Home / Blog / Psicologia / Psicologia Junguiana e o tratamento de problemas emocionais
psicologia junguiana Psicologia

Psicologia Junguiana e o tratamento de problemas emocionais

  • Por: Elia Macedo
  • 16/12/2020

O que é psicologia junguiana e como o método pode ajudar em condições como depressão e ansiedade e na saúde emocional como um todo? 

Bem, trata-se da psicologia analítica, definição dada por Carl Gustav Jung, psiquiatra suíço, para definir a sua abordagem para interpretar a mente humana.  

O termo foi para distinguir seu método de psicanálise utilizado por Sigmund Freud.  

Mas o que a psicanálise de Jung tem de tão importante e especial?  

Abordamos esse tema neste artigo. Continue lendo e descubra como a  psicologia analítica pode ajudar em diversas situações de cunho emocional.  

O que é a psicologia junguiana? 

Essa vertente da psicologia é direcionada à compreensão da mente humana em suas complexidades e experiências pessoais.  

Uma de suas premissas é de que enquanto nos desenvolvemos como seres humanos, alguns aspectos de nossa personalidade podem ficar reprimidos por não atenderem às expectativas que os outros criam sobre a nossa pessoa.  

Dessa forma, acabamos perdendo nossa essência individual e desenvolvendo condições e sintomas de infelicidade, depressão e ansiedade.  

Essas conclusões são parte do que Jung conseguiu explorando o consciente e o inconsciente como um todo. Segundo Jung, que as pessoas são influenciadas por fatores inconscientes que estão além de seu controle, formando um inconsciente coletivo. 

Além disso, o método também considera o inconsciente pessoal, que tem nas experiências vividas pelas pessoas potenciais eventos, sobretudo da primeira infância, que causam impacto na psique.  

Como surgiu a psicologia analítica? 

Você sabe que a psicologia analítica surgiu após Jung se desentender com Freud? Pois é!  

Jung defendia bravamente as teorias de Freud contra a reação hostil da comunidade médica da época em relação à psicanálise. Apesar disso, ambos discordavam a respeito da natureza e do papel do inconsciente — o que alicerçou o método junguiano após cada um seguir se caminho.  

Como o método junguiano pode ajudar na saúde emocional 

A terapia junguiana pode ajudar o indivíduo a compreender e a enfrentar processos relacionados à sua saúde emocional. Veja alguns desses possíveis problemas: 

Depressão e ansiedade  

Dois transtornos que caminham de mãos dadas e que podem ser desencadeados um pelo outro.  

A depressão pode ter tanto manifestações físicas como causar uma série de alterações químicas no cérebro. É uma doença que acomete milhares de brasileiros atualmente.  

A condição pode ser desencadeada por quem enfrentou alguns tipos de traumas, como desemprego, doenças, luto etc.  

A ansiedade, por sua vez, é aquele “frio na barriga” ou medo quando vamos encarar alguma situação nova ou que nos tira da nossa zona de conforto. No entanto, pode prejudicar tanto uma pessoa a ponto de ela nem conseguir fazer suas tarefas cotidianas.  

Os sintomas de ansiedade mais comuns são: 

  • preocupações, tensões ou medos exagerados, sem a capacidade de relaxar; 

  • sensação contínua de que algo ruim vai acontecer; 

  • medo extremo de algum objeto ou situação; 

  • medo exagerado de ser humilhado publicamente; 

  • falta de controle sobre os pensamentos ou atitudes; 

  • pavor depois de uma situação muito difícil. 

Transtornos alimentares 

Padrões de beleza ou exigências sociais podem desencadear problemas como bulimia ou anorexia. A “pressão” para ter um corpo magro e se encaixar na sociedade ou em um trabalho (por isso transtornos alimentares são bastante comuns entre modelos) pode levar as pessoas a um caminho de difícil volta.  

Transtornos alimentares também podem levar à compulsão por comida e como consequência, obesidade.  

Nesses casos, a psicologia analítica vai abordar três fases muito específicas: a autoconsciência, a transformação e a atualização. Dessa maneira, é possível ver o que está na parte mais inacessível do inconsciente e transformar para iniciar uma mudança.  

Além disso, a terapia junguiana pode também ser aplicada para: 

  • promover o autoconhecimento; 

  • passar por fases de apatia e desânimo; 

  • passar por períodos de frustração; 

  • passar por problemas no relacionamento afetivo; 

  • ajudar a trabalhar a mente quando se tem pensamentos negativos em relação a tudo e a todos; 

  • ajudar quando há a sensação de que se está preso nos mesmos comportamentos, sobretudo nos que causam infelicidade; 

  • ajudar a passar por momentos de mudanças significativas na vida, sejam no campo afetivo, social ou profissional; 

  • ajudar a encontrar um propósito de vida, para quem busca um sentido mais profundo de viver; 

  • ajudar em momentos em que a sensação é de que se está “perdido” e sem saber o que fazer.  

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:




Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Como funciona a terapia da psicologia analítica? 

O trabalho entre paciente e terapeuta acontece em conjunto a fim de reencontrar o caminho para a essência do paciente.  

O terapeuta analisa o significado por trás das conversas ou respostas, o que está nas entrelinhas, além do óbvio. Ele tenta encontrar o simbolismo por trás das queixas e situações descritas pelo paciente. O paciente, por sua vez, entra em uma jornada de autoconhecimento.  

É importante salientar que não há regras rígidas ou caminhos concretos nessa terapia. Ela acontece conforma as necessidades do paciente surgem. Assuntos tratados em uma sessão podem ser resgatados em outra que não necessariamente a seguinte, e podem ser analisados sob um diferente ângulo.  

O que a psicologia analítica defende é que cada paciente tem uma maneira única de ser tratado, de ter sua sessão conduzida. O terapeuta vai seguir o caminho que perceber que tem mais chances de sucesso.  

O objetivo central é o paciente entender o que o leva a ter alguns tipos de comportamentos, sentimentos e emoções, e compreender as dinâmicas inconscientes por trás deles. Dessa forma, será possível transformar o modo como se relaciona consigo mesmo e com o mundo.  

Que tal fazer um curso de Psicologia Analítica? 

O Educamundo tem o Curso Online Psicologia Analítica, uma ótima opção para quem quer dar os primeiros passos na aprendizagem teórica da psicologia junguiana.   

Por apenas R$ 69,90, você tem acesso ao Pacote Master, que tem mais de 1.200 cursos online com certificado opcional, durante um ano inteiro.   

Além do curso de psicologia analítica, há vários outros títulos disponíveis em várias áreas. São mais de 1.200 opções, basta encontrar o que melhor contempla seus objetivos.   

Não deixe para depois: faça sua matrícula agora mesmo e estude online, a qualquer dia e horário e de onde estiver. 

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque