Home / Blog / Dicas / Por que fazer a manutenção do sistema de combate a incêndio?
manutenção do sistema de combate a incêndio Dicas

Por que fazer a manutenção do sistema de combate a incêndio?

  • Por: Parceiros
  • 12/01/2021

Prevenir incêndios é fundamental para evitar acidentes que podem afetar a saúde e o bem-estar do público interno de uma empresa. Além disso, é essencial contar com sistemas e ferramentas que eliminem esses riscos em residências, estabelecimentos e pequenos negócios. 

E a melhor maneira de se fazer isso é por meio de um sistema de combate a incêndio. A ferramenta evita que qualquer princípio de incêndio seja rapidamente controlado, antes que atinja grandes proporções. Com isso, preserva-se vidas e bens patrimoniais. 

No entanto, não basta apenas contratar uma empresa que fornece um bom sistema de combate a incêndio, é necessário realizar a manutenção periódica da ferramenta. Afinal, só assim é possível evitar incidentes, sejam eles de maior ou menor grau. 

Pensando nisso, preparamos este post para que você entenda a importância de fazer a manutenção do sistema de combate a incêndio. Aqui neste post, você verá como os reparos periódicos podem preservar vidas. Continue lendo e confira!

A importância da manutenção periódica em sistema de combate a incêndio

A importância da manutenção periódica em um sistema de combate a incêndio se dá por permitir que qualquer indício de incêndio seja rapidamente controlado. Dessa forma, é possível evitar que o fogo afete bens e influencie na segurança das pessoas. 

É muito comum, principalmente no Brasil - que não possui uma cultura de manutenção preventiva - que os imóveis possuam sistema de combate a incêndio instalado, mas que não funcionem por conta da falta de manutenção. 

Em resumo, os sistemas servem como mera decoração, como se fossem uma aplicação de resina epóxi para criar porcelanato. O ideal é que a manutenção seja feita de forma periódica e consistente. Com isso, fica mais simples antecipar riscos e ameaças. 

Embora muita gente acredite que a manutenção exija grandes investimentos, a falta dela pode gerar prejuízos em médio e longo prazo, e não só prejuízos materiais, como também financeiros e humanos. 

Quem deve realizar a manutenção?

As manutenções preventivas devem ser realizadas por profissionais especializados, habilitados e treinados. Os mesmos, devem ser respaldados por uma companhia bem conceituada, inscrita nos órgãos competentes (CREA/CAU) e que dê garantia de seus serviços.

No entanto, muitos profissionais e proprietários de imóveis optam por contratar profissionais sem certificação. Em resumo, eles acreditam que o custo-benefício vale muito mais a pena do que ter segurança na hora de realizar a manutenção. 

Suponhamos que você queira fazer a manutenção da placa de circuito impresso da sua organização. Sem um profissional certificado, os resultados serão: 

  • Não resolução dos problemas;

  • Aumento do custo, por contratar outro fornecedor;

  • Não cumprimento do prazo acordado;

  • Não cumprimento da legislação em vigor, ainda que o serviço seja entregue;

  • Entre outros. 

O ideal é pensar na manutenção do sistema de combate a incêndio como um automóvel estacionado na garagem. Caso você não faça a manutenção dele, muito provavelmente passará a apresentar problemas. 

Gostou do nosso post sobre os motivos pelos quais você deve fazer a manutenção periódica do sistema de combate a incêndio? Então compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque