Você sabe o que é a terapia psicomotora? Essa técnica une o movimento corporal, com a interação social e a aprendizagem de disciplinas lógicas e linguísticas, como matemática e português. Ela pode ser realizada em diversas fases da vida, mas traz benefícios mais intensos para as crianças.

No artigo de hoje, vamos trazer mais detalhes sobre a terapia, explicando como ela funciona e por que é tão útil para o desenvolvimento infantil. Boa leitura!

Para que serve a terapia psicomotora?

A terapia psicomotora serve para:

  • auxiliar na melhora da coordenação motora;

  • desenvolver a autoestima;

  • trabalhar reabilitação em casos de acidentes;

  • melhorar as relações interpessoais;

  • trabalhar a educação em pessoas com dificuldades de aprendizagem;

  • ensinar indivíduos com necessidades especiais, entre outras coisas.

Nas crianças, ela pode ser aplicada em qualquer idade. Em geral, os pequenos que entram na terapia estão enfrentando alguma dificuldade escolar, têm atrasos do desenvolvimento motor, possuem um comportamento agressivo ou não interagem bem com outras crianças.  

Como ela influencia no desenvolvimento cognitivo infantil?

O desenvolvimento cognitivo infantil, segundo Piaget, é dividido em quatro estágios:

  • sensório-motor: a criança descobre o mundo com base nos sentidos e nos movimentos motores;

  • pré-operatória: é a fase da imitação e da descoberta da fala;

  • operações concretas: começa a compreensão do conceito de grupo e desenvolve-se a capacidade de fazer análises racionais;

  • operações formais: aqui é possível compreender hipóteses, trabalhando com ideias abstratas.  

Na terapia psicomotora, a criança é vista em sua totalidade: uma mistura de movimento, emoções, ser social, pensamentos e experiências. Sendo assim, o processo trabalha de forma integrada todas as etapas propostas por Piaget. Claro que, dependendo da idade e da dificuldade do indivíduo, determinado estágio é priorizado em relação aos demais.

Em resumo, a criança entra em contato com jogos, exercícios, participa de desafios adaptados as suas necessidades e desenvolve motivação para aprender. Afinal, as atividades de conhecimentos são agregadas a experiências divertidas.

Quais os benefícios da terapia para a relação interpessoal na escola?

Com as técnicas propostas na terapia psicomotora, a criança aprende novas formas de se expressar, trabalha comportamentos diferentes e, consequentemente, descobre maneiras diversas de lidar com as próprias emoções. Isso terá uma influência direta em seus relacionamentos, seja com os pais ou com os professores e os colegas de classe.

Assim, a relação interpessoal na escola começa a melhorar. Uma criança com atitudes egocêntricas, por exemplo, pode ter ações mais generosas ao entender sua posição em relação ao ambiente externo. Indivíduos mais retraídos, por outro lado, podem desenvolver a autoconfiança com a terapia e se posicionar melhor entre os colegas.

Essas mudanças e várias outras fazem a criança interagir no ambiente escolar com naturalidade. Isso é muito importante para o processo de aprendizagem, pois valoriza a troca de conhecimentos e o processo de erro e descoberta sem medos.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Quais os exercícios podem ser usados para desenvolver a coordenação motora infantil?

A coordenação motora infantil é a base de todos os exercícios da terapia. Isso é necessário para trabalhar a expressão corporal, como já vimos, mas também pode ser útil para desenvolver os movimentos responsáveis pelo processo da escrita.  A seguir, estão algumas atividades possíveis de serem desenvolvidas:

  • andar seguindo uma linha desenhada no chão — o percurso pode ser reto ou com curvas;

  • pular em quadrados de cores diferentes;

  • participar de obstáculos pulando corda ou passando por dentro de túneis improvisados com tecidos ou papelão;

  • encaixar objetos em suas formas corretas;

  • pular com um pé só;

  • fazer atividades com tintas;

  • andar em dupla para desenvolver a coordenação e o ritmo;

  • fazer caretas para expressar emoções;

  • fazer bolhas de sabão;

  • treinar exercícios de inspirar e expirar;

  • imitar movimentos;

  • contar histórias baseadas em alguma foto ou desenho etc.

As brincadeiras de concentração também são atividades desenvolvidas dentro da terapia. Elas trabalham a ansiedade e ajudam a criança a ter consciência de cada movimento realizado. Você pode fazer o jogo do silêncio, da imitação, treinar jogos de bater palmas, piscar os olhos, entre outros. 

Depois da leitura deste artigo, fica mais fácil compreender por que devemos usar a terapia psicomotora para melhorar a aprendizagem das crianças, certo? E, caso você queira aprofundar seus conhecimentos no tema, o convidamos a olhar nosso Curso Online Psicomotricidade na Educação Infantil.

Aqui no Educamundo também temos vários outros conteúdos relacionados à educação, educação infantil, psicologia, saúde, entre outras áreas. Ao todo, são mais de 1.200 cursos online. E você pode ter acesso a eles durante um ano por meio do nosso Pacote Master. Para isso, basta investir uma taxa única de R$ 69,90.

Sendo assim, não perca tempo, inscreva-se aqui na plataforma e desenvolva sua qualificação em um portal que é referência em cursos online com certificado.