E-learning é a ensino por meios eletrônicos. Essa modalidade já fazia parte de planejamento de escolas que tinham o objetivo de adotar metodologias como o sistema híbrido de estudos ou sala de aula investida.  

internet na educação era uma forma de aproximar educadores da geração de nativos digitais, já que os modelos tradicionais de ensino não mais contemplam de forma efetiva esse público. 

Enquanto isso, outras escolas ainda não tinham metodologias definidas sobre adotar, mesmo que esporadicamente, o uso de aulas online. Ou seja, não estavam preparadas minimamente para o que estava por vir.  

O que ninguém esperava era que um cenário forçasse o ensino a distância (e somente dessa forma): a pandemia de Covid-19.  

Isso causou uma disruptura nos processos de ensino tradicionais. É uma mudança estrutural sem precedentes em segmentos diversos, inclusive na Educação, e inaugurou – mesmo que de forma forçada – um novo contexto na área educacional, mas será que a tendência veio para ficar? Quais as perspectivas em relação ao e-learning na educação regular? 

E-learning: a internet na educação ganha protagonismo e professores ganham um desafio 

Desde que começou a pandemia e foram determinados a quarentena e o isolamento social, o ensino a distância deixou de ser um apoio às atividades escolares e se tornou o centro do processo educacional, alterando os hábitos de ensino e de aprendizagem da escola regular. 

Iniciou-se então um desafio a professores, pois o formato de dar aulas mudou completamente. E com isso, uma série de dificuldades, como a baixa qualidade da internet em muitos lugares e a difícil adaptação de conteúdos para o ambiente digital.  

Com essa última demanda, veio a necessidade de aprender sobre metodologias de ensino a distância, ferramentas e práticas que facilitem a educadores elaborar aulas criativas e usando todas as possibilidades que a web oferece.  

Uma coisa é certa: a internet na educação é realidade e veio para ficar. Não se trata mais de algo momentâneo, mas sim de uma tendência consolidada.  

Dessa forma, quem não tem familiaridade ou ainda está se adaptando aos meios digitais deve investir em cursos para se capacitar.  

Mesmo quem já tem conhecimentos em tecnologias e ferramentas que podem ser usadas para as aulas a distância deve apostar em atualização e aperfeiçoamento. Afinal, sempre há o que aprender, não é mesmo? Principalmente quando se trata de tecnologia, que avança a passos largos.  

E-learning x educação a distância são os mesmos processos de ensino? 

Apesar de, em um primeiro momento, se pensar que ambos são a mesma coisa, não são.  

O MEC tem uma definição bem clara sobre educação a distância, que diz que é qualquer forma de ensino em que alunos e educadores estão separados, física ou temporalmente e o ensino se dá por meio de mediação tecnológica ou outro tipo de comunicação.  

A diferença é que educação a distância também pode ser via apostilas enviadas para a casa do aluno, por exemplo. Exatamente como eram os cursos a distância quando não existia internet.  

Você talvez não lembre deste outro exemplo, mas se pesquisar, vai conhecer: o Telecurso. Era um supletivo em um programa de televisão apresentado bem cedo todas as manhãs e que ensinava sobre as disciplinas escolares. Mais do que isso: era voltado à parcela da população que não tinha terminado o ensino fundamental ou médio.  

Além desse, também tinha o Telecurso Profissionalizante, que desenvolvia competências específicas, como mecânica. Esses tipos de programas caracterizam o que chamamos de teleaula. 

Já e-learning remete à mediação eletrônica, sendo assim, uma das ferramentas da educação a distância, junto com a teleaula e os cursos por correspondência.  

O que é mediação tecnológica? 

Mediação eletrônica é o uso de meios eletrônicos para promover o aprendizado. A educomunicação é um exemplo. Ela propõe novas formar de aprendizagem com os recursos tecnológicos, assim como formas de comunicação menos hierarquizadas.  

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Inclusão digital e o ensino a distância 

inclusão digital continua sendo uma barreira à educação a distância. Apesar da implementação do ensino remoto, grande parte dos estudantes brasileiros não têm acesso a computadores, tablets, celulares ou internet.  

Para resolver o problema, muitas escolas preparam os materiais das aulas e a cada semana ou 15 dias, os pais buscam na escola. 

A inclusão digital não é um problema novo. É um tema em pauta há bastante tempo. Aliás, é por causa da falta de acesso a tecnologias que metodologias como sala de aula invertida e ensino híbrido não saíam do papel. 

O problema ganha maiores proporções quando se trata da educação na zona rural ou em lugares de difícil acesso.  

Tudo que foi feito em termos de inclusão digital até hoje estimulou o consumo, e não o que deveria ter estimulado: a cidadania. Assim, o modelo educacional continuava com dificuldade para implementar novos tipos de ensino.  

E vai continuar, na verdade. Só que agora, após a situação emergencial desencadeada pela pandemia, talvez os governos tenham um olhar mais cuidadoso sobre os investimentos necessários em educação.  

E você, professor, se prepare! Estude, se capacite, aprenda sobre metodologias, tendências na educação, novas tecnologias, ferramentas e tudo que lhe proporcionar aquisição de conhecimentos, habilidades e competências.  

Aliás, temos um e-book que você vai adorar e que tem tudo a ver com o que abordamos neste post: O ensino no mundo digital: tudo que você precisa saber para criar aulas revolucionárias.  

Só fazer o download abaixo: 

E-book Educação digital
 

Educamundo: o portal de cursos online certo para você 

Nosso portal é referência nacional em cursos online com certificado.  

Temos um Pacote Master com mais de 1.200 cursos online, que inclui o Curso Online E-learning: projetos, tendências e perspectivas, criado especificamente para promover conhecimentos acerca do ensino a distância e suas metodologias.  

A assinatura do Pacote Master é apenas R$ 69,90, em taxa única anual. Você tem o acesso ao portal e a todos os cursos durante a vigência de sua matrícula, que é de 12 meses.  

Dessa forma, consegue estudar não somente esse curso, mas todos os demais temas que lhe interessarem. Temos centenas de cursos na área da Educação; você terá acesso a um universo enriquecedor de conhecimentos.  

Matricule-se agora mesmo e comece a se capacitar!