O mau-comportamento na sala de aula se manifesta quando o aluno demonstra falta de respeito, indisciplina e agressividade, o que pode diminuir em cerca de 20% a produtividade das aulas, atrapalhando o processo de aprendizagem de todos os demais estudantes. 

comportamento agressivo pode ser um sintoma de diversos tipos de problemas pelos quais um aluno pode estar passando. Por isso, é fundamental que o professor fique sempre atento e saiba identificar os sinais corretamente. 

No artigo de hoje, vamos apontar 9 sinais de comportamento agressivo grave, além de entender por que é tão importante observá-los a tempo. Continue a leitura!

Comportamento agressivo: como identificar este problemas em jovens e crianças

A agressividade na infância e na adolescência pode se apresentar de diversas formas e em níveis diferentes.

Em todo caso, é preciso que o professor e os membros do corpo discente estejam preparados para identificar os sinais que podem estar relacionados ao comportamento agressivo. Confira a seguir. 

1. Indisciplina e agressividade

Indisciplina e agressividade são dois problemas que constantemente andam juntos. Desafiar autoridades costuma ser um dos primeiros sinais preocupantes de uma criança ou adolescente que desenvolve um comportamento agressivo.

Recusar-se a realizar as atividades, questionar constantemente decisões ou agir de forma oposta ao que lhe foi solicitado são sinais de que há um problema em vista.

2. Expressão verbal forte

A agressividade nem sempre é física e, muitas vezes, se manifesta de forma verbal. Quando o aluno passa a gritar com frequência, utilizar gírias ou palavrões, tons de ironia e sarcasmo como forma de agredir ou machucar alguém, é preciso iniciar uma intervenção. 

3. Ansiedade

A ansiedade é um problema bastante comum nas gerações pós-millennials, causando problemas na saúde mental de milhares de crianças e adolescentes.

Quando o aluno ainda não sabe lidar com o sintomas da ansiedade, é possível que ele desenvolva uma certa frustração, que se manifesta através da agressividade em seu comportamento. 

4. Problemas de controle emocional

Os problemas de controle emocional também são outros alertas do comportamento agressivo em alunos. Mudanças de humor constantes e explosões frequentes podem escalar para agressões físicas rapidamente. Por isso, é importante ficar atento. 

5. Dificuldade de concentração

A impulsividade e a falta de autocontrole fazem parte da rotina de crianças e jovens com comportamento agressivo.

Isso faz com que grande parte deles possua problemas de concentração, o que pode ampliar ainda mais a sensação de raiva e escalar episódios de agressividade. 

Confira também: Distúrbios de aprendizagem: como impactam na rotina escolar

6. Brigas frequentes

É normal que os jovens, principalmente na fase da adolescência, acabem se desentendendo e iniciando discussões ou brigas em geral. Os hormônios estão a flor da pele e há uma pressão grande por parte da sociedade, ampliando a dificuldade do controle emocional.

Entretanto, quando o comportamento agressivo se torna sistemático, e o aluno passa a se envolver de forma frequente em brigas, é preciso que os professores fiquem em alerta. 

7. Intimidações

A intimidação, seja ela verbal ou física, para com outras crianças é bastante comum em alunos com agressividade.

Um dos grandes problemas aqui é que esse tipo de comportamento pode escalar para algo mais sério, como um caso de bullying, bem como para algum dano físico ou psicológico mais grave. 

8. Problemas para aceitar seus erros

Crianças com problemas de comportamento dificilmente aceitam quando estão erradas, buscando constantemente justificar suas falhas ou até mesmo culpar terceiros pelos inconvenientes causados por ela. 

9. Dificuldade em ser contrariada

O comportamento agressivo também pode ser comum em crianças que possuem dificuldade em ouvir não, buscando sempre dar o troco como forma de vingança por terem suas vontades negadas,.

Sinais de agressividade na infância: o que eles podem significar?

Momentos de agressividade na infância são comuns. Nessa fase da vida, os pequenos estão aprendendo mais sobre suas emoções, descobrindo como controlá-las e desenvolvendo habilidades sociais. Entretanto, o comportamento agressivo constante pode ser sinal de um problema maior. 

É possível que a criança esteja passando por problemas em casa. Jovens que vivem em um lar instável possuem maiores chances de desenvolver comportamento agressivo.

Além disso, o abuso infantil também pode desencadear episódios de agressividade, uma vez que a criança passa a ter noções deturpadas de como demonstrar afeto e se comportar durante momentos de raiva e frustração. 

A agressividade também pode ser um sintoma de problemas patológicos. É possível que o adolescente tenha algum transtorno bipolar ou síndrome de borderline, por exemplo.

Nesses casos, é essencial a avaliação médica de um psiquiatra, a fim de proporcionar diagnóstico e tratamento o mais rápido possível para a criança. 

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

O que fazer em casos de agressividade na escola?

Ao identificar uma criança ou adolescente com sinais fortes de comportamento agressivo, é importante que a escola informe os pais ou os responsáveis legais imediatamente, a fim de estruturar um plano de ação em conjunto para solucionar o problema com eficiência. 

Além disso, o diálogo é uma ferramenta bastante poderosa para identificar a origem do problema e compreender qual a melhor forma de lidar com ele. Como vimos, a agressividade pode se apresentar de diversas formas e por diversos motivos.

Por isso, é fundamental entender o caso primeiro, conversar com o aluno e com a família antes de tomar qualquer medida punitiva. 

Como aprender a trabalhar com jovens e crianças agressivas

Assim como muitos dos desafios envolvidos na educação básica, aprender a trabalhar com jovens e crianças agressivas exige bastante estudo e preparação do professor.

É preciso que o mesmo busque se capacitar e desenvolver habilidades fundamentais como a escuta ativa, desenvolver técnicas de solução de conflitos, aprender mais sobre as habilidades socioemocionais, entender como lidar com situações de bullying, entre outros. 

O Educamundo é um dos maiores sites de cursos online com certificado do Brasil e pode auxiliá-lo nessa tarefa. Investindo apenas R$69,90, você tem acesso aos mais de 1.200 cursos disponíveis no Pacote Master pelo período de um ano.

Dentre eles, você encontrará o excelente Curso Online Como Lidar com a Agressividade de Alunos em Sala de Aula!

São diversos cursos online na área de educação e outras áreas afins. Não perca essa oportunidade de ouro! Matricule-se agora mesmo e invista na sua educação!

 

O mercado não espera por você. Cadastre agora e qualifique-se: