CCMEI é o Certificado da Condição do Microempreendedor Individual. A partir desse documento, o profissional consegue comprovar que a sua empresa está aberta e pode dar entrada na inscrição municipal ou estadual, de acordo com a sua categoria de atuação. O CCMEI também é válido como alvará de funcionamento da empresa individual.

O processo para formalizar MEI não é um bicho de sete cabeças como muitos empreendedores pensam. Estamos habituados a uma certa burocracia comum na abertura de empresas, mas nesse caso é bem mais simples e você pode tirar seu CNPJ pela internet!

Formalizar MEI: conheça todo o processo de formalização da sua empresa

O post abaixo mostrará um pouco sobre como você precisa agir desde o cadastro para gerar o seu CCMEI, até a emissão da nota fiscal pela prefeitura da sua cidade. Confira os passos para não errar no processo e conseguir ser um MEI sem burocracias.

Documentação para MEI: o que você precisa para registrar a sua empresa

Todo o processo de registro da empresa para microempreendedores individuais é feito no Portal do Empreendedor ou em sedes do Sebrae na sua cidade.

Para as duas formas de emissão do CNPJ, a documentação para MEI é a mesma. Você vai precisar de:

  • Número do CPF;

  • Número do RG;

  • Comprovante de endereço da empresa;

  • Título de Eleitor

Se o cadastro é feito pela internet, basta preencher cada um dos campos correspondentes, e confirmar. No caso de emissões do CCMEI pelo Sebrae, um funcionário local fará todo o registro para você.

É muito importante conferir com atenção todos os campos preenchidos, pois, alguns não podem ser alterados posteriormente.

Cartão CNPJ MEI: como emitir

Toda empresa registrada como microempreendedor individual tem o CCMEI, como vimos acima. Além desse documento, também é gerado um cartão CNPJ MEI pela Receita Federal. Os dois documentos comprovam a regularidade da sua empresa e são indispensáveis para registrar a inscrição municipal e estadual e, dependendo do negócio, precisa ficar exposto no local.

O documento pode ser emitido pela internet também e impresso em casa. O CCMEI fica disponível para impressão logo quando você registra seu CNPJ. Caso queira outro documento com data atualizada, basta acessar o Portal do Empreendedor e no menu escolher a opção “Emita seu comprovante de MEI”. Já o cartão do CNPJ é disponibilizado no site da Receita Federal.  

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Como emitir nota MEI: o que é preciso para formalizar seu negócio completamente

O último passo para que seu negócio funcione regularmente, e conhecer o processo de como emitir nota MEI.

A nossa dica para quem ainda está um pouco inseguro com o processo, é buscar um Curso Online de MEI - Microempreendedor Individual e conhecer cada um dos passos. No entanto, não há grandes mistérios.

Após registrar a sua empresa no Portal do Empreendedor, basta imprimir o CCMEI e o cartão do CNPJ no site da Receita Federal e levar junto com toda a sua documentação – aquela que listamos no início do post – na Sefin ou Sefaz da sua localidade. Para prestadores de serviço, a nota fiscal é liberada com a inscrição municipal, emitida pela Sefin. Já para quem vende mercadorias, é necessária uma inscrição estadual, que é liberada pela Sefaz, na prefeitura da sua cidade.

O que achou do processo de formalização para MEI? Se ainda ficou alguma dúvida, deixe um comentário!

Além do curso para microempreendedores, aqui no Educamundo você ainda encontra cursos online com certificado de diversas outras áreas que também ajudarão na estruturação do seu negócio.

Temos mais de 1.200 cursos online por apenas R$ 69,90 anual no nosso Pacote Master. Faça a sua inscrição!