A história do Brasil é repleta de períodos conturbados, mudanças políticas e disputas sociais, fazendo com que seja um pouco complexo de entender como tudo aconteceu e qual a relação dessas mudanças com o nosso presente. 

No artigo de hoje, vamos explicar direitinho a história do Brasil no século XX, desde a Era Vargas, até o fim da ditadura militar. Confira! 

Além disso, aqui vai uma dica: o Curso Online História do Brasil apresenta um panorama completo em que você poderá estudar toda a História do nosso país, passando pelo período de colonização no Brasil até chegar a era republicana. Nele, você terá acesso à informações essenciais que proporcionam um ensino completo a respeito de conteúdo.

Entenda a era Vargas, República Velha, suas características e suas consequências

Em 1930 Júlio Prestes foi eleito presidente do Brasil, mas não chegou a tomar posse, pois a oposição acusou que sua vitória aconteceu em virtude de esquemas fraudulentos. O assassinato de João Pessoa, então candidato a vice de Getúlio Vargas (outro candidato a presidente) também exerceu um papel importante, já que Vargas se aproveitou do fato para fazer propaganda a seu favor.

Com o Golpe de Estado de 1930, executado pelo exército, o poder foi dado a Getúlio. O que marcou o fim da República Velha. De acordo com o contexto histórico, podemos dividir o período que vai de 1930 a 1945 em três fases, são elas:

  • Governo provisório: esse governo abrange o período que vai de 1930 a 1934, sua principal característica é a centralização do poder, pois Getúlio, de modo a direcionar tudo para ele, elimina os poderes legislativos. O exército então assume o controle dos estados, muito em razão de sua participação no golpe e, sobretudo, para combater os coronéis. 
    • Como dito anteriormente, a crise mundial de 1929, afetou fortemente o mercado mundial. Em razão disso, Getúlio passou a comprar o próprio café brasileiro a fim de manter a economia forte e esse fato resultou na queima de milhões de toneladas do produto. Você talvez se lembre desse fato, pois deve ter sido citado em alguma de suas aulas de História na escola.
    • Ele também ficou conhecido como o "pai dos pobres", já que implementou o voto feminino, a proibição de diferenças salariais para um mesmo trabalho, regulamentou o setor trabalhista, concedeu salário mínimo, férias, etc. Com a pressão da revolução constitucionalista, foi instaurada no Brasil então uma nova constituição em 1934. O que marcou, de fato, o início do governo constitucional na História do Brasil.
       
  • Governo constitucional: por meio do voto indireto Getúlio Vargas foi eleito presidente da República pela constituinte, esse período vigorou no Brasil de 1934 a 1937. Essa época foi marcada pelo aumento do desemprego, a diminuição dos salários, pela miséria, fome e diversos conflitos sociais. No âmbito político, se destacou o clima de polarização ideológica, visto que os dois principais agrupamentos políticos, Aliança Nacional Libertadora (ANL) e Ação Integralista Brasileira (AIB), representavam o extremo da esquerda (Comunismo) e da direita (Fascismo) respectivamente.
     
  • Estado Novo: em 1937, se aproximava a data da próxima eleição que elegeria o novo presidente da República. Getúlio Vargas não se candidatou, pois a constituição não o permitia se reeleger, entretanto, ele já planejava dar sequência a seu governo por meio de um golpe de estado. Por esse motivo, o processo democrático brasileiro que se iniciou em 1934 foi abruptamente interrompido.
    • Getúlio ainda fechou o Congresso e as Assembleias Legislativas e também acabaria com os partidos políticos. Em 1945, o Estado Novo chegou ao fim devido ao desgaste do governo vigente, já que Vargas renunciou devido a uma ação militar do exército brasileiro juntamente com a UDN (União Democrática Nacional). O clima pós Segunda Guerra Mundial também era um fator determinante, já que manter um governo ditatorial naquele tempo se mostrava inviável.

Você pode aprender muito mais a respeito desse tema ao realizar cursos online com certificado, afinal, você poderá acrescer seu saber com conteúdos de qualidade. Além disso, eles apresentam inúmeras vantagens como: estudar onde e no momento em que quiser, horas complementares para a faculdade (caso a instituição permita) e muito mais.

Veja também: Colonização no Brasil: 5 curiosidades sobre esse período

República Populista: compreenda o contexto histórico desse período

O período conhecido como República Populista foi uma importante fase do Brasil República e se iniciou em 1945 com a renúncia de Getúlio Vargas. Esse período pode ser dividido em seis fases, neste tópico vamos abordar as principais características e os fatos mais importantes de cada uma delas.

  • Governo Dutra: foi o primeiro governo eleito diretamente pelo voto após o estado novo. Esse período é marcado pela implementação da constituição de 1946, a restituição dos três poderes, a maior autonomia concedida aos estados e municípios, o alinhamento político com os Estados Unidos, etc. Dutra foi presidente até 1951, quando aconteceu o retorno de Getúlio Vargas à presidência, dessa vez eleito pelo voto popular;
     
  • Getúlio Vargas: representava o retorno da política nacionalista. Esse governo foi marcado pela criação da Petrobras e a oposição ao capital estrangeiro. Enfrentando o crescimento dos movimentos populares, a imprensa "antigetulista" e as várias crises decorrentes de suas políticas, o presidente suicidou-se com um tiro no peito em agosto de 1954. Um bom curso de História pode lhe ajudar a compreender melhor esse cenário;
     
  • Café Filho, Carlos Luz e Nereu Ramos: esse foi um período conturbado da História do Brasil, afinal, o suicídio de Vargas desencadeou um clima de instabilidade no país. As constantes revoltas e manifestações acabaram por colocar esses três presidentes em um curto espaço de tempo no poder (1955 - 1956) até a eleição de Juscelino Kubitschek. O governo de Carlos Luz, por exemplo, durou menos de uma semana;
     
  • Juscelino Kubitschek: você deve ter estudado muito a respeito desse governo em suas aulas de História. Eleito presidente da República em 1955, JK, como era conhecido, foi o responsável pela construção de Brasília. O Plano de metas foi um fator determinante para o sucesso de seu mandato, que teve por finalidade o desenvolvimento do País.
    O crescimento do país durante seu governo foi inegável, conquistando importantes avanços em várias áreas, no entanto, ele recebeu muitas críticas por utilizar recursos de capital estrangeiro. Juscelino veio a falecer em 1976, vítima de um acidente de carro. Seu slogan, "50 anos em 5", é referência até os dias atuais;
     
  • Jânio Quadros: foi eleito presidente do Brasil por meio do voto direto nas eleições de 1960. O jingle de sua campanha é conhecido até hoje, o famoso: "varre, varre, vassourinha!" Durante seu governo implementou leis controversas e polêmicas, como a proibição das rinhas de galos e do uso de biquínis em praias.
    Crítico das políticas dos Estados Unidos, principalmente em relação a Cuba, tentou aproximar o governo as políticas socialistas da União Soviética. Governou por apenas sete meses e renunciou no dia 25 de agosto de 1961. Nosso portal oferece um curso de História que pode apresentar detalhadamente este panorama histórico para você;
     
  • João Goulart (Jango): estava na China quando recebeu a notícia da renúncia de Jânio Quadros. Enfrentou muita oposição, pois era visto por setores conservadores como uma possível alternativa para a implantação do comunismo no Brasil. Ainda em 1961, foi negociada a instituição do parlamentarismo, garantindo a posse de Jango, sem que ele tivesse plenos poderes.
    Entre 1961 e 1963, período que durou o parlamentarismo, o Brasil teve três primeiros-ministros: Tancredo Neves, Francisco Brochado da Rocha e Hermes Lima. Em 1963, por meio de um plebiscito (decreto aprovado pela população), o presidencialismo voltou a vigorar no Brasil, entretanto, em março de 1964, em virtude de muitas manifestações e conflitos políticos, ocorreu o golpe militar e Goulart foi deposto do poder.

Quantos presidentes da república o Brasil já teve?

A república brasileira surgiu no final do século XIX. Desde 1889, nosso país já teve 38 presidentes, desde Deodoro da Fonseca, até o atual, Jair Bolsonaro. Durante todos esses anos de república, apenas 13 dos 38 foram eleitos democraticamente pelo voto direto. 

Confira também: De 1500 a Brumadinho: conheça a história da mineração no Brasil

Aprenda o contexto histórico da Ditadura Militar no Brasil República

De acordo com o contexto histórico, a ditadura militar no Brasil pode ser descrita como a época em que o país foi governado pelos militares. Como dito no tópico anterior, com a renúncia de Jânio Quadros em 1961, o seu então vice, João Goulart (Jango), assumiu o poder. Seu governo veio a sofrer um golpe em primeiro de abril de 1964 por parte do exército, instalando o regime militar.

Para legitimar a posse de militares no poder foram feitos atos institucionais. Eles eram feitos sem a necessidade de aprovação popular e ao todo foram implantados 17 AI's (atos institucionais). O regime militar durou de 1964 a 1985, durante esse período o Brasil foi governado por cinco militares. Neste tópico, vamos abordar aspectos importantes de cada um desses governos, de modo a elucidar fatos importantes referentes à História do Brasil, são eles:

Castello Branco: primeiro general a governar o Brasil durante esta fase de regime militar. Ele foi eleito presidente da República, em 15 de abril de 1964, pelo Congresso Nacional. Durante seu governo foi autorizado o funcionamento de apenas dois partidos, o MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e a ARENA (Aliança Renovadora Nacional). Em 1967, impõe uma nova constituição ao país.

Costa e Silva: esse período durou de 1967 a 1969. Durante esse governo, em 1968, foi implementado o ato constitucional Nº 5, que concedia autonomia e mais poderes ao presidente, o que institucionalizou a ditadura militar no Brasil. O Congresso foi fechado, assim como a Assembleia Legislativa e as câmaras municipais. Sua administração foi marcada pela total falta de democracia.

Médici: conhecido como o governo mais repressor da ditadura militar, durou de 1969 a 1974. Foi marcado pela luta contra diversos movimentos e pela perseguição à imprensa, ou seja, jornais, revistas e outros meios de comunicação passaram a ser censurados. Houve ainda muitas pessoas torturadas e exiladas. Durante o seu governo o Brasil viveu um grande crescimento econômico que foi chamado de "milagre econômico".

Geisel: enfrentou um alto endividamento externo e contemplou o fim do "milagre econômico". Seu governo durou de 1974 a 1979 e, embora todas as dificuldades enfrentadas durante sua administração, foi responsável por revogar o ato institucional Nº 5 e, consequentemente, abrir espaço para a redemocratização do país.

Figueiredo: governou entre 1979 e 1985 e marcou o fim da época ditatorial no Brasil. Enfrentou uma forte crise econômica com a alta da inflação devido a dívida externa. Foi também responsável por assinar a lei de anistia política. Durante esse período também surgiu o movimento das "Diretas já", que terminou por sacramentar o fim da ditadura militar no Brasil.

Como visto, a História do Brasil é rica e repleta de acontecimentos importantes. Pensando nisso, a equipe do Educamundo criou um curso especialmente para todos aqueles que querem saber os detalhes e acontecimentos de cada época. Conheça agora mesmo o Curso Online História do Brasil e se torne um especialista nessa temática.

Leia também: Ditadura Militar no Brasil: entenda seus principais acontecimentos

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Entenda a História do Brasil: 

A história do Brasil é complexa, e cheio de fatos marcantes. Para que você entenda melhor suas fases, elaboramos um breve panorama:

  • Como foi que surgiu o Brasil? O surgimento do Brasil aconteceu a partir das aventuras dos navegadores portugueses que buscavam novas rotas para as Índias e chegaram até as terras das palmeiras, ao perceberem que, na verdade, haviam descoberto novas terras, apossaram-se delas e passaram a explorá-las, através do plantio e da mineração no Brasil. O nome Brasil é uma homenagem ao pau-brasil.

  • Como pode ser dividida a história do Brasil? A história do Brasil pode ser dividida em Brasil Colônia (1500 - 1822): com total domínio português sobre o território e sociedade brasileira através do pacto colonial; Brasil Império (1822 - 1889): marcado pelo fim do pacto colonial, mas ainda com influência da coroa portuguesa no governo do império; Brasil República (1889 até hoje): fim da influência da coroa portuguesa no governo e sociedade brasileira.

  • Qual é a história da bandeira do brasil? A bandeira brasileira foi inspirada na antiga bandeira do império, desenhada por Debret. A esfera azul-celeste e a faixa com a inscrição "Ordem e Progresso" foram inseridas no lugar da coroa imperial. Dentro da esfera está representando o céu do Rio de Janeiro com a constelação cruzeiro do sul às 08:30 do dia da Proclamação da Independência, 15 de Novembro. Os estados são representados pelas estrelas.

  • Quais são os períodos da história do Brasil? Período pré colonial (1500- 1530): o Brasil se restringe ao litoral. Economia baseada na exploração do pau-brasil. Período colonial (1530 - 1822): expansão territorial, exploração da cana-de-açúcar e do ouro. Período Imperial: independência de Portugal, exploração do café e borracha. Período republicano: república do café com leite, Governo de Getúlio Vargas, Ditadura Militar, Constituição de 1988.

Confira também: Porque a escravidão no Brasil durou por tantos anos? Entenda!

brasil república

Cursos online e suas vantagens para se aprender História do Brasil

Você já imaginou ter a oportunidade de aprender sobre a História do Brasil? Com cursos online com certificado você terá a possibilidade de estudar e se qualificar sem sair casa. Torne seu tempo disponível ainda mais flexível e se prepare para provas, concursos públicos e muito mais.

O portal oferece o Pacote Master: um conjunto de todos os cursos online disponíveis para a sua escolha. Para isso você precisará investir apenas R$ 69,90 por ano. Ou seja, não há mensalidades e por apenas esse valor, poderá fazer cursos em diversas áreas, como Administração, Direito, Saúde e muitas outras.

Está esperando o que? Acesse agora o nosso Curso Online História do Brasil! Elaboramos um conteúdo de excelência que aborda os principais pontos para que você se torne um profissional preparado e qualificado para o mercado de trabalho. As aulas de História ganharão ainda mais qualidade em uma ambiente virtual de ensino especialmente desenvolvido para o seu estudo.

Como dito anteriormente, cursos online com certificado são excelente para todos aqueles que querem estudar e se qualificar de maneira prática e acessível. Inscreva-se já! É importante frisar que o processo de certificação do portal é opcional.

Gostou do nosso artigo? Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica? Deixe seu comentário abaixo, sua opinião é fundamental para nós. A equipe do Educamundo lhe responderá assim que possível.