Atividades para crianças servem para entreter e ensinar, simultaneamente. Jogos, brincadeiras e atividades elaboradas com determinado objetivo incentivam a criatividade e a imaginação, despertando o interesse dos pequenos pelo conhecimento e ajudando em seu desenvolvimento. Brincadeiras ao ar livre, jogos não estruturados e atividades sensoriais são exemplos.

Utilizar o lúdico para ensinar é uma maneira bastante eficaz, interessante e divertida de passar conhecimento e captar resultados no final do ano letivo. Inúmeras práticas podem ser introduzidas às crianças desde o contato inicial com o ambiente escolar, funcionando como poderosa ferramenta no processo de desenvolvimento cognitivo, social e psico-motor delas. Pais, educadores e a própria escola podem oferecer atividades para crianças das mais variadas fontes, a fim de incentivar a formação de seus valores e sua educação. Mas como fazer isso de modo que envolva todas as crianças? Quais as melhores didáticas que o professor deve se apegar na hora de ensinar com ludicidade?

Essas e outras questões podem ser respondidas de diversas maneiras, e uma das formas mais buscadas hoje, é através de cursos online. Eles oferecem uma didática arrojada e de fácil entendimento, ideais para aperfeiçoar, atualizar e capacitar estudantes, profissionais e demais interessados. Aqui no Educamundo são mais de 1200 cursos a distância incluídos em mais de 20 áreas do conhecimento. Tratando-se de educação, o portal disponibiliza inúmeros títulos incluindo o Curso Online Atividades com Crianças, que expõe exatamente o tema do artigo de hoje de forma prática e clara. Ele pode ser o que faltava para você complementar o seu currículo. Que tal acompanhar e se qualificar a respeito?

Por que oferecer atividades lúdicas para crianças

Pega-pega, esconde-esconde, casinha, contações de história, jogos de tabuleiro. Essas são só algumas atividades que as crianças adoram e que não servem somente para diverti-las. Elas ajudam na compreensão das regras sociais, de cidadania, desenvolvem a memória, o senso criativo e as habilidades físicas. Ainda, através das brincadeiras, os pequenos começam a lidar com suas próprias emoções. Muita coisa, não é mesmo? Por esses e muitos outros benefícios que a introdução de brincadeiras didáticas se mostra fundamental para os ensinos infantil e fundamental. 

É importante perceber que tudo tem espaço na educação dos pequenos, contanto que não agrida a integridade e moral de nenhum deles. Os profissionais devem buscar referências inclusivas, ou seja, nas quais todas as crianças, independente de sua condição, possam participar e se beneficiar. Sabe-se que o lúdico, por utilizar uma linguagem própria do universo infantil, confere uma maneira quase inconsciente de aprender, de maneira muito mais prazerosa e eficaz.

Segundo o pedagogo Roberson Carneiro, a aula lúdica é "mais que um passatempo; é o meio indispensável para promover a aprendizagem disciplinar, o trabalho do aluno e incutir-lhe comportamentos básicos, necessários à formação de sua personalidade". Ele lembra que a criança, para se tornar um indivíduo completo, precisa completar três fases distintas: aspectos psicomotores, aspectos cognitivos e aspectos afetivo-sociais:

  • Aspectos psicomotores: encontram-se várias habilidades musculares e motoras, de manipulação de objetos, escrita e aspectos sensoriais.
  • Aspectos cognitivos: dependem, como os demais, de aprendizagem e maturação que podem variar desde simples lembranças do que foi apreendido até mesmo formular e combinar ideias, propor soluções e delimitar problemas.
  • Aspectos afetivo-sociais: incluem sentimentos e emoções, atitudes de aceitação e rejeição de aproximação ou de afastamento.

Aprender mais sobre a construção do conhecimento infantil pode elevar o professor a um outro patamar. Em cursos online é possível aprender essas informações de forma abrangente, como é o caso de nosso Curso Online Atividades com Crianças. Por fazer tanto sucesso, seu conteúdo foi aprimorado pelo setor pedagógico responsável e ele se tornou um dos cursos EAD mais exclusivos do Educamundo. No módulo 1, o aluno aprende qual o papel da atividade lúdica para o processo de ensino, dando ênfase nos projetos pedagógicos que educadores podem preparar.

