Home / Blog / Mercado de Trabalho / Como montar o currículo dos sonhos e se destacar
montar-curriculo Mercado de Trabalho

Como montar o currículo dos sonhos e se destacar

  • Por: Equipe Educamundo
  • 22/04/2022

Com ferramentas e redes sociais voltadas para o mercado de trabalho, muitas pessoas acreditam que montar o currículo é coisa do passado. Outra grande maioria não dá a atenção devida ao documento. Engana-se quem pensa assim.

Além de solicitarem o currículo, os recrutadores levam, em média, sete segundos para lê-lo. Esses são dados da Harvard Bussines Review. E já dizia o famoso ditado: “a primeira impressão é a que fica”. Mesmo que você seja um profissional esforçado e com boa bagagem, é preciso caprichar no primeiro contato com o empregador.

Pensando nisso, separamos 5 dicas para você montar o currículo dos sonhos que vai encantar o recrutador e lhe dar destaque. Então, continue a leitura para saber mais!

 

A importância de um bom currículo durante o processo seletivo

Como dissemos logo acima, o currículo é o primeiro contato que um empregador terá com você. Dessa forma, é importante que o documento chame a atenção e desperte interesse.

Um currículo bonito e interativo é um diferencial, mas não é tudo. Da mesma forma que um básico demais não vai chamar a atenção do recrutador. O importante é que ele precisa ser assertivo.

Para isso, o currículo deve conter informações que encaixem com o perfil da vaga anunciada. Nele, você precisa demonstrar que é o profissional certo para o que o empregador está buscando.

O primeiro passo é entender que é necessário descrever todas as suas atribuições com objetividade e clareza. Afinal, o documento não deve ser cansativo e extenso, nem deixar dúvidas ao recrutador.

Para ajudar você nessa missão, separamos 5 dicas para montar o currículo ideal para você se destacar entre os demais candidatos.

5 dicas para arrasar na hora de montar o currículo

Montar o currículo não é simplesmente colocar o seu nome, contatos e experiências. É preciso ter estratégias para alcançar o objetivo de avançar em um processo seletivo. Então, veja abaixo alguns pontos que precisa se atentar.

Seja específico na área de atuação

Uma das primeiras perguntas que um recrutador pode fazer é: “você faz o quê?”. É nessa parte que deve responder. É importante que você diga com objetividade, sem muitos detalhes.

Esse espaço fica logo após os dados pessoais e antes de descrever a sua formação. Veja alguns exemplos do que colocar:

Lembre-se que essa parte não é destinada a informar o cargo desejado ou que atua. Portanto, é essencial saber diferenciar os dois. Seguindo as áreas que citamos acima, veja possíveis cargos:

  • repórter e editor;

  • designer;

  • analista de RH.

Resuma as suas qualificações

Ao informar suas qualificações no currículo, é fundamental que você descreva sobre elas. Somente citá-las, não vai ser favorável para alcançar o objetivo de se destacar. Vale reforçar também sobre ter objetividade e clareza.

Veja, a seguir, alguns exemplos de como fazer:

  • reportagem e edição: apuração de informações, produção de matérias para web, TV ou rádio e edição do conteúdo;

  • artes e design: desenvolvimento de artes para Instagram, Facebook, LinkedIn e sites, criação de logotipo e assinatura de e-mails;

  • gestão de pessoas e recursos humanos: desenvolvimento de estratégias internas de estruturação da cultura organizacional e acompanhamento de processos empresariais.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:




Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Foque na experiência profissional

A experiência profissional é uma das partes mais importantes na hora de montar o currículo. Por isso, você precisa dar um foco a esse espaço. Nele, você precisa trazer informações relevantes. Veja como fazer:

  • nome da empresa e o período que trabalhou nela ou se ainda está.
    Exemplo: Empresa X (2010 - 2020 ou 2010 - até o momento);

  • rápida descrição da empresa.
    Exemplo: atua no mercado de tecnologia com desenvolvimento de ERP;

  • cargo que trabalha ou último que ocupou.
    Exemplo: desenvolvedor de software;

  • descrição das atividades que você faz ou fez na empresa.
    Exemplo: programação de ERP; teste de software; manutenção de sistemas.

Fique atento à linguagem

Antes de tudo, é preciso relembrar que o currículo deve passar uma boa impressão ao recrutador. E a linguagem é um passo importante para isso. Afinal, cometer erros de português pode comprometer a sua nota na avaliação do empregador.

Se você tiver algumas dúvidas, há um leque de alternativas que podem ajudar. Por exemplo, caso tenha incerteza na grafia de uma palavra, consulte um dicionário online. Se tiver insegurança para escrever, peça auxílio a alguém. Por fim, ao concluir o currículo, faça uma última revisão.

Cite cursos e atividades extracurriculares

Você fez algum curso ou atividades ligadas à sua área? Não deixe de colocar na hora de montar o currículo. Inclua experiências internacionais, participações em palestras e eventos, cursos online ou presenciais. Assim, você terá mais chances de se destacar.

Essas informações devem estar no final do currículo. Não é necessário detalhar demais, basta o título, a instituição, o local e a data.

O que buscam os recrutadores

Ao analisar o currículo, os recrutadores vão direto nas informações principais. A partir disso, eles decidem se aquele candidato vale a pena ou não.

Portanto, atente-se a deixar bem claro alguns aspectos, como:

  • coloque ocupação atual;

  • inclua palavras-chave relacionadas com a vaga;

  • cuide da apresentação do currículo;

  • invista em informações que trarão força à sua qualificação.

Montar o currículo ideal não é uma tarefa simples, mas de extrema importância para conseguir avançar no seu propósito de conseguir a vaga desejada. Seguindo as nossas dicas, certamente você passará uma ótima primeira impressão.

Já que estamos falando sobre informações que devem conter no currículo, que tal conhecer o que são atividades complementares?

 

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque