso de peso já tem uma conclusão preliminar: a de que crianças com asma podem ter um alto risco de obesidade. Já com relação ao medicamento utilizado, aparentemente ele reduz esse risco, independente de atividades físicas. Esse estudo foi feito durante 10 anos e as crianças eram avaliadas anualmente.

Riscos para a saúde de crianças e adolescentes

O excesso de peso ou sobrepeso podem trazer algumas complicações às crianças e jovens, que podem acompanhá-los até a vida adulta.

Diabetes

De acordo com a Federação Internacional de Diabetes, a doença cresce cerca de 20% anualmente no país. Uma pesquisa sobre nutrição infantil apontou que mais da metade dos pais entrevistados disse que a maior dificuldade é manter a alimentação infantil saudável. 

Isso mostra que os pais devem tratar o assunto com a seriedade necessária. Sabe o que ajuda os pais a entender e perceber a importância dos cuidados com a alimentação dos filhos? Conhecimento. O Curso Online Obesidade Infantil está na medida certa para eles, assim como o curso de transtornos alimentares e até mesmo um curso de nutrição funcional, que trabalha a interação de todo o funcionamento do corpo, inclusive as relações entre funcionamento físico e fatores emocionais.

Como sabemos que pais estão sempre tomados pela rotina de atividades diárias, apontamos como uma opção para que conheça mais sobre o assunto: cursos online sobre obesidade infantil. Os cursos EAD além de ajudarem, não exigirão mais do que algum tempo disponível para acessar o portal e estudar. Nada de trânsito, nada de horários pré-fixados, nada de muita gente falando ao redor, os pais podem acompanhar o curso, tranquilamente, de onde quiserem e a hora que quiserem. Lembre-se de uma coisa, pais: não basta fazer uma dieta para emagrecer e está tudo bem. Em se tratando de crianças e adolescentes, todo cuidado e atenção é imprescindível. O filho deve saber que por não estar em seu peso ideal, algumas medidas deverão ser adotadas -  explique tudo de forma clara e argumente.

obesidade infantil

Depressão

Falamos no tópico anterior sobre o curso de nutrição funcional, que trabalha também os aspectos emocionais de cada um, e que será de utilidade neste caso. Estar acima do peso pode trazer consequências emocionais extremas, de chegar a uma depressão. Pode ainda trazer experiências traumáticas à criança - nem é preciso dizer que parte dessas experiências ela viverá na escola e que são, muitas vezes, traumas que ficam para a vida toda.

Por isso, tanto os pais quanto os profissionais que irão lidar com crianças com sobrepeso devem estar cuidadosamente preparados para essa tarefa. Trata-se de um assunto delicado, que pode deixar a criança triste, arredia e isso levá-la a um quadro mais grave.

Saúde bucal

Sempre que se fala em doenças causadas pela obesidade, um cuidado nunca é lembrado: a saúde bucal. Segundo a odontopediatra Helenice Biancalana, diretora do Departamento de Prevenção da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas, a APCD, o açúcar, além de ser o grande inimigo dos dentes e também, contribui fortemente para a obesidade.

A especialista diz que as campanhas de prevenção à obesidade infantil deveriam considerar a saúde bucal. “Como a obesidade está intrinsecamente ligada ao aumento de cárie e doenças periodontais, é importante que as campanhas da saúde pública adotem medidas que possam, ao mesmo tempo, reduzir a incidência desses dois tipos de doença”, conclui a odontopediatra.

Além desses, crianças com problema de obesidade podem apresentar outros problemas, como hipertensão, doenças cardiovasculares, problemas respiratórios e problemas ortopédicos, causados pelo excesso de peso.

Obesidade infantil: que ações estão sendo tomadas

O poder público tem assumido compromissos de evitar que isso continue acontecendo. Em março deste ano, aconteceu em Brasília o Encontro Regional para Enfrentamento da Obesidade Infantil, durante o qual o Brasil assumiu o compromisso de frear o avanço da obesidade, até o ano de 2019. Além disso, há programas específicos com planos de ações que visam o combate às Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), tendo a redução da obesidade como um dos principais objetivos. Há também a definição de que legislações regulamentarão a publicidade e a comercialização de alimentação infantil.

Escolas assumiram o compromisso de conscientizar os alunos sobre o consumo de alimentos saudáveis e sobre os riscos de ter uma alimentação inadequada, além de esclarecer sobre a importância de ter o peso ideal para o seu crescimento e desenvolvimento. As escolas assumiram também o desafio da educação alimentar, adotando cardápios saudáveis, de acordo com o que a nutrição infantil indica e proibindo a entrada na escola de alimentos não saudáveis. 

Em escala mundial, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, em abril de 2016, a “Década de Ação das Nações Unidas para a Nutrição”, cujo objetivo é reunir e alinhar os esforços coletivos com relação à erradicação da fome e qualquer forma de má nutrição e também de assegurar o acesso universal e irrestrito a dietas saudáveis e sustentáveis.

Cursos online sobre obesidade infantil 

Cursos a distância sobre obesidade e educação alimentar darão subsídios importantes para que se identifique e se tome providências para ajudar as crianças e os adolescentes que sofrem com o problema de excesso de peso.

Profissionais de diversas áreas serão contemplados com a qualificação resultante de cursos EAD, podendo, inclusive, dar um passo maior na carreira, pois os cursos online com certificado enriquecem o currículo e abrem portas para coisas novas.

O Curso Online Obesidade Infantil é tão abrangente que traz em sua grade tópicos de cursos sobre os quais já falamos  brevemente, como o curso de nutrição funcional e o curso de transtornos alimentares. Tudo vem a somar e quanto mais informações os cursos a distância puderem passar, mais preparados ficam pais e profissionais, para lidar com um assunto tão complicado e delicado, que é o sobrepeso em crianças.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Quem deve fazer o Curso Online Obesidade Infantil

Qualquer pessoa pode - e deveria - fazer um curso sobre obesidade entre os jovens. Pais, principalmente, porque terão que lidar com o problema com pulso firme e coração aberto, pois precisarão, ao mesmo tempo em que cobram e impõem limites, dar apoio a seus filhos. Essa não é uma tarefa apenas de dizer que o filho deve fazer uma dieta para emagrecer e chegar ao seu peso ideal, é a tarefa de mostrar o caminho e de caminhar junto.

Se falarmos em profissionais, dá para pensar em várias áreas que precisam ter pessoas bem conhecedoras do assunto: psicologia, nutrição, educação, serviço social, entre outras. Lembrando que além de dar conhecimento, embasamento e argumentos, os cursos a distância podem dar um plus por meio de sua certificação: os cursos online com certificado podem dar um empurrãozinho na carreira. Coloque esse entre os seus motivos para optar por uma qualificação ou capacitação por meio do ensino a distância.

Ajudar a prevenir a obesidade infantil: um dever de todos

Falamos em quem deve fazer um curso sobre obesidade infantil, mas a verdade é que todos têm que saber mais sobre o assunto, assim como o compromisso de entrar na luta contra a essa doença. O Educamundo, portal de cursos online, faz a sua parte ao levar às pessoas o conhecimento detalhado sobre essa doença, que afeta nossas crianças e que cresce a cada dia. 

Para conhecer os cursos online com certificado  oferecidos pelo portal, faça a sua inscrição e tenha acesso a todos eles, durante um ano. São mais de 650 cursos e um preço bem acessível: apenas R$ 69,90 (anual). O conteúdo fica disponível para você o tempo todo, durante o ano que vale a sua inscrição, e você pode fazer quantos cursos quiser - e ainda escolher a carga horária do certificado.

Agora é a sua vez. Quer comentar ou fazer alguma sugestão? Use o espaço dos comentários e nos deixe o seu recado.

Colunista

Equipe Educamundo

 

.

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r