HTML5 (HiperText Markup Language) é uma linguagem criada como evolução ao HTML. Ela possui novos atributos, comportamentos e elementos, além de fazer uso de mais tecnologia para o desenvolvimento de web sites e aplicações.

Com quase três décadas de existência, o HTML é uma linguagem de marcação e hipertexto usada por desenvolvedores para criação de páginas na web. Desde a sua criação em 1991, a linguagem HTML ganhou rápida atenção mundial e hoje é uma das principais linguagens do mundo e os melhores web sites desenvolvidos atualmente são frutos dos códigos HTML.

Ao longo desses anos a estrutura passou por diversas evoluções e atualmente encontra-se na versão 5. Os primeiros códigos do HTML5 começaram a surgir em 2008 e desde então vem ganhando novas atualizações e capacidades surpreedentes. A tecnologia evolui de forma cada vez mais rápida e os desenvolvedores precisam estar sempre em dia com as mudanças que surgem nas linguagens de desenvolvimento e programação.

Dica para aprender html 5:

  • Como aprender HTML5? HTML5 trata-se de uma linguagem de programação e seu aprendizado é baseado na prática. A melhor forma de iniciar é conhecendo códigos simples como as cores das letras e fundo de página, aumentar o tamanho da fonte entre outros. Vídeos no YouTube podem auxiliar nesse processo de aprendizado além de inúmeros tutoriais existentes na internet.

Devido a esses rápidos avanços tecnológicos, o mundo corporativo necessita cada vez mais de profissionais da área de tecnologia da informação e especialistas em linguagens, como é o caso do HTML5. Pensando nisso, o portal Educamundo oferece cursos online para você se capacitar, se atualizar e ter mais chances no mercado de trabalho.

No portal você encontra o Curso Online HTML 5 ‍ para atualização dos novos cógidos incluídos nessa versão da linguagem HTML. Além disso, há também vários cursos online de outras áreas do conhecimento.

A história do HTML e a nova versão HTML5

O criador do HTML - HiperText Markup Language ou Linguagem de Marcação de Hipertexto - é Tim Berners-Lee, um físico britânico e cientista da computação que queria criar uma linguagem que interligasse informações, que fizesse a comunicação entre institutos de pesquisa e o compartilhamento de documentos. Daí surgiu o HTML e a integração dele com a internet. 

Com essa junção, Tim também acabou criando a World Wide Web (www) e o primeiro servidor web do mundo. Por causa disso a linguagem HTML ganhou o mundo rapidamente. Em 1994, Tim fundou a W3C - World Wide Web Consortium - um consórcio que padroniza a World Wide Web. 

De lá pra cá o mundo web evoluiu muito, inclusive a linguagem HTML. Atualmente a versão 5 trouxe novas funcionalidades nos quesitos semântica e acessibilidade, o HTML5 também excluiu alguns elementos que não estavam agregando mais a linguagem. Esses novos recursos e mudanças é o que veremos aqui neste artigo.

HTML: Como começar a desenvolver?

Aprender os marcadores básicos do HTML para criar a sua primeira página na web é fácil. Para quem está iniciando é simples, basta abrir o bloco de notas do seu computador, estar conectado à internet, ter um navegador web (Internet Explorer, Google Chrome, Opera, Mozilla Firefox etc) e inserir os códigos HTML que vamos ensinar a seguir no seu bloco de notas.

Para começar é preciso saber que todo marcador - muito conhecido como tag em inglês - abre com os símbolos "< >" e fecha com "< / >". Vamos lá? Escreva no seu bloco de notas:

Exemplo básico de HTML

Vale lembrar que as tags HTML são todas em língua inglesa, mas você não precisa dominar totalmente a língua para continuar o desenvolvimento. Se você quiser aprimorar o seu conhecimento em inglês, não deixe de fazer o Curso Online Ler, Escrever e Interpretar em Inglês‍ do Educamundo.

Veja a seguir:

  • "Head" em inglês é cabeça, ou seja, nesta linguagem "head" é a cabeça do seu site, a parte principal;
  • "Title" é o título da sua página que vai aparecer no seu browser;
  • "Body" é o corpo da sua página, ou seja, todo o resto do seu site, onde estarão os seus textos;
  • O "p" é para você criar parágrafos no seu texto e separá-los de forma correta e organizada;
  • A tag "h1" é o nome dado para títulos que ficarão dentro da página. Os tamanhos dos títulos vão de h1 – que é o maior – até o h6, que é o menor. Toda vez que você terminar de escrever, é preciso se lembrar de fechar os marcadores com os sinais "< / >".

Salve este conteúdo do bloco de notas em extensão .html, assim: NomeDoMeuDocumento.html. Na hora que você clicar no arquivo, ele vai abrir o navegador web com o conteúdo salvo. Viu como é fácil? Agora você já tem sua primeira página na web.

Essas tags são as mais básicas da linguagem HTML, existem vários outros marcadores que complementam o conteúdo da página para proporcionar aos navegadores web diversas funcionalidades.

Se você ainda é iniciante no assunto e quer aprender toda a linguagem básica do HTML, pode começar pelo Curso Online HTML - Hypertext Markup Language - Básico‍ do Educamundo.

Se você já conhece essas e outras tags pode começar pelo Curso Online HTML - Hypertext Markup Language - Intermediário/Avançado‍ e ficar por dentro de todo o conteúdo da linguagem. Por fim você pode fazer o curso online HTML5 e ficar totalmente preparado para desenvolver a linguagem. No portal você ainda encontra outros diversos cursos online com certificado de tecnologia e informática.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Infinitas possibilidades com HTML5

Desde 1999 o HTML ficou estacionado na versão HTML4. As primeiras especificações do HTML5 começaram a surgir em 2008 através do Consórcio de Empresas de Tecnologia W3C.

O projeto da nova versão ganhou a mídia a partir de 2010 e desde então vem sendo cada vez mais usado pelos desenvolvedores web. O HTML5 ganhou novas funcionalidades de lá pra cá e vem facilitando a vida de quem desenvolve, como é o caso da criação de aplicações para desenvolvimento gráfico em 2D e 3D.

O HTML5 trouxe facilidades para o desenvolvedor encontrar erros, funções embutidas de conteúdo multimídia e opção para o uso offline. A linguagem eliminou a necessidade de instalação de plug-ins para o uso de multimídia e a maior novidade foi o fim do uso do Adobe Flash no desenvolvimento do HTML5 tanto para assitir vídeos como para visualizar qualquer conteúdo web. 

A linguagem HTML ficou praticamente 10 anos sem se atualizar, contudo valeu a pena esperar. O HTML5 trouxe uma nova experiência tanto para os usuários, desenvolvedores, como também para as plataformas, como é o caso dos navegadores web.

Os navegadores mais usados e conhecidos, como é o caso do Internet Explorer, Google Chrome, Safari, dentre outros foram implementando a nova linguagem ao longo desses anos e hoje essas plataformas já incluíram o HTML5 por completo, inclusive as mais famosas funcionalidades: as tags de vídeo e a tecnologia Canvas.

Aprender a linguagem HTML5 e outros temas da área de tecnologia da informação demanda dedicação e estudos. O Educamundo disponibiliza o curso online HTML5 e diversos cursos online com certificado para o seu sucesso pessoal e profissional. 

É importante também destacar que o HTML5 fornece a possibilidade de desenvolvimento mobile, ou seja, os desenvolvedores podem criar aplicativos para smartphones e tablets através da nova versão da linguagem. Muito bacana, não é mesmo? Com o curso HTML5 você aprende a desenvolver e amplia o seu conhecimento na área de informática e tecnologia.

Dicas extras para aprender a desenvolver em HTML5

  • Desenvolver em HTML5: Para desenvolver em HTML5 é preciso baixar um programa como o NetBeans e Sublime, por exemplo. Ao criar um novo arquivo html5 ele já terá as tags <html>, <head> e <body>. No head ficam o título da página e arquivos externos JavaScript e CSS. No body coloca-se tudo o que terá no site de forma estruturada.
  • Fazer um site em HTML5: Primeiramente é preciso ter um editor de código como o Sublime ou Notepad++. O código possui uma estrutura básica que deve ser adicionado de tags. São nelas que se encontram as instruções para que o navegador apresente aquilo que se deseja. Existem várias tags como section, aside, footer, header e nav, por exemplo.
  • Criar jogos em HTML5: HTML5 permite que jogos sejam criados a partir da utilização da tag <canvas>. Ela pode ficar posicionada em qualquer lugar dentro da tag body. Para sua visualização deve-se definir a largura e altura, além da borda, e se preferir a cor pode ser modificada. Para que o jogo seja desenhado e funcione o JavasScript será utilizado.

Novos elementos do HTML5

O HTML5 chegou para facilitar o desenvolvimento web e oferecer novas ferramentas, como a interatividade com as linguagens CSS e Javascript para um resultado ainda melhor para os criadores de páginas virtuais. O trabalho fica mais leve e funcional e menos intrusivo, transparecendo até mesmo para o usuário final. Como toda nova versão, alguns marcadores foram incluídos na linguagem e outros descontinuados. 

A parte do layout de uma página está mais padronizada com o HTML5. A linguagem criou novas funções para organizar melhor a estrutura de um documento, como a parte de cabeçalho, divisão de conteúdos dentro da página, menus, rodapé, entre outros. Também incluiu tecnologias de media e aplicativos web como as tags vídeo, audio e canvas.

A melhor notícia é que desenvolvedores de empresas de tecnologia, como a Apple e Mozilla por exemplo, se juntaram e fundaram o WHATWG (Web Hypertext Application Technology Working Group) para que você não tenha que refazer todo o seu site caso ele esteja programado nas versões anteriores da linguagem. Os códigos HTML básicos praticamente não sofreram modificação, somente alguns marcadores que não são mais utilizados, que vamos ver a seguir. 

Os principais elementos incluídos ao HTML5:

  • "article" - artigo que ficará dentro de uma seção ou cabeçalho da página;
  • "aside" - esta tag fará um relacionamento com o conteúdo principal da página, ou seja, são aqueles conteúdos que ficam ao lado da página relacionados a uma notícia que você está lendo;
  • "dialog" - para criação de um diálogo ou janela;
  • "figcaption" - cria uma legenda para um elemento;
  • "figure" - para inclusão de imagens e figuras;
  • "footer" - rodapé da página ou seção;
  • "header" - cabeçalho da página ou de uma parte da página, que pode ser chamada de seção. Importante destacar que a tag "header" é diferente da tag "head";
  • "main" - conteúdo principal da página;
  • "nav" - é a tag que comandará todo o conjunto de links necessário para formar a navegação do site;
  • "section" - seção do documento;
  • "canvas" - essa é uma das tags mais surpreendentes, que é usada para desenhos gráficos em 2D e 3D usando Javascript;
  • "audio" - conteúdo para sons ou músicas;
  • "video" - conteúdo para vídeos ou filmes.

Esses marcadores são os mais usados na versão HTML5, eles facilitaram muito o desenvolvimento web e a usabilidade dos web sites. Além desses existem outras tags usadas principalmente na região asiática, como é o caso do marcador "ruby" que representa uma anotação para explicar uma pronúncia ou o significado de caracteres na língua japonesa, chinesa ou qualquer outra que usa símbolos.

Os marcadores "rt" e "rp" complementam o "ruby" para dar mais sentido ao conteúdo. Há também os elementos "source" e "track" que possibilita os desenvolvedores a apresentar fontes de mídia alternativa para as tags "video" e "audio". 

HTML5

A versão HTML5 fez a inclusão desses e outros marcadores, mas também inutilizou alguns comandos que hoje tem funcionalidades apenas nas versões anteriores. Algumas dessas tags descontinuadas foram:

  • "big" - para aumentar o tamanho do texto;
  • "center" - centraliza o conteúdo no centro da página;
  • "fonte" - para especificar a fonte de um texto como tamnho, cor e tipo de fonte;
  • "strike" - serve para mostrar texto rasurado;
  • "u" - sublinha o texto que está dentro deste marcador.

Essas tags descontinuadas que citamos acima, dentre algumas outras, tiveram um fim para a documentação do HTML5 por já existirem marcadores que cumprem a mesma função e acabava deixando os elementos da linguagem muito repetitivos.

Outras tags da linguagem receberam uma modificação para aprimorar a versão 5 do HTML, esses marcadores modificados acabaram exercendo novas propriedades fazendo com que outras tags perdessem seu valor para serem descontinuadas. 

Entretanto, fique tranquilo! Todas as outras versões do HTML estão dentro da versão HTML5 e as tags descontinuadas não trazem nenhum tipo de problema quanto a compatibilidade. Se você tiver um site desenvolvido com uma das versões anteriores, não será preciso refazê-lo.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Por que aprender HTML5?

Com o avanço da tecnologia e da inclusão digital, a internet ocupa um grande espaço nas nossas vidas pessoais e profissionais. Com isso, o desenvolvimento web já é uma importante área para a maior parte das empresas. A cada dia que passa mais aplicativos para web e mobile são lançados para atender diversas necessidades nossas. É um mercado que está em constante expansão e de grandes oportunidades.

A área de desenvolvimento web, também conhecida como desenvolvimento front-end, está em pleno crescimento. As pessoas que se interessam pelo assunto precisam se dedicar e aprender de forma aprofundada os assuntos que correlacionam com HTML5 para ficarem competitivas no mercado de trabalho e preparadas para exercer essas profissões cada vez mais requisitadas.

Para trabalhar com a linguagem, normalmente o desenvolvedor é formado em algum curso da área de informática e tecnologia, porém só isso não basta. É preciso participar de workshops, encontros, feiras, palestras e principalmente incrementar o currículo com cursos complemetares. 

Você pode escolher centenas de cursos online com certificado para aprimorar cada vez mais o seu conhecimento e se capacitar. No Educamundo você tem acesso exclusivo investindo apenas R$ 69,90. São cursos online de 5 a 360 horas de carga horária com aprovação de mais de 200 mil alunos. 

Vale lembrar que este valor de investimento permite que você tenha acesso exclusivo a todos cursos online do Pacote Master durante o período de um ano. Incrível, não é mesmo? Não perca mais tempo, matricule-se agora mesmo e dê um up em sua vida profissional! São mais de 1.200 cursos online que passam por constantes atualizações por uma equipe pedagógica preparada para oferecer um dos melhores aprendizados do Brasil. 

Para se tornar um bom programador front-end, você deve procurar um curso HTML5 atualizado que inclua técnicas, padrões e estruturas mais recomendadas, além de abordar os desafios do desenvolvimento e da programação.

O curso HTML5 do Educamundo é ideal para você aprender a desenvolver seus primeiros sites e ir cada vez mais longe. Inscreva-se em um dos melhores portais de cursos online do Brasil e aproveite essa chance!

Recapitulando

  • O que significa HTML5? HTML5 é a sigla para Hyper Text Markup Language. Esta é uma linguagem de programação que utiliza um código-fonte para criar um conteúdo e deixa-lo organizado. Nela são utilizados elementos semânticos como article e footer; elementos de formulário como hora e calendário; elementos gráficos canvas e svg; elementos multimídia vídeo e áudio.

Se você gostou das nossas dicas sobre HTML5, não se esqueça de compartilhar este artigo com os seus amigos e deixar um comentário no nosso blog. Por aqui você encontra outros conteúdos essenciais para aprimorar o seu conhecimento e a sua carreira. Boa sorte e até a próxima!