É válido saber que cursos online com certificado são embasados em teóricos importantes. Um dos nomes mais lembrados da pedagogia quando o assunto é ludicidade, é o professor Friedrich Fröebel, um dos primeiros especialistas de educação a defender o uso de jogos e brincadeiras no ensino infantil. Para o educador, a diversão é o passo inicial para o desenvolvimento da aprendizagem. Para você entender mais sobre as ideias de Fröebel, selecionamos um vídeo com suas principais abordagens que, inclusive, têm sido muito adotadas por escolas do Brasil e do mundo. Veja e inspire-se:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fröebel considerava a Educação Infantil indispensável para a formação do indivíduo, e esse fundamento foi aceito por inúmeros teóricos da educação que vieram depois dele e é aplicado por muitos professores e escolas hoje em dia. Ele sempre explanou que o objetivo das atividades lúdicas nos primeiros anos de escola era estimular a criatividade e exteriorizar sentimentos e ideias contidos naquelas crianças. Para ele, brincar seria um modo de criar representações do mundo concreto para compreendê-lo melhor.

Nessa perspectiva, os educadores e auxiliares cumprem um papel fundamental nas instituições quando criam formatos de interação entre as crianças por meio de ações lúdicas e de uma comunicação simbólica. Se você visa entender melhor os conceitos de especialistas no assunto para aplicá-los com os seus alunos, procure meios assertivos de se aperfeiçoar. Reiteramos que cursos online com certificado podem ajudar muito nessa missão, pois conferem conhecimentos apoiados em pesquisas importantes e ainda comprovam tudo o que você aprendeu. Portanto, se você procura um curso online para professores de educação infantil ou fundamental, considere fazer nossas capacitações sobre o tema.

Benefícios das principais atividades

Ao desenvolver atividades voltadas para o lúdico com crianças, a dica é que o educador proponha tipos diferentes para atingir os objetivos de maneira mais assertiva. Cada brincadeira oferece um grupo de benefícios aos pequenos, e por isso todas têm a sua importância. Em entrevista ao portal MdeMulher, a psicóloga Cisele Ortiz, do Instituto Avisa Lá, e o pedagogo Luca Rischbieter, do grupo Positivo, elencaram as vantagens que as principais práticas aplicadas nas escolas proporcionam:

  • Artesanais: quando a criança é incentivada a construir algo sozinha ganha a chance de exercitar a capacidade de resolver os problemas que possam aparecer durante o processo de criação. Ela ganha também autonomia ao escolher as cores, formas, materiais, entre outros.
  • Faz de conta: inventar histórias e brincadeiras baseadas no cotidiano ou na imaginação aumenta o senso criativo e faz com que elas vivam problemas ainda desconhecidos nessa idade.
  • Trava-línguas: brincadeiras simples com essas palavras podem gerar desafios. Além disso, elas têm a oportunidade de treinar a fala, conhecer novos vocabulários e dar muitas risadas.
  • Jogos de locomoção: há uma lista infindável de brincadeiras que exigem o treino do corpo. Tais atividades estimulam a flexibilidade, noção de espaço e equilíbrio quando pequenas. Quando maiores, ganham ritmo, força, habilidades específicas e muita coordenação motora. Ah, e não podemos esquecer do incentivo à coletividade.

E os jogos eletrônicos, devem ficar fora da lista de atividades lúdicas para crianças? A psicóloga Cisele Ortiz conta que não. Eles podem, sim, ser utilizados para aprender conceitos matemáticos, noções de perigo, entre outros fatores. "Os jogos eletrônicos são ótimas oportunidades para os pequenos expressarem a agressividade ou para aliviar uma situação traumática de tristeza ou medo. Só mantenha o controle do tempo de uso e da qualidade dos programas", ensina ela.

São inúmeras razões para projetar atividades variadas dentro do currículo escolar. Uma sugestão é que a escola reúna professores e familiares para uma conversa esclarecedora a respeito das brincadeiras feitas em sala de aula. Mostrar aos pais e responsáveis que os filhos podem aprender de forma mais leve, ajuda a passar esse tipo de técnica para frente. Desta forma, os alunos terão um incentivo duplo para desenvolver suas competências e se divertir ao mesmo tempo.

Em um bom curso online para professores você pode aprender conceitos de como agregar a família na escola para beneficiar todos os alunos. Aqui no portal temos cursos EAD interessantes que reforçam essa ideia, como o Curso Online Gestão Escolar‍ e Curso Online Parceria entre a Escola e Família‍. Essas duas opções podem ajudá-lo a organizar reuniões mais proveitosas e ainda conseguir resultados ainda melhores com os estudantes. 

