Qual a figura mais importante dentro de uma instituição de ensino? Você, provavelmente, pensou no professor ou mesmo nos alunos, certo? Porém, as pessoas que trabalham na área da administração escolar também são agentes essenciais dentro do cenário educacional.

Ao longo do texto, será possível compreender por que o administrador é assim tão necessário para o bom funcionamento das escolas e dos colégios. Afinal de contas, esse é um profissional que, muitas vezes, parece ter apenas uma função burocrática e distante do real sentido pedagógico. Porém, isso está longe de ser verdade. Siga com a leitura.

Administração escolar e qualidade de ensino

O objetivo principal da administração escolar é garantir que todos os setores da instituição de ensino funcionem em harmonia. Sendo assim, é por meio dela que os objetivos das áreas financeira, pedagógica, de marketing, entre outras, podem convergir para um ponto em comum ao invés de apresentarem-se de forma dispersa.

Dessa maneira, uma boa administração reflete em uma boa qualidade de ensino, já que todos os agentes da instituição educacional trabalham alinhados.

O conceito de administração escolar 

De forma simples, o termo se refere à coordenação de tarefas e recursos para atingir metas comuns. Sendo assim, é função da área administrativa:

  • ser a ponte de comunicação entre a sociedade acadêmica e a comunidade externa;
  • acompanhar o desenvolvimento do planejamento pedagógico anual;
  • garantir a boa manutenção das instalações físicas da instituição de ensino;
  • cuidar da capacitação do corpo docente;
  • fazer análises financeiras e definir orçamentos;
  • delegar tarefas etc.  

Como é possível notar, esse setor é o ponto central dos colégios e das escolas e é a partir dele que todas as demais atividades são desenvolvidas. Caso queira estudar com profundidade o tema, confira nosso Curso Online Administração e Inspeção Escolar.  

Também não deixe de observar, no infográfico abaixo, a evolução teoria da administração escolar ao longo do tempo:

Qual a diferença entre administração e gestão escolar?

Administração escolar está relacionada ao planejamento técnico voltado para o alcance de metas e objetivos. Já a gestão escolar tem um enfoque muito mais comportamental, dando ênfase no relacionamento interpessoal dos funcionários para atingir tais objetivos. Assim, os termos se complementam, mas não são sinônimos.

O administrador e o planejamento educacional

Com o que apresentamos até o momento, é fácil perceber a importância do setor administrativo em instituições de ensino. Contudo, vale a pena ressaltarmos alguns pontos específicos nos quais a atuação do administrador faz total diferença. Um deles é o planejamento educacional.

A cada ano letivo, o profissional deve coordenar tudo o que vai ocorrer dentro da instituição, desde práticas pedagógicas até eventos acadêmicos. Assim, será possível fazer as atividades fluírem com tranquilidade. 

Para fazer isso dar certo, é preciso reunir os funcionários da escola ou do colégio para debater as ações a serem realizadas ao longo dos meses. Dessa maneira, os professores devem apresentar as metodologias que desejam aplicar em sala de aula, explicando se querem ter acesso a algum recurso específico.

Já o setor financeiro precisa avaliar a receita necessária para fazer tais práticas pedagógicas darem certo. Ao mesmo tempo, deve analisar os gastos com os quais a instituição pode arcar.

Em meio a isso, é ainda necessário planejar eventos acadêmicos, possíveis visitas técnicas, estabelecer os horários dos intervalos, analisar a necessidade de contratar novos professores e funcionários no geral etc.

Todas essas questões, fazem parte do planejamento educacional e precisam ser lideradas pelo administrador.

A administração e a legislação do ensino

Para realizar um bom planejamento educacional, é imprescindível que a equipe administrativa conheça em profundidade a legislação do ensino no Brasil. Afinal de contas, existem diversas leis relacionadas ao tema e com regras obrigatórias a serem seguidas.

As duas principais que podemos citar é a Lei Nº 9.394/1996, que trata das diretrizes e bases da educação nacional, e a Lei Nº 13.005/2014, que apresenta o Plano Nacional de Educação.

Ambas trazem informações imprescindíveis para todos os colégios e escolas do país, sejam eles públicos ou privados. Isso porque é preciso que cada projeto e ação pedagógica ou administrativa esteja de acordo com as regras jurídicas estabelecidas. Do contrário, as instituições podem sofrer diversas sanções, como multas ou interdição de funcionamento.

Dessa maneira, é preciso que o administrador esteja atualizado com todos os aspectos legislativos da educação Apenas assim ele vai conseguir criar estratégias escolares que valorizam a qualidade do ensino e contribuem para o desenvolvimento institucional com um todo.

Confira também o post: Estudo do ECA - Legislação da assistência à criança e ao adolescente

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

O Sistema Educacional Brasileiro

O Sistema Educacional Brasileiro (SEB) é um cadastro do governo federal que precisa ser preenchido por todas as instituições de ensino básico e de nível superior. O objetivo é reunir dados importantes desses locais, como informações relacionadas ao corpo docente, histórico dos estudantes, número de matrículas, entre outras coisas.

Esse registro precisa ser atualizado na plataforma do governo de forma constante para ser compartilhado com outros órgãos da administração pública federal. A finalidade do SEB, entre outras coisas, é servir de base para a implantação e monitoramento de políticas públicas.

Porém, de quem é a responsabilidade por fazer o preenchimento desses dados dentro das escolas? Bem, essa é uma função que fica a cargo da equipe administrativa e deve ser monitorada pelo diretor ou administrador da instituição.

O desenvolvimento do trabalho em administração escolar

Depois de tudo o que apresentamos, é inegável a importância da área administrativa dentro das escolas e dos colégios.

Porém, por conta de todas as responsabilidades que recaem sobre o setor, os profissionais precisam estar em constante qualificação. É necessário aumentar os conhecimentos acerca da área educacional e também os conhecimentos sobre processos administrativos, de modo a acompanhar todas as mudanças do mercado.

Para fazer isso, vale a pena buscar programas de especialização, mestrado ou doutorado e também fazer cursos online, como os ofertados aqui pelo Educamundo. Dessa maneira, será bem mais simples fazer a instituição na qual você atua alcançar o sucesso esperado.

Então, não perca tempo e matricule-se agora aqui no portal por apenas R$ 69,90, taxa anual e sem mensalidades. Assim, você tem acesso a mais de 1.200 cursos de qualidade do Pacote Master. Além disso, estudará com uma empresa que é referência nacional em cursos online com certificado.  

Ah, e caso tenha gostado do artigo de hoje, não se esqueça de compartilhá-lo nas redes sociais com seus colegas. Além disso, se tiver mais alguma dúvida sobre o tema, escreva aqui nos comentários que vamos responder. Até mais!