A escrita UX é um conceito cada vez mais usado e discutido na mídia estrangeira. No Brasil, esse tópico é desconhecido e praticamente completamente ignorado. É uma pena, porque a cópia UX é, acima de tudo, uma ótima ferramenta (ou melhor, técnica) para se comunicar com os destinatários.

Escrita UX é uma técnica que facilita a assimilação de conteúdo e, portanto, também ajuda na hora de criar site. O que é a escrita UX? Por que é usado e quais são os benefícios? Você pode ler mais neste artigo!

Introdução à escrita UX

O UX vem da abreviatura em inglês User Experience, que quando traduzida para o nosso idioma significa simplesmente usabilidade. Escrever UX significa projetar o conteúdo (tanto os textos quanto sua organização na página) para ser o mais útil possível. Esse estilo de escrever e criar conteúdo é principalmente uma homenagem a seus destinatários.

O conteúdo criado no espírito da redação de UX facilita o consumo de uma determinada mensagem: artigo de blog, formulário online ou texto em um site. A redação UX torna a leitura mais fácil e agradável, fazendo com que o usuário queira apenas “continuar lendo “.

Como a escrita UX deve ser?

Escrever em harmonia com a usabilidade e fornecer aos destinatários a forma mais conveniente de adquirir conhecimento envolve vários fatores-chave. Para que o conteúdo seja 100% UX, ele deve ser:

Leitura em forma de F

Um dos mais famosos especialistas em experiência do usuário, Jacob Nielsen, publicou os resultados da pesquisa de rastreamento ocular. Eles indicam que os utilizadores da Internet focar sua atenção em vários pontos que, juntos, lembram a forma da letra F. 

O que isso significa? No caso dos textos, eles leem o primeiro parágrafo, olhando da esquerda para a direita. Em seguida, eles passam para o segundo parágrafo, mas se concentram apenas em algumas das informações apresentadas nele. Em seguida, os usuários descem e escolhem apenas determinadas frases ou palavras que aparecem no início dos títulos e parágrafos.

A formatação do texto é importante porque seu público-alvo o lerá. Na maioria das vezes, eles seguem um caminho em forma de F com os olhos, mas às vezes é um E ou L. Eles só lerão o artigo inteiro se realmente lhes interessar.

Texto simples

Escrever simples é o princípio mais importante da redação de textos UX.

“Se você não pode explicar algo de maneira simples, não o entende bem o suficiente.” Albert Einstein

Quem você considera mais sábio? Uma pessoa que pode explicar facilmente a física quântica para você, ou um homem que mostra seu conhecimento e tece muitas palavras complicadas.

Conhecer termos difíceis da indústria ou dominar os termos apresentados em um dicionário de palavras estrangeiras não prova a sabedoria ou o profissionalismo de alguém. Se você os usar no texto, eles trabalharão contra você. E assim, irão desencorajar o leitor. Eles não irão entender o que você está falando. Como alguém deve comprar de você ou confiar em você, se não entender suas mensagens?

O texto compatível com UX é simples. Então evite expressões profissionais difíceis.

A escrita UX foca na especificidade

A seleção de informações é uma habilidade muito importante para um escritor de UX. O cliente lê o seu conteúdo porque tem um objetivo: ele quer descobrir como fazer algo, ele quer resolver seu problema ou ele quer conhecer melhor o seu produto. Ele procura coisas específicas e espera encontrá-las com você.

Se você deseja que seu texto seja amigável, seja específico. Assim, evite palavras vazias e não faça comparações de alto nível.

Escreva de forma sucinta

Você já ouviu a afirmação de que os textos devem ser curtos porque as pessoas não leem de qualquer maneira? Bem… isso não é totalmente verdade.

A escrita UX coloca o usuário no centro. Lembre-se sempre dele quando escrever e considere se está atendendo às necessidades e expectativas dele.

Se o tópico que você está apresentando exigir uma descrição mais detalhada, não tenha medo de que o artigo tenha várias páginas. O mais importante é que ajude seu cliente.

Mas mesmo quando seu artigo for longo, deve ser específico e dinâmico. Evite a voz passiva e não escreva muitas frases complexas várias vezes. Pense no que soa melhor e no que fornece mais informações. Qual frase é compatível com o UX?

Lembre-se de títulos e subtítulos

Para que seu texto seja compatível com UX, deve ser bem formatado. Ninguém lê os volumosos blocos de conteúdo que cansam seus olhos.

Divida-os em parágrafos curtos e use títulos e subtítulos. Frases ousadas, maiores e separadas chamam a atenção. Seu público se concentrará nelas, então apresente as informações mais importantes neles.

Destaque as partes mais importantes do texto

Todo bom redator sabe que a legibilidade de um texto é determinada não apenas pelo conteúdo, mas principalmente por sua formatação. Se você deseja que o destinatário leia partes específicas do artigo, destaque-as em negrito ou itálico.

No entanto, não marque parágrafos inteiros ou algumas frases sucessivamente dessa maneira. Se não você fará o oposto.

UX Writer, escrevendo para guiar uma experiência online

Uma escrita UX lida com a escrita de textos e microtexto de um site ou aplicativo que tem a ver estritamente com a experiência do usuário e que deve, portanto, fazer com que o usuário execute ações.

Uma boa escrita UX sabe como manipular os fundamentos cognitivos e psicológicos de uma experiência online, sabe como configurar estrategicamente um processo de navegação e, não apenas preenche espaços em branco, mas ajuda para uma boa jornada do cliente.