A sonoplastia em sentido amplo é toda e qualquer comunicação utilizando sons, sejam ruídos, fala ou música. Em sentido estrito a sonoplastia é sinônimo de efeitos sonoros, aplicada principalmente na locução, sendo o sonoplasta responsável por realizar efeitos especiais e fundos sonoros em emissoras de rádios e produtoras.

Compreender tudo sobre sonoplastia é o objetivo de muitas aspirantes à profissão de radialista e demais interessados. Mas, afinal, o que faz um sonoplasta? Qual sua relação com locução e como é feita a abordagem dessas funções para diferentes mídias? Bom, somente a junção da música e efeitos sonoros com a palavra falada em várias peças já diz muita coisa sobre a convergência dessas funções. Para entender melhor, preparamos um guia perfeito para você se familiarizar e conhecer cursos online relativos a esses temas tão atrativos.

Muitas pessoas procuram por um curso de locução ou um curso de sonoplastia para entender o que essas áreas fazem e, mais que isso, se estão diretamente relacionadas. De modo geral, para quem quer atuar no universo radiofônico e demais vertentes, torna-se necessário compreendê-las a fundo, reconhecendo as diferenças, características e objetivos.

Recorrer a um bom curso online é o primeiro passo, por isso apresentamos neste artigo o Curso Online Locução e Sonoplastia, do Educamundo, estruturado com módulos completos e explicativos. Esse é um dos melhores cursos a distância correlatos a esse campo, visto a pouca variedade de cursos online referente a essas pautas.

Com as informações dispostas neste texto e todo este conteúdo, você pode tirar todas as suas dúvidas e decidir se essas áreas são ideais para seus planos profissionais, afinal, locução e sonoplastia vão muito além do que é conhecido popularmente.

Guia da profissão:

  • O que o sonoplasta faz? O sonoplasta ou design de sons é responsável por realizar os efeitos sonoros especiais e todo o tratamento do audio, arranjos, escolha de trilhas sonoras e, em muitos casos, atua como locutor em emissoras de rádio e televisão.
  • Como fazer sonoplastia com objetos? Fazer sons com objetos é uma habilidade do sonoplasta aprendida em efeitos sonoros, para isso utiliza-se de materiais simples como papelão, caixas, plásticos, fios de metal, ferro, copos, entre outros, com isso é possível reproduzir sons como trovões, chuva, temporais, de suspense, etc.
  • O que faz o sonoplasta de teatro? O sonoplasta é responsável pela trilha sonora e os sons de fundo no teatro, como exemplo as gargalhadas, musicas de terror e sons de suspense que ambientalizam e criam uma atmosfera de envolvimento e expectativa no público.

Locução para rádio

Quando pensamos em locução, logo vem à cabeça o clássico narrador de rádio, aquele que anuncia programas, vinhetas, notícias e realiza as mais variadas ações dentro desse veículo de comunicação massivo. A interação com os ouvintes e convidados é o que mais chama a atenção, independente da segmentação, por isso esse profissional precisa ser carismático, saber se expressar e ter uma voz marcante.

Existem muitos tipos de locutores de rádio, embora um único especialista possa usar sua versatilidade em diversos produtos. Sobretudo, aqui no Brasil, é comum vermos narradores de jogos esportivos em peças publicitárias, locutores de anúncios fazendo entrevistas e, mais que isso, muitos migrando para outros meios comunicativos – a TV é um ótimo exemplo.

O rádio ainda se apresenta como um veículo em destaque para muitos públicos, principalmente como meio informativo, aquele que instiga a audição do espectador e precisa dar informações claras, fáceis de interpretar. O horário nobre do rádio é relativo ao "horário de pico": início da manhã e fim da tarde, períodos no qual muitas pessoas querem informações sobre trânsito, as notícias do dia e outros dados interessantes. Isso sem falar em todo o horário comercial, em que está presente no cotidiano de comércios, bares e da rotina de muitos ouvintes em si.

Segundo a última Pesquisa Brasileira de Mídia realizada pela Secom em 2016, o rádio é um dos meios de informação e entretenimento mais consumidos pelos entrevistados, sobretudo quando estão realizando outras atividades (trabalhando, comendo, realizando afazeres domésticos, etc.).

É importante salientar essa importância do rádio para que você perceba o quanto um programa deve ser bem estruturado, com um trabalho primordial realizado tanto pelo locutor responsável quanto pelo sonoplasta e demais colaboradores. Se na locução é preciso ter o domínio da pauta e trabalhar a voz constantemente, quando se trata do som, é essencial que os efeitos sonoros sigam os padrões estéticos delimitados pela atração, considerando duração, altura, timbre, intensidade, entre outros fatores.

Para ficar claro o que é sonoplastia, seja no rádio ou em outro veículo: trata-se da comunicação pelo som, seja um ruído, música ou fala, que servirão de apoio ao programa principal. Todos os efeitos que são editados para a formação de um filme, um esquete, novela, peça teatral, entre outros produtos, fazem parte da sonoplastia.

Logo, locutores e sonoplastas trabalham sempre juntos. Alguns especialistas definem até que o sonoplasta é o apoio do narrador ou que o narrador tem em sua voz uma das ferramentas de trabalho utilizadas pelo sonoplasta. De qualquer forma, ambos são responsáveis por um trabalho muito valorizado em todo o campo da comunicação.

Vale lembrar que, de modo geral, o sonoplasta é tratado como operador de áudio em muitos casos, inclusive na TV e no cinema. Em nosso curso online você pode entender melhor sobre o que faz um sonoplasta e quais são suas principais funções, além de um guia completo sobre o que é sonoplastia.

Cursos relacionados que podem te interessar:

1. Linguagem radiofônica e televisiva

Tanto as linguagens radiofônicas quanto televisivas já fazem parte da cultura humana, sendo estes os dois veículos de comunicação mais preponderantes há tempos. É claro que a internet e os meios digitais mudaram muitos cenários, porém não deram fim a esses meios, ao contrário, abraçaram suas ferramentas garantindo uma grande convergência.

A TV ainda é disparado o meio informativo mais apreciado pelos brasileiros, possuindo mais da metade da população que consome informação (63%, de acordo com a pesquisa da Secom), um espaço que abre caminho para diferentes rotinas tanto nas atividades do locutor quanto do sonoplasta. Tais panoramas podem ser encarados de uma forma complexa ou básica quando comparamos a TV com o rádio:

  1. no rádio, muitos programas já são pré-editados, porém há diversas atrações ao vivo, que pedem improvisação e uma total sintonia entre locutor e operador de áudio. Como é um meio essencialmente auditivo, as pessoas tendem a se atentar categoricamente nesses aspectos.
     
  2. na TV, o visual pode ajudar a "mascarar" esses recursos, contudo é fundamental se atentar na sincronia de áudio com vídeo, na questão da fala em relação com a imagem, entre todos os efeitos sonoros em si. A dificuldade está em programas ao vivo e situações que demandam trabalho em tempo real, a exemplo do rádio.

Perceba que nas duas linguagens há dificuldades e benefícios, portanto cabe aos profissionais se moldarem a cada veículo e entenderem suas peculiaridades. Há diferenças consideráveis, por isso é indicado que a qualificação em um curso de locução ou um curso de sonoplastia sejam feitos com foco em rádio, TV ou outro mecanismo (como o teatro, por exemplo) de acordo com as características de cada um.

A dica preliminar é apostar em cursos online com certificado que explanem os pontos principais de cada um deles, para ajudar os principiantes a definirem qual campo lhe é mais conveniente. Em muitos casos, os cursos a distância também deixam o profissional cada vez mais atualizado e versátil, não é à toa que estão cada vez mais populares.

2. Locução esportiva e de entretenimento

Podemos citar um exemplo tradicionalíssimo quando se trata de locução e sonoplastia para rádio e TV: esporte e entretenimento. Seja de futebol ou de qualquer outra modalidade, programas voltados a esses nichos rendem muita audiência às emissoras em ambos os veículos. Se na TV o espectador visualiza os jogos, no rádio há a percepção pelo som, o imaginário que também atiça suas emoções.

Não é por menos que os maiores locutores brasileiros provém desse meio. De acordo com Luiz Roberto De Múcio, atuante nos dois veículos, o narrador esportivo deve tomar pequenas decisões em um curto espaço de tempo durante as duas horas que fica ao microfone. É um trabalho que demanda muita disciplina e concentração, porém muito prazeroso.

Do mesmo modo está a sonoplastia voltada ao esporte, ligada a todos os efeitos que servirão de auxílio ao locutor durante a transmissão. Se na TV muitos passam despercebidos, no rádio são essencialmente perceptíveis. Um exemplo é a junção de comerciais em meio ao programa, vinhetas e demais aparatos que são usados para "quebrar a tensão", distrair e relaxar o ouvinte.

Com esses exemplos práticos, você entende melhor o que é sonoplastia e como é aplicada à locução. São duas funções totalmente relacionadas, por isso formulamos o Curso Online Locução e Sonoplastia para que você compreenda os dois segmentos. Aproveite o melhor dos cursos online para se qualificar em diversos campos voltados à comunicação e ao audiovisual.

locução

3. Produção de Radiojornalismo

O jornalismo aplicado ao rádio demanda profissionais com amplas competências para prestar uma informação de qualidade ao ouvinte. A necessidade de lides e pautas prévias é primordial e deve ser recorrente até mesmo em momentos de improviso, para notícias de última hora ou na interação com o espectador em si. Simplicidade, clareza e concisão também são aspectos a considerar.

O narrador voltado ao radiojornalismo deve trabalhar em conjunto com uma ampla equipe de produção de jornalistas, incluindo os repórteres que também entrarão no programa como apoio. Já o sonoplasta deve saber quando serão realizados cortes, adicionados efeitos, divisão exata de uma pauta a outra, ou seja, seguir as orientações prévias do diretor responsável.

É sempre bom lembrar que as atividades de radiojornalismo são massivas e no estilo "hard news", ainda mais no horário nobre do rádio. Devem-se incluir todos os assuntos e explicá-los seguindo técnicas de locução aprimoradas constantemente – do trabalho com a voz à interpretação de textos, entre muitas outras demandas.

Quer uma dica legal? Realize o curso online voltado ao radiojornalismo e fique por dentro das tendências desse cenário.

4. Fundamentos e técnicas de locução em TV e apresentação de telejornal

Uma boa locução é essencial ao rádio, mas é importante lembrar que suas técnicas também devem ser aprimoradas com foco na televisão e nas mais diversas rotinas voltadas a esse meio audiovisual, sejam trabalhadas pelos apresentadores, repórteres e demais colaboradores. A narração de uma matéria, por exemplo, também deve seguir algumas estratégias. O mesmo vale para o cinema, seja nas narrações em meio à produção ou no processo de dublagem.

No caso da TV, podemos verificar duas situações comuns:

  1. no jornalismo, o processo de locução ou fica a cargo do próprio jornalista ou de um narrador radialista especializado, que não necessariamente precisa ser graduado na área. No caso, ele "empresta sua voz" ao programa e conta com o apoio da produção.
     
  2. no entretenimento e outras vertentes – a locução para TV além do jornalismo, no caso – é convencional que atores sejam locutores, até como método de identificação do público ao perceber que tal voz é familiar, assim como o próprio apresentador do programa, por exemplo.

Fique atento: comece a prestar atenção nas narrações de matérias e apresentações de TV, avaliando cada segmento e como acontece. Da mesma forma, perceba como é o trabalho sonoro dessas peças para ter noção da função do sonoplasta.

Nos cursos online do Educamundo, nosso setor pedagógico utiliza conceitos teóricos e práticos para que o aluno tenha uma aula de sonoplastia e locução totalmente estruturada e completa, com os melhores guias e materiais essenciais ao seu aperfeiçoamento.

5. Locução na Publicidade

Para entender tudo sobre sonoplastia e locução é importante destacar também suas funções no campo da publicidade, um mercado com amplo crescimento e com várias nuances. Do renomado ao popularesco, é formado por estratégias clássicas e também inovadoras, presentes em produções independentes e em requintadas peças voltadas às mídias tradicionais.

O locutor publicitário deve ser persuasivo e carismático, por isso que nesse segmento é comum muitos profissionais que também são atores, justamente porque essas técnicas contribuem positivamente para fazer anúncios, campanhas e variadas propagandas em geral. A ideia é que o público reconheça a voz por trás de uma marca. Quantos produtos e serviços você identifica apenas ouvindo o narrador falar no comercial? Pois é.

Todavia, não adianta ser um locutor experiente e prestigiado se a estrutura da peça publicitária é ruim. Inclui-se, nesse caso, o roteiro, a direção, e claro, a sonoplastia, que precisa "casar" com a voz e abordagem, utilizando efeitos e música de modo harmônico. O som é um elemento de estimulação de sentidos, e em muitas abordagens será preponderante na lembrança do espectador, nessa associação com marcas e decisão de compra – que é o objetivo principal nesse contexto.

Que tal? Conheça mais sobre os fundamentos essenciais da publicidade em nossos cursos online com certificado. É um ótimo conteúdo auxiliar à aula de sonoplastia e locução, ideal para te deixar ainda mais qualificado para o mercado.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

6. Locução para web rádio, podcasts e novas mídias

Não dá para deixar de lado as novas mídias quando se trata de todo esse universo da locução e sonoplastia. Tal assunto também tem amplo destaque em nossos cursos a distância, afinal, os aspirantes e profissionais atuantes devem se atentar a todas as tendências digitais e suas novidades. 

A convergência do rádio com a internet criou o conceito de web rádio, um serviço de streaming de áudio e tecnologia de transmissão em tempo real bastante democrático, que abriu portas para muitos produtores independentes. Além disso, as emissoras de rádio convencionais também começaram a investir nessas plataformas, criando páginas personalizadas e até com conteúdos exclusivos para o ouvinte que está online.

Os podcasts também surgem como boas ferramentas digitais relacionadas ao mercado de locução e sonoplastia. Mesmo com uma estrutura ainda vista como versátil e livre, muitos canais investem em recursos mais sofisticados visando otimizar a experiência com os espectadores. Isso demanda, claro, profissionais de locução, conhecimento em tudo sobre sonoplastia e produção altamente competente.

A internet abre muitas portas, mas também há normas padronizadas. Embora o custo para montagem de uma web rádio seja relativamente baixo em relação à tradicional, cabe saber que a transmissão do material de terceiros depende do pagamento de direitos autorais, segundo regras estabelecidas por lei e pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).

Em uma perspectiva global, é possível afirmar que a internet e seus canais também podem ser vistos como um campo de trabalho para locutores e sonoplastas. Nesse contexto, é interessante que todo curso de locução e curso de sonoplastia tenham materiais referentes a esse meio tão abrangente e necessário.

7. Locução, sonoplastia e tudo sobre essas funções em cursos online

Nosso objetivo com este artigo foi mostrar um pouco sobre as múltiplas funções de um locutor, o que faz um sonoplasta e como o trabalho desses dois profissionais está relacionado, um conteúdo pertinente aos estudantes de vários campos da comunicação, aspirantes à área e até para radialistas que buscam atualização e aperfeiçoamento.

Se você gostou do texto, ficará ainda mais impressionado ao estudar o Curso Online Locução e Sonoplastia, que possui manuais excelentes com tudo sobre sonoplastia, técnicas de locução e uma infinidade de temas pertinentes. Realize esse curso online com total autonomia e liberdade, quando e onde quiser, sem alterar sua rotina de compromissos.

Ao se inscrever no Educamundo, você tem acesso a mais de 1200 cursos online com certificado de 23 áreas distintas. Todo o conteúdo do Pacote Master fica a sua disposição por um ano inteiro, basta investir uma taxa única de R$69,90. Não há mensalidades e você ainda pode se capacitar com muita qualidade, aproveitando todas as vantagens dos melhores cursos a distância do mercado. Matricule-se e comece já!

Sobre o estudo da profissão:

  • Para ser um bom sonoplasta é preciso unir estudo e prática, é fundamental aprender a trabalhar com efeitos sonoros, mesa de som e também sonoplastia de objetos. Bons cursos online podem ensinar as formas de realizar, contudo, é importante adquirir os equipamentos e praticar.
  • No curso de sonoplastia e locução o aluno estuda técnicas de mixagem e mistura de músicas, inserção de fundos musicais, adequação de volume, intensidade e sons, como audios e ruídos impactam nos sentimentos e os principais sons utilizados em emissoras de rádio, televisão, teatro e cinema.
  • Primeiros socorros é o atendimento imediato e temporário à pessoa ferida ou que acometida por mal súbito aplicando processos básicos de emergência como massagem cardíaca ou manobra de profilaxia com o objetivo de manter os sinais vitais da vítima até o momento da chegada do atendimento.

O que achou do nosso artigo? Está animado para iniciar uma excelente aula de sonoplastia e saber tudo sobre locução? Conte pra gente. Esperamos que tenha gostado, até mais.