Segurança do Trabalho é o nome dado à compilação de ações, normas, procedimento e medidas preventivas que devem ser adotadas como forma de proteção à integridade e saúdo do trabalhador em seu ambiente de trabalho. Seu objetivo é diminuir os riscos de acidente de trabalho e de doenças ocupacionais.

O ambiente de trabalho pode ser responsável por uma série de adversidades que prejudicam a saúde das pessoas e geram graves acidentes. Independente da função, todos estamos expostos a riscos, logo, é essencial pensar em maneiras que visam prevenir e minimizar ao máximo tais ocorrências, deixando o perigo bem longe. Após uma série de estudos e pesquisas a respeito dessas situações, foram criadas normas fundamentais para resguardar os trabalhadores em geral. Elas fazem parte de um ramo bem específico, conhecido como segurança do trabalho.

Essa é, atualmente, uma das áreas que tem se destacado no Brasil, chamando atenção de muitas pessoas, justamente porque é pertinente a toda empresa que deve seguir suas regras e pensar em conceitos que vão muito além do uso de equipamentos. É preciso usar procedimentos profissionais e boas práticas sempre, para tornar esse ramo totalmente efetivo em qualquer lugar. 

Graças a campanhas e métodos que visam proteger as pessoas de condições de risco, esse campo está popular e inspira diversos indivíduos a segui-lo. Por isso, tanto para quem é estudante quanto aqueles que buscam se especializar, fazer um curso de segurança do trabalho pode ser muito proveitoso. O assunto está em alta e, felizmente, hoje em dia há muitos cursos online e materiais fundamentais que ajudam a entender tudo que o permeia.

Se você está interessado em conhecer os principais aspectos e desbravar tudo que é pertinente para se tornar um técnico em segurança do trabalho, preparamos este artigo para tirar as principais dúvidas. A base é o Curso Online Segurança do Trabalho – Fundamentos Essenciais, um material de excelência do Educamundo que serve como um verdadeiro guia para sua carreira. Preparado?

O que é segurança do trabalho?

Bom, o nome já diz muita coisa. Segurança do trabalho trata-se de todas as práticas e medidas desenvolvidas para minimizar acidentes, doenças e quaisquer situações que coloquem em risco a integridade física e capacidade mental do trabalhador. Inerente a toda empresa, é formada por um conjunto de métodos e normas que devem ser seguidos sempre, por isso, se engana quem pensa que é uma área simples e básica, muito pelo contrário. Trabalhar com segurança do trabalho denota muita análise, estudo, pesquisas e observação.

Segundo o Ministério do Trabalho, ''a área de segurança e a saúde no trabalho visa proteger e prevenir riscos e danos à vida e à saúde dos trabalhadores, através de políticas públicas e ações de fiscalização''. Sendo assim, necessita da ação de vários profissionais atuando juntos: técnicos, engenheiros, médicos, enfermeiros, entre outros.

Essa equipe multidisciplinar, como é chamada em muitos locais, deve trabalhar em associação com a CIPA, Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, o principal apoio quando se trata do tema e que conta com membros relacionados aos direitos e deveres de empregados e empregadores. É por meio dessa comissão que as normas regulamentadoras da segurança do trabalho são fiscalizadas e analisadas, com o objetivo, claro, de prevenir o máximo qualquer tipo de acidente e adversidade.

Os conceitos essenciais para entender o que é segurança do trabalho devem ser dominados por uma pessoa que deseja atuar no ramo, independente do local e do serviço prestado. É por isso que fazer cursos online com certificado sobre o tema é fundamental. Não abra mão da compreensão total desses quesitos e comece a se qualificar com os melhores cursos EAD da área, propostas flexíveis que deixam qualquer pessoa pronta para atuar em diversas empresas. 

O que é acidente de trabalho?

Se a segurança do trabalho tem como base evitar os acidentes de trabalho, também é primordial ao campo de profissionais envolvidos na área saber como esses eventos são definidos.

De acordo com o artigo 19 da Lei 8.213, de 24 de julho de 1991, ''acidente do trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, ou pelo exercício do trabalho do segurado especial, provocando lesão corporal ou perturbação funcional, de caráter temporário ou permanente''. Nesse caso, segundo o portal da Previdência Social, pode causar um afastamento simples por tempo determinado, a perda ou redução de uma função essencial para a capacidade do trabalho e até a morte do indivíduo.

Infelizmente, os riscos existem em qualquer local que uma pessoa esteja, seja na própria empresa, em uma viagem de negócios ou no caminho de casa para o trabalho. É claro que algumas ocupações são mais perigosas, porém, qualquer trabalhador pode sofrer uma adversidade executando qualquer função, desde ser atingido por um maquinário ou estrutura como sofrer com problemas posturais devido a uma atividade de esforço repetitivo. Logo, essa observação é inerente a um técnico de segurança do trabalho, que precisa verificar todos os aspectos no local em que atua.

curso online segurança do trabalho

E no Brasil, acontecem muitos acidentes de trabalho?

Segundo uma pesquisa da Associação de Magistrados da Justiça do Trabalho da 1ª Região, divulgada pela Agência Brasil, ocorrem mais de 700 mil acidentes de trabalho no país por ano. Esse número, considerado alarmante, coloca o Brasil na quarta posição nesse quesito no mundo, atrás apenas de China, Índia e Indonésia. Para um especialista entrevistado pelo portal, o problema, porém, não é a legislação brasileira. Há diversas leis regulamentadoras que, na teoria, são suficientemente rigorosas. O problema é a pouca fiscalização e a falta de cumprimento dessas leis em muitos lugares.

Dica: quer saber como ser um bom técnico de segurança do trabalho?

Estude bastante, qualifique-se com um curso online de segurança do trabalho, por exemplo. Lembre-se que além dessa opção você também pode contar com cursos complementares para técnico em segurança do trabalho. Aqui no portal há duas ótimas opções:

  • NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade
  • CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

A construção civil é o setor em que mais acontecem acidentes de trabalho por aqui. Sabia que nas obras das Olimpíadas do Rio de Janeiro morreram 11 pessoas? Pois é, para a Organização Internacional do Trabalho (OIT) esse número é péssimo e mostra o quanto o Brasil ainda precisa crescer na área de segurança do trabalho para dar fim a essas tristes estatísticas.

Embora uma pesquisa recente divulgada pelo jornal O Globo revele que o número de acidentes sofreu queda de 14% em 2015, especialistas consultados pelo periódico são pragmáticos ao afirmar que o motivo foi mais a recessão econômica atual – em que muita gente ficou desempregada – do que as práticas de prevenção em si. Sendo assim, não há nada a comemorar.

Explanar esses dados é fundamental para que os interessados em começar a fazer um curso de segurança do trabalho estejam cientes dos desafios que enfrentarão na função, tendo em mente o objetivo de mudar essa realidade. Pense que é preciso fazer a diferença e a capacitação é o primeiro passo para isso. Portanto, devore os materiais sobre o tema e informe-se fazendo cursos a distância que ajudarão bastante em sua formação.

Além de se tornar um profissional engajado e exemplar, você fica atualizado e por dentro das especificações dos órgãos fiscalizadores. Assim, elimina riscos e impede que uma empresa seja punida pela falta de conhecimento em usar equipamentos necessários ou colocar as normas de segurança do trabalho obrigatórias em prática. Os riscos estão aí, e mudam de acordo com a função e o ambiente, logo, é fundamental ter uma visão geral desse tema e suas principais peculiaridades.

Quais são os principais riscos?

A norma regulamentadora número 5, que trata da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, e tem como base a Portaria número 3.214 do Ministério do Trabalho, define como risco no ambiente laboral cinco situações – que devem ser consideradas e destacadas pelos profissionais de segurança e saúde do trabalho:

Riscos de acidentes

São os fatores que colocam o trabalhador em situação vulnerável a se acidentar, afetando sua integridade física e psicológica. Os principais exemplos, nesse caso, são máquinas e equipamentos sem proteção, armazenamento inadequado de materiais perigosos, probabilidade de incêndios e eventos fora do comum, entre outras adversidades.

Riscos ergonômicos

Refere-se aos riscos que interferem nas características psicofisiológicas do trabalhador, causando desconfortos e ameaças à saúde, como postura inadequada, repetição de atividades, levantamento de peso, esforço além da conta, excesso de trabalho e monotonia.

Riscos físicos

Um acidente de trabalho pode afetar o trabalhador fisicamente quando ele está exposto a certos perigos como radiações, vibrações, ruídos, calor, umidade, frio e pressão.

Riscos químicos

São os produtos, agentes, compostos ou substâncias químicas que podem penetrar no organismo da pessoa por vias respiratórias, por ingestão ou através da pele. O primeiro caso é o mais comum, quando o indivíduo inala gases ou vapores danosos, por exemplo.

Riscos biológicos

São agentes que causam doenças graves e proliferam no ambiente de trabalho, tais como bactérias, fungos, vírus e parasitas em geral.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Ato inseguro x condição insegura

É importante deixar claro que existem duas situações em que os riscos no ambiente de trabalho são latentes. A primeira é o ato inseguro, aquele que a pessoa tem consciência de que está infringindo uma regra e colocando em risco sua segurança - por ela mesma ou sob ordem de um chefe - ,como subir em um telhado, mexer em fiações elétricas sem equipamentos necessários, adentrar em locais inseguros, dirigir sob alta velocidade, entre outros.

Já a condição insegura é caracterizada por algo dentro do ambiente que oferece risco aos funcionários: máquinas sem manutenção, instalações elétricas inacabadas, materiais cortantes espalhados pelo chão, etc. Nesse aspecto, dá para entender porque a indústria e construção civil são as áreas que mais causam acidentes e necessitam de uma análise aprimorada.

Portanto, quem começa a fazer um curso de segurança do trabalho tem boas chances de atuar nesses setores específicos, que são fortes no país e estão presentes nos mais diversos locais. Obras e fábricas não faltam por aqui, por isso, muitos projetos pedem profissionais capacitados. É nesse contexto que é bom entender a importância de estudar para dominar tudo sobre o que é segurança do trabalho e como agir em diversas situações.

Você pode fazer diversos cursos online com certificado para estar sempre atualizado sobre as normas e regras, condições e ações necessárias para ser um técnico, médico, engenheiro, enfermeiro e profissional de excelência nesse ramo. Os cursos EAD são essenciais para um conhecimento amplo e essencial para dar um upgrade em sua carreira.

O que são normas regulamentadoras?

As normas regulamentadoras da segurança do trabalho fazem parte do conjunto de práticas inerentes a essa área que incluem diversas ações necessárias para o bem-estar dos trabalhadores, da higiene até aspectos ambientais. Atualmente, com base na Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e no Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho – DSST, que planeja, coordena e fiscaliza as ações e condições em todos os ambientes, são descritas 41 normas regulamentadoras primordiais.

Conforme já explanamos aqui, a legislação brasileira a respeito desse aspecto tem vias teóricas excelentes, com todos os termos claros. O problema, como acontece em vários âmbitos, é coloca-los em prática. Muitas empresas não levam a sério e ainda não compreendem a importância da segurança do trabalho, embora essa área esteja amparada e assegurada por vários decretos.

É importante saber também que ocorrem sempre atualizações em grande parte das normas regulamentadoras. No ano passado, a CIPA informou as principais mudanças em 7 NRs, publicadas pelo Diário Oficial da União e que foram consideradas imediatamente pelo corpo de segurança do trabalho de todas as empresas.

Para conhecer essas normas passo a passo e suas descrições, você pode investir no Curso Online Segurança do Trabalho – Fundamentos Essenciais, um dos cursos online mais renomados sobre o tema. Nesse guia, interessante para sua certificação e objetivos profissionais, você entenderá como o ambiente influencia e revela muitos riscos que precisam ser prevenidos e acabados para que acidentes não ocorram. Alternativas práticas e eficientes, os cursos a distância são ótimos para um profissional que quer sempre ficar por dentro de tudo que ocorre na segurança do trabalho.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Qual o campo de atuação?

O campo de atuação de um profissional de segurança do trabalho é muito vasto. Todos os locais que necessitam de funcionários e pessoas nas mais diversas atividades devem contar com um técnico em segurança do trabalho, engenheiros, médicos e enfermeiros ligados a essa área.

Sendo assim, é papel desses membros tanto orientar os gestores de recursos humanos, líderes, encarregados e os próprios trabalhadores quanto às melhores práticas de execução de suas funções, quanto promover campanhas, palestras, treinamentos e campanhas a respeito dos riscos e prevenção de acidentes. Médicos e enfermeiros vão além e realizam consultas, avaliações, tratamentos gerais de ferimentos, exames admissionais e periódicos, além de orientações quanto à precaução geral para afastar doenças e adversidades similares.

Se você quer ser um técnico em segurança do trabalho e investir de vez nesse ramo, saiba que dá para atuar em praticamente todas as empresas das mais variadas esferas sociais, da construção civil à mineração, dos hospitais às corporações de telecomunicação, comércios, indústrias, alimentos, da agricultura e estatais em geral.

Como me especializar em segurança do trabalho?

Depois de saber o que é segurança do trabalho e todos os detalhes desse ramo que está em ascensão e é cada vez mais necessário no Brasil, com certeza você está animado para ser um profissional e se especializar. Para isso, há muitas opções interessantes.

Fazendo cursos online, você conta com o melhor material a respeito das peculiaridades e características da área, à disposição no Curso Online Segurança do Trabalho – Fundamentos Essenciais e em outras alternativas informativas e modernas do Educamundo. Essa base é essencial para valorizar seu currículo.

 A vantagem de fazer esse e os mais de 1200 cursos EAD do portal é que você investe um valor único de R$ 69,90 e tem acesso à plataforma por um ano. Além de segurança do trabalho, você pode estudar todos os cursos online com certificado de sua preferência, para realmente se tornar um profissional diferenciado e de destaque.

Tudo sobre Segurança do Trabalho:

  • O que é segurança do trabalho? É a definição do conjunto de medidas administrativas, técnicas, médicas, comportamentais e educacionais cujo objetivo é minimizar e eliminar qualquer procedimento inseguro no ambiente laboral.
  • Para que serve segurança do trabalho? Para prevenir acidentes e doenças do trabalho, doenças profissionais e condições inadequadas e seguras para o exercício da função de cada trabalhador.
  • O que faz um técnico em segurança do trabalho? Identifica, avalia e controla possíveis situações de risco às quais os trabalhadores possam estar/ser expostos. Planeja e executa programas de treinamento em segurança; orienta sobre o uso dos EPIs (equipamentos de proteção individual) e EPCs (equipamentos de proteção coletiva, implementa ações corretivas, entre outras funções.
  • Quanto ganha um técnico em segurança do trabalho? O piso salarial do técnico em segurança do trabalho varia de acordo com o Estado – entre R$1.900,00 e R$ 2.500,00. Mas esse é o piso básico, inicial, sem os adicionais e benefícios.
  • O que é engenharia de segurança do trabalho? Trata-se do curso de graduação que forma profissionais engenheiros em segurança do trabalho, com registro profissional no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

Siga o exemplo de mais de 200 mil alunos: inscreva-se agora no Educamundo e comece a pensar no seu futuro. Se especializar e modernizar nas áreas que gosta é fundamental e os cursos a distância são ótimos para esse objetivo. Assim, você se torna referência e ajuda a tornar o Brasil um país com cada vez menos acidentes de trabalho – essa deve ser a meta do profissional de segurança do trabalho sempre.

Gostou do artigo? Comente e compartilhe com amigos. Até mais.