Home / Blog / Educação / Inovar na educação: dicas e exemplos de projetos
Inovar na educação Educação

Inovar na educação: dicas e exemplos de projetos

  • Por: Equipe Educamundo
  • 26/07/2022

 

Por que inovar na educação é tão importante?

Para começar, a inovação é essencial para a sociedade moderna. É fundamental para qualquer setor e na educação não é diferente. 

Aliás, inovar na educação é crucial para atender a um novo perfil de aluno, com uma ampla vivência digital, ágil e mais propenso a mudanças. 

Na verdade, essa inovação tem que acompanhar não somente esse novo aluno, mas também as mudanças no mercado, nos recursos tecnológicos e na sociedade, de forma geral. 

Por isso criamos este artigo que traz um pouco sobre esse tema, que também é tratado no Curso Online Projetos e Inovação na Educação, de nosso portal. 

Acompanhe e aproveite os insights!

Inovar na educação: um novo olhar sobre os projetos escolares

Os projetos escolares são a forma de promover um conhecimento mais aprofundado acerca de um tema. Eles envolvem questões relacionadas aos assuntos trabalhados em aula, na forma de situação-problema, cujo objetivo é encontrar uma solução. 

São os projetos escolares que unem a teoria à prática, e permitem uma abordagem sobre diferentes saberes, vinculados ao contexto social e à realidade. 

Os projetos escolares são ótimas formas de inovar na educação e de promover a participação ativa dos alunos. Dessa forma, eles desenvolvem o conhecimento por meio de um trabalho elaborado e contínuo, que é baseado em discussões e hipóteses levantadas por meio da utilização de recursos para atingir o propósito.

O papel do professor na inovação em projetos educacionais

É bem óbvio, mas é importante enfatizar que o professor é uma das peças-chave para a inovação na educação. 

Junto com ele, precisamos frisar a importância do papel do diretor escolar e do coordenador pedagógico, que, em um trabalho colaborativo, criam os projetos que serão trabalhados no ano letivo. 

Além disso, o professor é também quem aplicará o que foi planejado, orientará e acompanhará o processo de desenvolvimento dos projetos, servindo como um mediador do conhecimento. 

Por isso que é preciso falar sobre a capacitação desse profissional e, também por isso, que nosso portal desenvolveu o Curso Online Projetos e Inovação na Educação, para ajudar professores a inovar na educação. 

O que não pode faltar em um bom projeto de inovação escolar?

O que define um bom projeto de inovação? Bem, para começar, o mais importante: que seja atrativo ao aluno. 

Além disso, ele pode ser baseado nesses pilares:

  • agilidade: o professor deve adotar metodologias que facilitem a produtividade. Por exemplo, não cansar e desanimar os alunos com um projeto grande, que pareça complexo. Em vez disso, ele deve “quebrar” o projeto em pequenas partes que, ao final, monte o projeto inteiro;

  • comunicação: é imprescindível estabelecer uma linguagem clara, com comunicação constante sobre o andamento do projeto. Todos saem ganhando quando o canal de comunicação fica aberto e o professor recebe e peça feedback; 

  • investigação e curiosidade: aqui é importante a elaboração de um trabalho que prenda a atenção do aluno, que o instigue a pesquisar e se aprofundar no assunto;

  • planejamento: determinar objetivos com clareza e prazos é fundamental para um bom andamento, além de não deixar o projeto se arrastar e fazer os alunos perderem o interesse.

É importante ressaltar que projetos inovadores incluem o envolvimento de equipes multidisciplinares. Essa integração é importante para que o aluno compreenda contextos reais, em que disciplinas são aplicadas em conjunto para resolver problemas e encontrar soluções. 

Como elaborar um projeto escolar inovador?

Os passos seguintes ajudam na elaboração de um projeto escolar inovador:

  1. Escolha um bom tema: o tema precisa ser interessante e despertar a curiosidade do aluno. Para isso, defina com a equipe o que pode atrair a atenção dos alunos e quais aspectos mais relevantes para eles trabalharem;

  2. Conheça bem o assunto antes: pesquise, investigue e levante possibilidades de trabalho, assim como de soluções que alunos poderão encontrar. Liste possíveis desafios e consequências, para decidir se o projeto é viável;

  3. Faça um brainstorming: promova um debate e reunião de ideias sobre o tema. Dessa forma, fica fácil orientar e apoiar os alunos na construção do projeto;

  4. Crie, com os alunos, o plano de ação: inclua o projeto no currículo e calendário escolar. Depois disso, junto com os alunos, delegue as atividades e tarefas, defina cronograma, reúna materiais necessários, fale sobre como o trabalho será avaliado e o que as equipes ganharão. Pode ser nota, claro, mas aproveite o momento e torne tudo mais atrativo: use a gamificação para distribuir nota. por exemplo: fez a primeira etapa do projeto e entregou com antecedência, ganha vidas (ou energia) que ao final, pode somar pontos a mais na nota. Considere que os alunos vivem esse meio, dos jogos, em que cada ação tem um resultado, positivo ou negativo, e use isso no trabalho;

  5. Explique a execução: apresentar a proposta aos alunos e iniciar os trabalhos, acompanhando e apoiando seu desenvolvimento;

  6. O término: com o projeto finalizado, é hora da apresentação. Defina como será feita, se será para a turma ou para outras turmas etc. 

Para finalizar,não esqueça de registrar tudo. Imagens, anotações, vídeos…tudo é válido para depois montar um arquivo sobre o desenvolvimento da atividade.

Exemplos de projetos escolares inovadores 

Não tem como falarmos sobre inovação em projetos escolares sem falar no uso da tecnologia. 

Por isso, vamos dar alguns exemplos de trabalhos que podem ser feitos com esse recurso:

  • Documentário: pode ser escolhido um tema especialmente para que os alunos criem um documentário. Dessa forma, precisarão fazer bastante pesquisa, elaboração de materiais e uso de recursos de vídeo.

  • Jornal escolar: apesar de um jornal não ser exatamente uma inovação para muitos, a geração que está atualmente na escola pode nem ter uma noção de como funciona o jornalismo, por isso, essa pode ser uma boa ideia de trabalho. 

  • Podcast: já na realidade da nova geração, os podcasts podem ser uma forma de engajar e de fazer os alunos discutirem sobre temas importantes — e aprenderem no processo.

  • Filmes curtos: cinema, história e atualidades podem dar ótimos resultados e engajar os alunos. Sugira a reconstituição de fatos históricos ou a criação de filmes com assuntos atuais.

Esperamos que tenha gostado das dicas! Que tal conhecer mais sobre essas técnicas e conhecer outras ideias que vão fazer os seus alunos aprenderem e desenvolverem em sua aula? 

Conheça nosso curso Projetos e Inovação na Educação. Suas aulas não serão mais as mesmas, você vai conhecer dicas de como criar um projeto educacional inovador, insights sobre como as escolas podem desenvolver projetos inovadores, o que não pode faltar em um bom projeto de inovação escolar e muito mais. 

Comece hoje mesmo a melhorar as suas aulas!

SIM! EU QUERO O CURSO

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque