Se você quer trabalhar como um enfermeiro, precisa entender qual área da enfermagem é a ideal para você. Exatamente: existem diferentes tipos ou segmentos por onde atuar, cada um com suas vantagens e desvantagens.

Por isso, é importante conhecer as diferentes especializações do segmento e entender qual área da enfermagem é a ideal para você. Talvez isso signifique fazer um mestrado em terapia intensiva, talvez um curso de especialização diferente, mas com certeza avançará a sua carreira.

Quer aprender mais sobre o assunto? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Qual a importância da especialização na enfermagem?

Você sabia que quase 8 em cada 10 enfermeiros e enfermeiras do Brasil não tem uma formação superior? Pois é, a vasta maioria dos profissionais da área atuam apenas com um curso técnico em enfermagem.

Apesar de ser mais acessível do que uma faculdade, essa formação não é tão completa. Os dados mostram, portanto, que há uma carência em profissionais com alta formação no setor.

Por isso, a especialização é importante não só para que o enfermeiro possa se ser mais eficaz no seu trabalho e ajudar os pacientes da melhor maneira, mas também para ter mais estabilidade na carreira.

Afinal, se a pessoa for mais especializada, ela terá prioridade em vagas de emprego e na disputa pelas posições mais vantajosas do mercado profissional.

Além disso, é importante ter em mente que um enfermeiro precisa de conhecimento em várias áreas, desde questões técnicas como tirar sangue mais facilmente e outras, até entendimentos de sintomas e outras questões médicas.

Tratar um paciente com uma doença pulmonar, por exemplo, apresenta desafios próprios e muito diferentes de atuar na emergência.

Qual área da enfermagem é a ideal para você?

Agora que já vimos a importância da especialização dentro do setor, é hora de entender qual área da enfermagem é a ideal para você. Confira algumas sugestões abaixo!

Terapia Intensiva

A área de terapia intensiva é aquela que recebe os pacientes que necessitam maior cuidado e atenção. Eles ficam nas UTIs e CTIs dos hospitais ou Santas Casas das cidades brasileiras, além de serem divididas por especialidades (nos casos das UTIs, claro). Agora com a pandemia do novo coronavírus, por exemplo, são os enfermeiros dessas unidades que estão lidando diariamente com os pacientes que foram infectados pelo vírus.

Para atuar na área, é preciso muito conhecimento para resolver crises imediatas, mas também excelente dedicação e empatia. Além disso, é essencial ter a capacidade de superar emocionalmente o fato de que muitos pacientes vão morrer, uma vez que é uma especialidade em uma área de muito risco.

Enfermagem Cirúrgica

A área de enfermagem cirúrgica é aquela em que os profissionais são auxiliares e dão apoio ao time médico que executa procedimentos cirúrgicos. Dentre suas funções, estão a preparação de materiais e serviços usados na sala de operação.

O enfermeiro com essa especialização deverá agir de maneira a ajudar em tudo que os médicos necessitarem na ala cirúrgica. Por isso, é um cargo de muita pressão, já que um segundo de vacilo pode fazer uma diferença de vida ou morte. Além disso, é um setor que necessita de muito conhecimento técnico para ser bem realizado.

Enfermagem Geriátrica

Um enfermeiro formado pode optar por fazer uma pós-graduação em geriatria para poder se especializar no atendimento a idosos, que necessitam de atenção intensiva. Essa especialidade peque que os profissionais tenham grande capacidade de empatia, paciência e atenção, já que os pacientes são todos com idade avançada e, nem sempre, agem da maneira correta.

O profissional também precisa de conhecimento profundo de fisiologia e anatomia humana, de maneira a poder atuar da melhor forma possível no atendimento. Dentre as suas opções de mercado de trabalho, estão os hospitais, mas principalmente as casas de apoio e lar de idosos, além de trabalhar diretamente na casa de algum paciente.

Enfermagem em emergência

A área de emergência é uma das mais complicadas e que mais exige do enfermeiro. Em situações normais, ele pode atender casos simples e situações que não são de grande pressão. No entanto, é muito comum que apareçam casos mais graves, como os de acidentes, ferimentos à bala e muito mais. Por causa disso, o enfermeiro precisa de muita frieza e a capacidade de lidar bem sob pressão, além de conhecimento profundo para funcionar como um curinga capaz de atuar em casos de todos os tipos.

Esses são apenas alguns exemplos das possíveis especializações na área de enfermagem. É importante entender que cada uma delas pede por um tipo de perfil de profissional, além de apresentar diferentes desafios. Antes de focar os seus estudos em uma delas, faça uma análise e veja se você é adequado para o trabalho e se gosta desse tipo de função, já que provavelmente a fará pelo resto da sua carreira.

E aí, aprendeu qual área da enfermagem é a ideal para você? Deixe um comentário dizendo qual delas parece mais interessante para o seu perfil!