O Guia Definitivo de Como Otimizar Seus Estudos em Cursos Online - Blog do Educamundo

 BLOG

Cursos online e o mundo

Você em constante revolução

cursos online e ensino de qualidade
 Equipe Educamundo  04/07/2016

O Guia Definitivo de Como Otimizar Seus Estudos em Cursos Online

Quando estamos na escola ou na faculdade temos os horários específicos para cada disciplina. Ou seja, o horário de estudo para as aulas já estão pré-determinados, o que temos que fazer é apenas aparecer na hora certa e prestar atenção. Contudo, as coisas mudam de figura quando temos que estudar em casa.

Fazer os exercícios que ficam como tarefa de casa já exige de nós e o mesmo acontece quando temos que estudar por conta própria, como quando fazemos algum curso online, mas em um nível diferente. A autoaprendizagem é uma dentre várias metodologias de estudo, e estudar sozinho significa poder contar com sua motivação e organização, já que depende apenas de nós mesmos. Por isso, escrevemos esse guia definitivo de como estudar de forma otimizada para você saber por onde começar e o que fazer. Leia todas as nossas dicas e aplique-as no momento dos seus estudos.

Escolha um lugar/horário calmo

Uma das coisas mais importantes para quem vai estudar em casa é fazê-lo em um lugar calmo. Temos que fazer isso porque a concentração é a chave para reter conhecimento e não conseguimos nos concentrar em um local barulhento e cheio de distrações sonoras. Por isso, se possível, separe um cômodo de sua casa para ser o local em que você irá estudar.

Quando você faz esse movimento, acaba por ter um pouco mais de controle sobre aquele ambiente escolhido. Além disso você já demarca um objetivo para aquele espaço e não o transforma em um local com distrações que podem atrapalhar seus estudos. Se a possibilidade de separar um lugar na sua casa para estudar não existir, então tente escolher um horário em que não haja barulho no ambiente em que você está.

Faça um esforço e acorde mais cedo caso pela manhã sua casa seja mais tranquila. Se na parte da tarde os ânimos no seu lar estão mais amenos, separe esse horário para ler os seus textos e fazer os exercícios. A parte da noite é quando há mais silêncio? Você pode aproveitar esse período também. Lembre-se, porém, de não adentrar a madrugada. Estude apenas até uma hora que te permita ter uma boa noite de sono.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Atente-se à iluminação, circulação do ar e sua postura

Não precisamos negar que quanto mais tempo estudamos, mais o corpo pode ficar cansado. Ler e fazer exercícios pode não ser uma atividade que exija tanto do seu físico, mas o cérebro também faz seu organismo ficar cansado quando estimulado por muito tempo. Por isso, é importante fazer com que seu ambiente de estudos seja adequado para essa atividade. Assim você consegue desenvolvê-la de uma maneira mais produtiva.

A iluminação é um dos pontos que deve ser observado. Procure utilizar luminárias que deixem sua mesa mais clara. Além de o ambiente como um todo ser bem iluminado, você deve dar mais atenção para o local em que seu caderno está. A luz direcionada evita sua fadiga visual. Para que seu corpo também não fique cansado rapidamente, o lugar em que você estuda precisa ter uma boa circulação de ar. Não faz bem ficar em um ambiente fechado, que o ar não consegue entrar.

Outro aspecto que deve prestar atenção é sua postura. Quando começar a estudar, pode não perceber que isso é um problema, mas à medida em que o tempo passar, você vai entender que não faz bem ficar tanto tempo sentado em uma cadeira qualquer e com o computador somente sobre a mesa. Por isso, o indicado é que sua cadeira te dê a sustentação necessária e que também seja confortável. Outra dica é utilizar um apoio para a leitura.

Existem diversos instrumentos criados com a finalidade de “segurar” o tablet para você, por exemplo. Assim, você pode escolher entre colocá-lo sobre a mesa ou não e alternar esse movimento. Muitos desses dispositivos já vêm com um apoio, mas é sempre bom pesquisar maneiras de deixa-lo ainda mais à altura dos olhos. Isso é importante porque quando o tablet está apoiado, a posição em que seu corpo permanece permite que sua cabeça fique menos inclinada, o que evita desconforto na região da nuca.

Além disso, não estude na cama. Muitas vezes não conseguimos separar um cômodo apenas para estudar e temos que fazê-lo em nosso próprio quarto. Isso não é um problema, de maneira alguma. Contudo, tenha consciência de que você não deve estudar em cima da cama. Se estiver cansado, pense no motivo: é a cadeira? Se sim, troque por outra. É por que você está estudando há muito tempo? Melhor fazer uma pausa. A cama não tem uma espacialidade boa para que você mantenha a concentração, então fique longe dela.

Corte tudo o que pode te distrair

Quando for o momento de estudar, você tem que estar ciente de que precisa se comprometer com aquilo. Por isso, corte todas as distrações possíveis.

  • Desligue a televisão na tomada para que não seja tão fácil ligá-la apenas com o controle remoto;
  • Consegue salvar o material do seu curso online no computador ou no tablet em que vai estudar? Então desligue o WiFi – o modem mesmo! – para não ficar tentado a dar uma olhadinha nas notificações;
  • Não quer desligar o celular porque pode receber alguma ligação importante? Faça o seguinte: deixe o aparelho longe de você, assim, se ele tocar, você precisará se levantar para atender e não precisa ficar com ele na mão;
  • É recomendável manter uma garrafinha com água perto de você para se hidratar, não faça o mesmo com a comida. Ela pode tirar seu foco mais do que você imagina;
  • Se você for estudar em casa e seus familiares estiverem presentes, avise-os de que vai estudar. Assim eles sabem que não devem te procurar a não ser que seja realmente necessário.

Para cada pessoa pode haver mais coisas que a distraiam, então fique sempre atento quanto a isso. Se perceber que alguma coisa passou despercebida e que aquilo tem potencial para tirar sua atenção dos estudos, pense em alguma maneira de contornar essa situação.

Faça um cronograma de estudos

Não interessa se você tem muita ou pouca coisa para estudar: é sempre necessário fazer um cronograma dos seus estudos. Assim você fica mais focado e traça objetivos para serem cumpridos. Estudar sob demanda, ou seja, somente quando algo de importante começa a aparecer pelo caminho, é uma péssima maneira de se organizar. Antes de sentar para estudar se pergunte: “o que tenho que cobrir hoje?” ou “o que devo priorizar nesse momento?”.

Isso ainda é mais indispensável quando vai estudar para várias disciplinas diferentes ou para diversos cursos que esteja fazendo. Dessa forma, você consegue dar a atenção necessária para tudo o que deve ser estudado, sem aumentar ou diminuir a importância de algo. Para facilitar, faça um cronograma que abarque dois dias. Quando acabar de fazer o que se propôs, sente-se e faça um novo cronograma.

O objetivo é você conseguir programar tranquilamente uma semana inteira e fazer um novo quadro de organização no final ou início de cada uma. Fazer um cronograma de um mês pode ser uma boa maneira de otimizar todas as horas que irá estudar, mas imprevistos podem acontecer, então recomendamos criar um cronograma que cubra no máximo quinze dias de estudos.

Não estude tanto tempo sem parar

Às vezes temos tanto para estudar que sentamos e cobrimos uma grande quantidade de informações em um tempo longo. É bom não deixar pendências e estudar tudo o que você necessita, mas não faz bem fazer isso de uma maneira ininterrupta. Isso faz muitas pessoas procurarem cursos online que dão certificados rápidos, o que não é a melhor decisão a se tomar. É necessário ter em mente que estudar também cansa e você deve sempre dar uma pausa para respirar, usar o banheiro, comer alguma coisa ou mesmo olhar seu celular.

Para você fazer isso sem sentir que está deixando de estudar de forma otimizada, existe uma técnica amplamente utilizada. Chamada de Pomodoro, ela funciona da seguinte maneira: a cada 25 minutos estudando, você para por 5 minutos para descansar. Quando a pausa terminar, volte a contar 25 minutos. A cada vez que completar quatro ciclos de 25 minutos, sua pausa é mais longa e dura 30 minutos. Assim você estuda e não deixa de dar um descanso necessário para seu cérebro.

Depois de aplicar o básico dessa técnica, você pode mudá-la de acordo com seu objetivo. Por exemplo, estudar por 50 minutos e depois fazer uma pausa de 10 minutos. Esse tempo é livre e você pode gastá-lo da maneira que quiser. Ao aplicar a Técnica Pomodoro, faça um levantamento de quanto tempo você acredita que gastaria naquela tarefa. Assim você começa a pensar de uma maneira mais metódica e otimiza seu tempo da melhor forma possível. Alie essa técnica ao seu cronograma e perceberá como seus estudos ficarão mais organizados.

