Home / Blog / Dicas / Vale a pena estudar decoração de interiores?
Estudar decoração de interiores Dicas

Vale a pena estudar decoração de interiores?

  • Por: Parceiros
  • 21/01/2021

Você sabia que é possível viver apenas de decoração? Aliás, isso é uma profissão legalizada, e se chama design de interiores — mas você também pode vender móveis, diga-se de passagem.

Quando saímos do ensino médio, não sabemos ao certo o que vamos fazer da vida. A maioria vê na medicina uma forma de subir para a classe A; outros escolhem as engenharias pretendendo ganhar rios de dinheiro; mas também existem aqueles que amam decoração, e optam por seguir carreira nesse ramo.

No começo, bate aquele frio na barriga sobre as questões comuns do tipo “será que dá dinheiro?” ou então “e se eu não conseguir trabalho?”, mas isso acontece com todas as profissões. Até mesmo os quem se formam em medicina sofrem para conseguir emprego, sem contar nas concorridas vagas de residência médica nos hospitais.

Portanto, o segredo do sucesso é você fazer o que gosta, pois, dessa forma, a qualidade de vida virá naturalmente.

Vamos explorar um pouco mais sobre o mercado de decoração!

O que você vai aprender na faculdade de decoração?

A faculdade de design de interiores é um verdadeiro sonho para quem gosta de decoração. Lá você vai aprender sobre assuntos que nunca sequer sonhou que existiam — ou que pelo menos constituíam disciplinas para estudo.

Por exemplo, uma disciplina inicial é “Acessibilidade, Conforto e Ergonomia”. Ou seja, você, literalmente, vai aprender a entregar conforto em seus trabalhos, e com certeza vai saber de todos os detalhes para conseguir ótimos resultados.

Outra disciplina chamativa é a “Luminotécnica”, na qual você vai dominar o uso de luz artificial nos ambientes, sejam eles internos ou externos. Aliás, as fontes de luz e a perspectiva da decoração são bastante importantes para a composição de um cômodo — e são técnicas difíceis de dominar.

Na faculdade de design, você também vai aprender sobre gerenciamento de obras, assim como metodologia de projetos. Dessa maneira, você estará apto a tomar conta de construções inteiras, da mesma forma que terá liberdade para desenvolver seus próprios projetos do zero.

Por fim, a disciplina “Teoria e Psicologia das Cores” também é bastante atraente para quem gosta de design. Você sabia que as cores alteram o comportamento do cérebro? Pois é! Você vai ficar afiadinho nesses conhecimentos ocultos.

Viu como estudar não é sempre chato? Basta encontrar um tema que você realmente goste!

Qual é o perfil desse profissional?

O profissional de design de interiores precisa ter algumas competências importantes para se dar bem no mercado de trabalho. São algumas delas:

  • Habilidade de comunicação com clientes, prezando pela compreensão integral de suas exigências e critérios;
  • Disciplina para atender a demanda de trabalho imposta pelos clientes — o que pode custar alguns finais de semana;
    Altíssima capacidade de interpretação, facilitando na hora de compreender o que o cliente quer e precisa — e isso não é uma tarefa simples, Ok?
  • Ter gosto pelo estudo e estar antenado nas novidades de sua área de atuação;
  • Exercitar sua criatividade ao máximo todos os dias, mas sem extrapolar os limites impostos pelos clientes.
    Ter uma boa análise visual do ambiente, permitindo montar projetos precisos, no que tange às medidas, de um cômodo com rapidez;
  • Saber decorar com móveis provençal.

Vamos ao dia a dia do profissional!

Como é o dia a dia nessa profissão?

O dia a dia varia bastante, pois o profissional pode atuar de diversas formas no mercado. Sim, você não vai ficar restrito a conseguir um emprego e trabalhar em uma empresa. Aliás, o mais interessante é, justamente, criar seu próprio negócio de decoração.

Voltando ao assunto do dia a dia na profissão, ele pode ser marcado por longas horas de trabalho atrás de uma tela de computador, assim como diversas viagens até obras para checar como estão indo.

Além disso, é comum ter várias reuniões com clientes, principalmente se você atuar como empreendedor — o que é uma ótima opção. Se seu trabalho chamar bastante atenção, muitas pessoas vão ficar interessadas em seus projetos, e o telefone não vai parar de tocar.

Portanto, o dia a dia oscila entre trabalhar o dia todo no escritório, visitar obras e ter reuniões com diversos clientes.

O mercado de trabalho é bom? E os salários?

O mercado de trabalho para o designer é imprevisível. Para ser mais preciso, ele acompanha a construção civil — que é um setor imprevisível por natureza. Ou seja, ele pode estar bom por um tempo, de repente despencar, e em outro momento tornar a ficar bom de novo.

Já quanto aos salários, como você deve imaginar, oscilam muito — mas muito mesmo! De acordo com o vagas.com, um designer de interiores ganha cerca de R$ 2.500 mensais. No entanto, esse valor representa uma estimativa da média dos profissionais com carteira assinada.

Infelizmente não temos informações de quanto um profissional empreendedor consegue tirar no mês — mas com certeza é bem mais do que um trabalho CLT.

E aí, acredita que estudar decoração de interiores vale a pena? Está esperando o que para realizar seu sonho!

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque