A recreação na educação infantil é muito mais do que um momento de lazer. As brincadeiras para recreação infantil são utilizadas para que, por meio da fantasia e do lúdico, a criança tenha seu interesse despertado para o conhecimento, aprenda a expressar suas ideias e passe a entender o mundo.

Todo mundo tem alguma brincadeira que, mesmo na vida adulta, não deixa de lado. E não tem motivo para ter vergonha e problema nenhum em admitir que você ama um pega-pega com os amigos naquele momento de lazer no parque ou fica horas tentando montar um quebra-cabeça quando está totalmente livre das obrigações do dia a dia. Brincar é bom e, se faz toda a diferença para quem é adulto, imagina para as crianças?

Um dos melhores métodos de distração, divertimento e desenvolvimento é o tema que será abordado nesse artigo. Vamos falar sobre as brincadeiras infantis como parte da recreação, com um guia completo para pais, educadores e amantes da Educação Infantil. Se você tem filhos e lida com crianças em qualquer ambiente, que tal conhecer mais sobre essa área e se especializar? Esse texto revelar a importância do brincar e dar dicas de cursos online que ajudam nessa qualificação, como o Curso Online Brincadeiras para Recreação Infantil, do Educamundo. Vamos começar?

A importância do brincar na Educação Infantil

Se pensarmos logo de cara em um método de inclusão sem preconceitos e uma atividade sadia que só tem espaço para deixar o lúdico e os melhores pensamentos tomarem conta da mente, as brincadeiras infantis se encaixam muito bem nesse contexto. Ao contrário de outros exercícios que, por mais prazerosos que possam parecer, ainda soam obrigatórios, o ato inocente e autêntico de brincar é livre e igualitário, que surge com naturalidade e sem amarras.

Não é à toa que a importância do brincar na Educação Infantil é um assunto que é e já foi explorado por diversos especialistas, tanto da área infantil, pedagógica e psicológica, quanto de outros setores, afinal, é uma prática fundamental para os pequenos, paralela à Alfabetização e Letramento. É um processo extremamente necessário e até garantido pela Lei, como revela a cartilha Brincar para Todos, do Ministério da Educação:

‘’As crianças precisam brincar, independentemente de suas condições físicas, intelectuais ou sociais, pois a brincadeira é essencial a sua vida. O brincar alegra e motiva as crianças, juntando-as e dando-lhes oportunidade de ficar felizes, trocar experiências, ajudarem-se mutuamente; as que enxergam e as que não enxergam, as que escutam muito bem e aquelas que não escutam, as que correm muito depressa e as que não podem correr’’.  

Tanto a Constituição quanto o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) garantem o direito à liberdade e fortalecem que as brincadeiras para crianças são democráticas e abraçam a todas, com o intuito de se divertir integralmente, sem diferenças. Não há limitações quando se trata de escolher aquele exercício de entretenimento para ter contato com muitas simbologias e colocar pra fora tudo que acham conveniente, com o máximo prazer e satisfação. É um momento único e que não há limites para a imaginação, e o objetivo é justamente esse.  

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI), do Ministério da Educação, os benefícios do brincar vão muito além da diversão. Para uma criança, ajuda no desenvolvimento pleno de diversos sentidos e na formação de valores sociais indispensáveis. Não é à toa que todo educador precisa considerar as brincadeiras infantis como parte essencial do ensino e monitoria dos pequenos, buscando se atualizar sempre com as melhores práticas para isso, como em cursos online com certificados, manuais de apoio e artigos que ajudam e fazem toda a diferença.

Outra vantagem, de acordo com o RCNEI, é que as brincadeiras para educação infantil favorecem a autoestima e ajudam a superar problemas e aquisições, na interiorização de ''modelos de adulto'' e no âmbito de grupos sociais diversos, como um espaço singular da autenticidade e legitimidade de sua personalidade. Ela se imagina como parte de algo importante, assumindo um papel que agrega valores lúdicos e ajudam a moldar o pensamento.

Além disso, brincar também é bom para se conhecer e reconhecer suas competências, além da percepção de diversos movimentos, sobretudo quando a atividade é feita em equipe. Cooperação, liderança, respeito e empatia são alguns deles. Lidar com o diferente abre espaço para aprender a dominar as emoções, controlar a ansiedade e entender que cada um tem uma característica que o torna único e distinto dos demais. Nesse contexto, muitas escolas usam esse universo do brincar para acabar com problemas de convivência, casos de bullying e promover a Educação Especial Inclusiva como parte de um sistema totalmente democrático e para TODAS as crianças, independente de qualquer condição.

Não podemos deixar de destacar que a Educação Infantil é a base para a formação das pessoas, já que é nessa fase que se começa a compreender o meio social em que vive. Tanto por isso, mostrar aos pequenos o mérito das brincadeiras para a recreação infantil é fundamental. Todo especialista precisa reconhecer que eles têm capacidades impressionantes de pensar de modo simples na resolução de questões que assolam a vida humana. Logo, ninguém nunca deve privá-los de brincar e botar para fora seus desejos, medos, objetivos e pensamentos mais profundos.

Muitos professores, orientadores, monitores e pessoas que começam a trabalhar em escolas, creches e lugares em que têm contato direto com crianças, às vezes se sentem inseguros em como lidar com elas. A área da Educação é inspiradora, mas cheia de desafios que precisam ser enfrentados e solucionados, do ensino básico ao ensino médio. Então, a dica é se aprimorar, fazendo cursos online que abordam temas inerentes a essa área de modo prático e completo. Você pode usar o seu tempo livre para investir em cursos a distância rápidos e eficientes, em casa e até no trabalho. São opções que esclarecem muitos pontos, qualificam e certificam.

 

Agora que você já sabe o quanto as brincadeiras infantis e atividades com crianças trazem ganhos excelentes, que tal aprender como o educador e os pais têm papéis fundamentais nesses conceitos?

Recreação Infantil com Brincadeiras: o papel do educador

 

Além das dicas de cursos online com certificados que já falamos por aqui, como o Curso Online Brincadeiras para Recreação Infantil, o educador conta com uma série de materiais que ajudam a inserir e ministrar essas atividades para entreter, divertir e fazer com que as crianças aprendam brincando. Seu papel é fundamental e visto como a liderança principal por eles, aquele que dita as regras e ‘’organiza sua base estrutural, por meio da oferta de determinados objetos, fantasias, brinquedos ou jogos, da delimitação e arranjo dos espaços e do tempo para brincar’’, revela o RCNEI.

Assim, por meio dos mais variados instrumentos, ele administra e observa o desenvolvimento de diversos processos de formação das crianças, com o registro total de suas capacidades em vários contextos: emocionais, racionais, sociais, no uso de linguagens e na personalidade. Ou seja, é uma análise completa caso a caso e valores que podem ser trabalhados e otimizados.

Perceber essas peculiaridades é fundamental para auxiliar na formação do indivíduo como um todo. O momento de recreação infantil é livre, mas a observação do especialista ajuda a perceber pontos fortes e fracos de cada um, que podem sempre serem instigados, para aperfeiçoamento e desenvolvimento benéfico, claro. Independente do jogo e das brincadeiras infantis que são ministradas, todas as atividades permitem essa visão clara e levam à reflexão sobre caminhos construtivos.

Portanto, o papel do educador é mais que propor quais as brincadeiras para educação infantil mais indicadas e como fazê-las. Pensar além disso e valorizar os ensejos de cada aluno é algo que realmente contribui para seu progresso. Já pensou nisso? Pois é, um profissional de qualidade sempre deve fazer a diferença em sua área. Informação é tudo e ajuda em vários quesitos. Possibilidades práticas, como cursos EAD, são fáceis de fazer e garantem formação rápida, sem precisar frequentar uma aula presencial para sua qualificação. Há uma vasta opção de cursos online com certificados sobre Educação Infantil que englobam tanto os aspectos básicos quanto aqueles métodos complexos que só agregam e te deixam com uma bagagem essencial.

Brincadeiras para Educação e Recreação Infantil: o papel dos pais

Pensar na importância do brincar na Educação Infantil é mais do que um compromisso escolar: também é fundamental à família. O problema é que muitos pais acreditam que o desenvolvimento dos filhos se dará somente na instituição, ainda mais quando se trata de pontos específicos. A recreação também pode entrar nesse contexto, visto que muitas crianças só têm a liberdade de brincar enquanto estão na escola. Parece que não, mas isso acontece bastante. A falta de incentivo da família para que ela possa ‘’exercer o brincar'' primordial para sua vida é uma questão séria e acontece independente de classe social.

Podemos explanar situações lamentáveis para ilustrar esse contexto, que ainda são realidades no país para muitos pequenos, em faixas etárias maiores ou menores. Se por um lado os menos favorecidos não possuem estrutura e investimento para entender a importância das brincadeiras para crianças, privando-as desse momento para fazê-las trabalhar e realizar tarefas que não competem a elas, por outro há o fato de famílias privilegiadas transferirem esse papel especificamente para terceiros, ficando afastadas desse momento que gera ganhos imprescindíveis.

Os pais, de modo geral, precisam entender que há espaço para tudo e que a vida dos filhos depende de horas para extravasar e se divertir de muitas maneiras. Mais que isso, participar desses momentos ajuda a melhorar a cumplicidade, o envolvimento e a sintonia com eles. Tudo é questão de equilíbrio. Fazer a criança entender suas obrigações é necessário, mas tratá-la com autoridade sempre e privá-la da recreação infantil é estupidez.

Infelizmente, ainda se usa a desculpa do tempo como empecilho para não participar. De fato, as tarefas cotidianas são árduas, mas a família também precisa se atentar sempre ao comportamento e formação dos pequenos. Quem tem dificuldades deve encontrar alternativas para ficar por dentro disso, seja buscando orientação na escola, com um psicopedagogo e outros profissionais, ou com informações mais acessíveis dispostas na internet. Tanto os manuais do MEC e de ONGs infantis trazem ótimos esclarecimentos, assim como cursos a distância gerais que tratam desse tema passo a passo, de modo competente e efetivo.

Deixando o clima tenso de lado (acreditamos que tudo tenha ficado mais elucidado), agora é hora de conferir algumas dicas de brincadeiras para educação infantil que trazem ganhos incríveis para os pequenos (e adultos também!). O máximo é que existem diversas opções interessantes e versáteis que agradam a todos, independente de condição, para crianças com deficiência física ou deficiência intelectual, com diversas características e que podem usufruir desse momento puro, inocente e genuíno.

Quais as melhores Brincadeiras para Recreação Infantil?

Muitas brincadeiras para crianças são em grupos e indicadas conforme faixa etária. Antes de ministrá-las, professores, pais e monitores precisam ter uma posição de liderança e reconhecer as habilidades da criança. No ambiente escolar, por exemplo, não é indicado colocar um aluno de 5 anos para disputa com um de 9 anos. Não tem sentido tanto pelas características físicas quanto de formação. Logo, cada turma pode se divertir a sua maneira. Essa inclusão fica mais clara no Curso Online Brincadeiras para Recreação Infantil e em outros cursos EAD sobre Educação Infantil do Educamundo. Agora, confira algumas dicas de atividades!

 

Brincadeiras Antigas

As brincadeiras antigas e clássicas sempre têm espaço, seja com as mesmas regras ou com perspectivas modernas. No mais, elas nunca saem de moda e sempre agradam (os adultos amam e surge sempre aquela nostalgia dos tempos de infância).

Dicas de brincadeiras antigas: Gato-Mia, Estátua, Escravo de Jó, Pular corda, Batata-Quente, Roda e Ciranda, Amarelinha, Barra-Manteiga, Passa Anel, Adoleta.

 

Brincadeiras Folclóricas

O Folclore Brasileiro é encantador e revela uma cultura rica e cheia de aprendizado. Tanto suas histórias quanto costumes são parte de um patrimônio enriquecedor para todos. Quanto têm contato com brincadeiras folclóricas, as crianças aprendem brincando e conseguem valorizar todo esse movimento.

Dicas de brincadeiras folclóricas: Cabo de Guerra, Trava-Língua, Corre-Cotia, Chicote-Queimado, Seu Mestre Mandou, Pique-Parede, Vaca Amarela, Pião, Bolinha de Gude.

 

Brincadeiras para gincana/em grupo

Promover uma gincana na escola ou organizar uma brincadeira com um grupo de crianças pode parecer desafiador, mas não é tão difícil assim. Basta fazer com que se apeguem à atividade e tenham disciplina para entender as regras. Quando a diversão começa, você vai ver que elas vão ‘’se jogar’’, com total autenticidade. Aproveite e entre na brincadeira também!

Dicas de brincadeiras para gincana/em grupo: Telefone sem Fio, Vivo ou Morto, Queimada, Mímica, Pique-Bandeira, Fui à Feira, Corridas (de saco, com um pé só, com ovo na colher, de olhos vendados, entre outras ideias).

 

Brincadeiras Populares

As brincadeiras populares são aquelas que todo mundo conhece e ama. Tanto quanto as antigas, não se perdem com o tempo e sempre se renovam. Até os adultos brincam entre si de vez em quando (e não tem nada de ruim nisso!).

Dicas de brincadeiras populares: Esconde-esconde, Pega-Pega, Polícia e Ladrão, Bobinho, Pular Carniça, Dança da Cadeira, Elefantinho Colorido.

Reforçando:

  • O que é recreação infantil? É o momento de lazer em que pais e educadores utilizam brincadeiras que ajudam no desenvolvimento das crianças.
  • Recreação infantil - brincadeiras antigas: amarelinha e pega-pega são exemplos de brincadeiras simples, que não necessitam de recursos materiais e que trabalham conceitos como liderança, disciplina, limites definidos por regras etc.
  • Por que fazer um curso de recreação? A formação do educador é constante. Um curso de brincadeiras para recreação infantil serve de apoio tanto à sua carreira quanto ao seu desenvolvimento como agente da transformação.

Jogos interativos

Já os jogos interativos visam instigar instintos mais complexos, focando na atividade mental para resolução de desafios. Eles englobam tanto tipos tradicionais, com materiais simples, quanto podem ser mais sofisticados, contando com o auxílio da tecnologia nesse momento de recreação infantil.

Dicas de jogos interativos: Stop, Jogo da Velha, Dama e jogos de tabuleiro, Massinha, Forca, A Palavra É, Cama de Gato, Quebra-Cabeça, Tetris, jogos digitais no geral.

Além das brincadeiras para educação infantil citadas, vale destacar o papel de diversas modalidades esportivas nesse conceito, tão fundamentais quanto as atividades livres. Para esse apoio, o Curso Online Desporto na Escola explana as melhores práticas para inserção da Educação Física no meio escolar, além de ajudar a mostrar pontos essenciais desse método. Ah, e não podemos deixar de citar as atividades musicais e artes visuais, como as rodas de história, que sempre ajudam a dar o tom certo para muitas brincadeiras. Ambos são recomendados para educadores e para todas as pessoas que buscam novas formas de interação e recreação com a criança. Nesse caso, os cursos EAD também são opções rápidas para se qualificar rapidamente.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Aprender brincando: um modelo para todos!

Entender o valor e a importância do brincar na Educação Infantil é essencial para compreender o quanto as crianças podem aprender brincando. Cada atividade favorece uma percepção e um conhecimento que, para eles, é inestimável. No fim, todos evoluímos com esse modelo natural e inspirador. Instigar e ajudar os pequenos nesse exercício é um compromisso geral. Vivemos rodeado de crianças, seja em casa, na escola ou em qualquer meio social.

Para um professor, pai ou pessoa que precisa compreender e se certificar nesse conceito de Educação Infantil, os cursos a distância contêm ótimos guias e materiais de estudo. Assim como o Curso Online Brincadeiras para Recreação Infantil, o Educamundo possui diversos cursos online da área, que podem ser feitos pagando uma mensalidade única durante um ano. Não dá para perder tempo, é preciso se atualizar sempre!

Chegamos ao fim do artigo e esperamos que tenha gostado do conteúdo. Não deixe de comentar e dizer suas impressões. Até a próxima!

 

       


Baixe nosso e-book gratuito acessando o link abaixo:
http://www.educamundo.com.br/?ebook=1&nomeebook=educacaoinfantil