Cursos relacionados que podem te interessar:

Atividades para cada idade

Trabalhar com crianças demanda um tato específico quanto às faixas etárias. Desde o ensino infantil as crianças são separadas por idade a fim de potencializar a aprendizagem. Da mesma forma que elas precisam estar agrupadas com colegas do mesmo tamanho, é necessário que as atividades para crianças tenham coerência. Conheça abaixo as ações mais indicadas para cada idade até os 7 anos:

  • Até 2 anos: acostumado a se divertir sozinho, um opção ótima são os cubos de encaixe. Brinquedos multicoloridos e com formatos e tamanhos diferentes também são muito indicados. Além disso, trabalhar com música pode ser uma ajuda e tanto para o seu desenvolvimento.
  • 2 a 3 anos: jogos simbólicos e brincadeiras de faz de conta costumam fazer sucesso nessa faixa de idade. Uma ideia bacana é levá-los para explorar o jardim da escola, sentir a textura da areia, das folhas e outros objetos.
  • 3 a 4 anos: as artes visuais ganham muita força nessa fase. É uma ótima hora para espalhar lápis, giz, tintas, cola e papel na mesa e deixar a criatividade surgir. Argila também é um ótimo material para ser apresentado.
  • 4 a 5 anos: a inspiração aqui é nos heróis, princesas, contos de fadas e outras brincadeiras de imitar. As crianças vão adorar brincar de escolinha ou casinha, por isso, oferecer brinquedos que tenham a ver com o cotidiano pode ser interessante.
  • 6 a 7 anos: nessa idade as crianças ainda brincam com diversas das opções anteriores, mas se interessam bastante por jogos, sejam eles de tabuleiro ou de movimentação corporal. Os jogos devem incentivar o raciocínio e ensinar a lidar com vitórias e derrotas.

Vale saber que cada criança tem um perfil diferente e as regras não precisam ser seguidas ao pé da letra. Essas sugestões são como uma ajuda para determinar a melhor hora de apresentar certas ferramentas, no entanto, alguns pequenos se desenvolvem mais lentamente e outros mais rápido. Por isso, estabelecer um contato exclusivo com cada aluno se faz primordial. Desse modo, o Curso Online Atividades com Crianças pode ser uma mão na roda para você que deseja saber como aplicar práticas lúdicas no ambiente escolar. Lá você encontra informações categóricas sobre as fases de desenvolvimento das crianças.

Que tal algumas ideias de atividades?

  • Atividades para crianças de 2 anos: Promover e estimular a expressão de forma não verbal e a exploração de novos elementos. Sugestão: papéis de texturas variadas, tinta guache e pincel.
  • Atividades para crianças de 3 anos: Trabalhar características como paciência, capacidade de dedução e de seguir regras. Sugestão: brincadeira de esconde-esconde. Estipular as regras: contar até 10 ou 20, o primeiro a ser encontrado é o pegador na próxima rodada etc.
  • Atividades para crianças de 4 anos: Auxiliar no desenvolvimento cognitivo. Sugestão: mostrar uma gravura por determinado tempo e depois pedir que elas lembrem o que tinha na gravura.
  • Atividades para crianças de 5 anos: Trabalhar o alfabeto. Sugestão: identificar o seu nome no alfabeto; diferenciar letras e números; escolher uma letra e dizer 3 ou quatro palavras que começam com essa letra.
  • Atividades para crianças autistas: Criar um livro caseiro personalizado, deixando alguns espaços em branco para que ela complete com imagens (que serão criadas em cartões). Exemplo: Era uma vez um... (cartões com um leão, um papagaio e um cachorro), que vivia em uma casinha... (cartões na cor amarela, verde e azul) e assim por diante.

curso online atividades com crianças

As opções de atividades com crianças mais indicadas

O projeto pedagógico de um professor deve explorar diversas áreas do conhecimento. Há as disciplinas obrigatórias determinadas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação e aquelas que podem ser introduzidas conforme as possibilidades da instituição. São inúmeras atividades complementares ao ensino básico e que também reforçam a construção cognitiva, psicológica e moral dos alunos. Aliás, essas ações podem ser apresentadas juntamente com matérias convencionais, como matemática e português. Utilizando esse ensino híbrido, o professor enxerga mais rápido os resultados e estudantes aliviam as tensões por aprender lições que antes eram muito difíceis. 