Faça resumos, anotações

Estudar não é somente ler os textos necessários e fazer os exercícios que são passados, é também criar modos de lembrar o conhecimento que você adquire durante aquelas horas. Quando fazemos atividades, as informações são postas em prática e é uma maneira de lembrar o que estudou, mas nem sempre você terá tempo para fazer mais exercícios ou procurar alguns novos na internet, por exemplo. Por isso é importante fazer seus próprios resumos.

Ao final de cada tópico estudado, faça um pequeno resumo para você guardar e poder consultar posteriormente. Não deixe para escrever apenas ao final de uma grande lição, porque dessa forma você pode deixar escapar vários pontos importantes. Juntamente com o resumo, faça anotações. Elas são pequenos lembretes de você para você mesmo. Por exemplo, após ler sobre determinado assunto, enquanto faz o resumo, deixe algumas notas pelo texto caso julgue alguma informação muito importante. Crie um esquema seu, puxe setas, escreva “Lembrar disso” ou “Procurar mais sobre esse aspecto” nos pontos que te chamarem atenção.

O resumo funciona como um apanhado de tudo o que estudou e as anotações dão dicas para você não se esquecer do que julgou essencial. Outra maneira de se fazer um resumo é grifar ou sublinhar as partes importantes de um texto. Algumas pessoas preferem reescrever porque sentem que desse jeito o conhecimento fica mais presente, mas outras não. Então escolha que técnica é melhor para você. Contudo duas dicas indispensáveis devem ser levadas em consideração.

A primeira é que se você escolher por sublinhar o texto, não faça isso com todas as informações. É comum encontrarmos pessoas que grifam páginas inteiras, mas ao fazer isso, não se está fazendo um resumo. É necessário julgar o que você pensa poder te ajudar e caso acredite que uma página inteira é importante, prefira fazer um resumo do que sublinhar frases e mais frases.

Já a segunda dica é que você mesmo deve resumir sua matéria. É muito fácil encontrar na internet resumos variados sobre tudo e por mais que eles também possam te ajudar, não foram feitos por você. Quando fazemos um resumo de próprio punho, temos mais controle sobre o que queremos nos lembrar. A partir do momento em que lemos o resumo de outra pessoa, essa decisão é retirada de nossas mãos e não poderemos confiar tanto naquilo.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Faça uma revisão

Terminou de estudar tudo? Fez seus resumos, anotações, os exercícios e ainda otimizou seu tempo com a Técnica Pomodoro? Então chegou a hora de fazer a revisão. Se você fez resumos ou sublinhou o que havia para estudar, leia-os. A revisão não é o momento de estudar desde o início tudo aquilo que viu, mas sim uma última lida nos pontos importantes. Além disso, revise os exercícios. Passe por todos, principalmente por aqueles que te deram um pouco mais de dificuldade para resolver. Procure algum exercício parecido na internet, por exemplo, para fixar o conhecimento.

Faça esse movimento de revisão a cada matéria vista e não em todos os tópicos estudados. O objetivo é que você consiga fazer isso de uma forma geral, que apenas assente em sua cabeça todo o material consultado.

Coloque algumas dessas diretrizes em prática

Começar a estudar por conta própria pode ser desafiador, por isso essas diretrizes são tão importantes. Talvez você já faça algumas dessas coisas que falamos em nosso post, o que significa que está no caminho certo. Caso não faça nada do que falamos, coloque algumas delas em prática da próxima vez que for estudar. Com o passar do tempo você conseguirá aplicar todos os tópicos que apresentamos. Assim seu ambiente e a forma como você organiza seus estudos serão otimizados. 

e-book cursos online

 

Baixe o e-book
Otimizando Seus Estudos 
Aprenda a otimizar seus estudos através da neurociência e outras ferramentas 
É grátis!

   

 

 

  

 

Já aplica alguma dessas técnicas no seu dia a dia? Fale nos comentários como isso te auxiliou a ter mais foco nos estudos. Se tiver alguma dúvida, comente para que possamos te ajudar.

Colunista

Equipe Educamundo

 

.

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

PROMOÇÃO TERMINA EM . INSCREVA-SE AGORA MESMO E GANHE 100 PONTOS. INSCREVA-SE

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r