Selecionamos abaixo os campos do conhecimento que podem ser explorados pelos educadores em todo o ambiente escolar - e, claro, também pelos pais e responsáveis. Veja só:

1 - Recreação e educação física

A recreação é uma forma da criança conhecer a realidade que a cerca, explorando, criando e se exercitando. A atividade recreativa pode ser inserida juntamente com as aulas de educação física, onde as crianças aprendem esportes com regras, os quais também são fundamentais. A ideia é que sejam apresentadas a brincadeiras e atividades fisicas para crianças que estimulem a melhoria das relações interpessoais, a comunicação, o senso de escolha, o compartilhamento de ideias e espaço, e claro, o gasto de energia.

Há muitos exemplos de brincadeiras recreativas, como as cirandas, corda, cabo de guerra, morto ou vivo, duro ou mole, queimada e muitas outras. Percebeu que muitas delas são brincadeiras também de sua infância? Pois é, elas são tão inerentes a nossa cultura que precisam ser passadas para as próximas gerações. Aproveite o conhecimento em cursos a distância para proporcionar momentos de recreação inesquecíveis para seus alunos.

Quanto aos esportes nas aulas de educação física, o professor pode escolher entre diversas modalidades, como futebol, vôlei, basquete, atletismo, etc. O bom é que quaisquer atividades fisicas para crianças proporcionará muitas vantagens tanto em âmbito social quanto para saúde. Afinal, diante da era tecnológica, as crianças têm ficado muito tempo sem se exercitar. Essas aulas podem ajudá-las a deixar o sedentarismo de lado.

2 - Educação ambiental

Além de atividades fisicas para crianças, é essencial ensinar a importância do meio ambiente para elas. Isso ajuda a garantir cidadãos conscientes. No entanto, para garantir um aprendizado ainda melhor, é preciso levá-las para explorar outros locais que não sejam a sala de aula. Uma ideia excelente é promover aulas de educação ambiental. Você pode fazer um passeio pelo jardim da escola, plantar feijõezinhos, fazer uma horta com a ajuda dos alunos, ensinar o valor da reciclagem, criar objetos de sucata, etc. É legal também idealizar passeios com esse viés, como para o zoológico ou um parque da cidade.

3 - Música

A música é um importante instrumento para ensinar. Com ela, bebês e crianças podem se acalmar, dançar, aprender novos vocabulários, rimas, além de vivenciar histórias lúdicas por meio de melodias e ritmos. Os professores podem apresentar cantigas de roda, que exploram a cultura antiga e também cantar ou tocar instrumentos para eles a fim de mostrar que é possível criar letras e produzir sons. Fizemos um artigo voltado para os nossos cursos a distância sobre música. Leia e veja como esse aprendizado é importante.

5 - Recursos multifuncionais

É muito importante ressaltar que as escolas também devem trabalhar com a inclusão ao oferecer atividades para crianças. A instituição precisa estar preparada para atender todos os alunos, incluindo aqueles com algum tipo de deficiência. Algo que tem sido implantado em muitos locais de aprendizado e que é apoiado pelo MEC é a sala de recursos multifuncionais. Nela, há equipamentos, mobiliários e materiais didático-pedagógicos e de acessibilidade para que as crianças aprendam de uma forma mais simples e lúdica. Para implementar jogos e brincadeiras de maneira eficiente, há os instrumentos de Tecnologia Assistiva, que englobam um aprendizado multidisciplinar e repleto de diversão.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Aprenda em cursos online para ensinar melhor 

Deu para ver que educadores e auxiliares podem atuar com diversas "cartas na manga", não é mesmo? São muitas possibilidades para levar o lúdico para a escola e melhorar o aprendizado em 100%. Nossa dica é que você, ao realizar qualquer curso online para professores, capte o máximo de informações possíveis e complemente-o com mais conhecimento sempre puder. Conheça abaixo uma seleção com outros cursos EAD voltados para a didática lúdica e que podem fazer de você um profissional melhor:

Viu só quantas opções interessantes? E se dissermos que você pode fazer quantos cursos online quiser investindo apenas R$69,90? É isso mesmo, aqui no Educamundo você faz a sua inscrição, e tem à disposição todos os cursos para sua qualificação nos 7 dias da semana, 24 horas por dia. Não é o máximo? Aproveite essa oportunidade faça cursos online com certificado para promover a ludicidade em sala de aula e conseguir extrair o que seus alunos têm de melhor para oferecer.

Esperamos que tenha gostado do artigo. Qualquer dúvida que tiver, deixe um comentário abaixo que logo responderemos. Até mais!

Aproveite para baixar o nosso e-book gratuito sobre Educação Infantil: