"As pessoas constituem o mais valioso recurso da organização. Devemos tratar as pessoas como pessoas. A organização depende de pessoas, recurso indispensável e inestimável", diz Chiavenato, um dos mais renomados autores nacionais em Administração e Recursos Humanos.

A partir dessa citação, direcionamos nosso artigo, que se baseia em tópicos de um curso de RH do portal Educamundo.

Com o conteúdo desse curso, você aprende sobre a importância da gestão de recursos humanos nas organizações, desde o recrutamento e seleção até o desligamento do funcionário.

E por que você deve se qualificar nessa área?

Com a efervescência atual do empreendedorismo, inúmeras empresas têm surgido dia após dia, sendo responsáveis por uma grande movimentação no campo de gestão de pessoas e em processos de recrutamento e seleção. O capital humano é peça-chave de uma empresa, que depende desse recurso para se desenvolver e alcançar objetivos, como lucro, maior mercado consumidor, eficiência nas atividades empresariais etc.

A área de recursos humanos é estratégica nas organizações, pois, por meio de sua gestão se busca a harmonia entre os interesses dos funcionários e da empresa, colaborando para que ambos alcancem seus objetivos e tenham uma relação de trabalho cordial e vantajosa.

Continue a leitura e saiba mais sobre essa área, assim como sobre o Curso Online Gestão de Recursos Humanos e demais opções em cursos online com certificado relacionados.

Psicologia e Comportamento Organizacional em Recursos Humanos

A Psicologia levada para dentro das organizações ajudou muito no trabalho de gestão de recursos humanos, pois ao compreender o comportamento humano se consegue alinhar melhor as políticas de gestão de capital humano com a qualidade de vida no trabalho. Um bom clima organizacional favorece um ambiente de trabalho propício ao aumento de produtividade, criatividade e inovação.

Por meio da Psicologia Organizacional entende-se as necessidades dos colaboradores além do básico (boa remuneração e benefícios, por exemplo), como necessidade de ser valorizado, reconhecido e de autorrealização.

Isso nos remete à Teoria das Necessidades Humanas, desenvolvida pelo psicólogo americano Abraham Harold Maslow e estudada em cursos online e de graduação em administração. Também conhecida como Pirâmide de Maslow, a estrutura descreve as necessidades do ser humano enquanto trabalhador e de que forma elas afetam a sua motivação.

O comportamento organizacional está diretamente ligado à cultura organizacional de uma empresa, sendo esta formada pelos seus valores, práticas, hábitos e ideais. Refere-se, de forma geral, à maneira como as coisas são conduzidas dentro da organização, como a reação de colaboradores e da empresa diante de situações diversas.

Na busca por conhecer melhor o comportamento dos colaboradores, aumentar seu bem-estar e qualidade de vida dentro da empresa, a Psicologia Organizacional contribui com formas mais saudáveis de trabalho. Aliada a Recursos Humanos, tenta proporcionar a felicidade e satisfação além do conforto que os avanços tecnológicos proporcionam.

Em nosso curso de RH, você aprenderá que a análise do comportamento organizacional pode ser avaliada em três níveis:

  • Individual: também conhecido como comportamento micro-organizacional, é considerado o perfil do colaborador, assim como sua personalidade, rendimento e maneira de trabalhar. Aqui a Psicologia atua estudando as motivações das pessoas dentro da organização e identificando as potenciais habilidade e competências do funcionário, para que sejam melhor aproveitadas.

  • Grupal: ou comportamento meso-organizacional, foca na análise dos departamentos da estruturação da empresa. A Psicologia estuda como acontece a integração entre os colaboradores, e se a comunicação é eficiente. Dessa forma, consegue apontar melhores formas de conectar as equipes para um trabalho efetivo.

  • Empresarial: ou comportamento macro-organizacional, cujo foco do estudo é na cultura, estrutura e valores da organização, uma vez que o comportamento organizacional não é formado somente pelo capital humano.

Importante salientar que quando se direciona a atenção ao comportamento organizacional se promove a melhoria dos processos de gestão das corporações. Isso facilita a função dos líderes, que conseguem antever problemas de um colaborador ou do grupo, e encontrar formas de evitá-lo.

Mudança organizacional

Outro tópico importante do Curso Online Gestão de Recursos Humanos traz o conceito e a importância da mudança organizacional. Temos que analisar, a princípio, que mudanças costumavam ter caráter esporádico, mas com efeitos da globalização e de cenários de instabilidade econômica, transformaram-se quase que em eventos rotineiros.

Apesar de necessárias, nem sempre são bem aceitas pelos colaboradores de uma corporação. Há muita resistência a mudanças, pois nem todos gostam de sair de sua zona de conforto – sem contar o medo de ser mandado embora. É nessa parte que a gestão de recursos humanos atua, ajudando as pessoas com uma transição mais tranquila possível.

As causas de uma mudança organizacional podem ter influência interna ou externa, que apontam para uma adequação às exigências do mercado. Entre essas causas, podemos citar a perda de competitividade, necessidade de proporcionar condições de trabalho melhores aos colaboradores, a procura de processos mais eficientes etc.

Mas alguns avanços obrigam as organizações a efetuarem mudanças mais constantes, como novos perfis profissionais, entrada de novos empreendimentos e de produtos concorrentes inovadores, além dos avanços tecnológicos.

A mudança organizacional pode ser planejada ou forçada, e sempre tem como objetivos a satisfação do cliente, a competitividade, geração de lucro e, principalmente, a garantia de que a empresa possa se manter – e até mesmo sobreviver.

Recursos Humanos

Tipos de mudanças organizacionais

Há três tipos principais de mudanças:

- Incremental: de fácil implementação e a mais recorrente, busca aumentar o sucesso da empresa e sua capacidade de crescimento, bem como promover melhorias e aperfeiçoar processos já existentes.

- Transformacional: ocasiona alterações significativas nos processos organizacionais, como a reestrutura interna para alcançar uma nova estratégia. A perda de posição no mercado e crises econômicas costumam causar esse tipo de mudança, que afeta a empresa por completo, de colaboradores a líderes e produto. É uma das mais difíceis de assimilar, encontrando certa resistência por parte dos funcionários. 

- Revolucionária: como o nome autoexplicativo, fica fácil de imaginar. Novo modelo de gestão, de mercado de atuação, novos objetivos e colaboradores: a organização renasce. Normalmente é implantada de forma gradual e em empresas com longa tradição, cujos processos podem até estar obsoletos (sim, essas empresas ainda existem!). É uma mudança drástica e até mesmo ousada – um verdadeiro "salto de fé".

Especialistas apontam alguns fatores que ajudam a conduzir uma mudança positiva e a definir uma mudança organizacional bem sucedida. Conheça cinco deles, que também são vistos em nosso curso de RH:

  1. Um bom planejamento para começar: o ponto de partida é quebrar o paradigma de que mudança significa ameaça. Por isso, a organização precisa focar no comportamento organizacional e preparar seu capital humano, afinal, a empresa só mudará quando as pessoas mudarem. Além disso, é preciso revisar processos, estruturas e estratégias antes de começar qualquer mudança.

  2. Empoderar os envolvidos: como dito no item anterior, os responsáveis pela mudança são os colaboradores – e eles podem engajar-se ou não ao que for imposto. O caminho não é outro senão definir líderes e trazê-los como aliados, garantindo a sua adesão ao que está sendo proposto. Como líderes, eles trarão para junto do processo os demais colaboradores. O movimento de empoderamento também visa a remoção de barreiras que possam existir entre os funcionários e a organização.

  3. Ser claro na comunicação: todo mundo reage melhor a determinadas situações quando sabe o que será feito, por que acontecerão mudanças e qual o seu papel no processo. Nesse momento é preciso ter clareza, objetividade, foco e habilidade para comunicar o que se espera do processo de transformação e evitar instabilidade no time de colaboradores.

  4. Inspirar senso de urgência: é complicado convencer pessoas de que existe a necessidade de alterações que as tirarão da sua zona de conforto. A comunicação clara, conforme dito acima, funciona, junto com a determinação de prazos e explicação sobre o senso de urgência e a seriedade do processo. Não é raro casos em que alguns perfis são afastados por não se enquadrarem nas alterações - é preciso estar atento a isso, pois quando são líderes, eles influenciam a equipe.

  5. Definir metas simples: simplificar tudo que for possível e definir prazos curtos é uma ótima estratégia para engajar o time e fazer os processos andarem de forma fluída. Vendo resultados rápidos e seus benefícios fica mais fácil motivar e envolver a equipe.

Saúde e Segurança do Trabalho

Para concluir este artigo sobre assuntos tratados em nosso Curso Online Gestão de Recursos Humanos vamos discutir sobre o tema Saúde, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente.

Falar sobre a gestão de recursos humanos ter papel fundamental nas estratégias da empresa voltadas à qualidade de vida e bem-estar dos colaboradores implica em ligá-la à saúde e segurança do trabalho.

Um departamento de RH bem estruturado tem setores de Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho, ou pelo menos especialistas nessas áreas. Seu trabalho é feito de forma a evitar a ocorrência de doenças laborais, sinistros e ocorrência de acidentes.

Veja como funciona na prática:

  • O setor de recursos humanos tem uma visão ampla do quadro funcional e identifica os riscos iminentes nas funções;

  • É de alçada dos gestores liderarem, dando exemplo de cumprimento de normas de segurança e saúde do trabalho;

  • A implementação e aplicação das normas de segurança devem ser prioridade dos dirigentes das organizações;

  • Todas as determinações a respeito da segurança de todo o quadro de funcionários devem ser divulgadas pela organização, com os gestores e o RH assegurando que sejam colocadas em prática;

  • Os equipamentos de proteção individuais e coletivos (EPIs e EPCs) devem ser providenciados pela pelos gestores e pelo RH;

  • Os funcionários precisam de treinamento, que pode ser por meio de cursos online preparatórios, para saber como suas tarefas diárias devem ser executadas, prevendo a segurança individual e da equipe.

O Educamundo tem excelentes cursos online com certificado sobre Saúde e Segurança do Trabalho que podem reforçar o aprendizado nesse assunto. A empresa pode organizar uma SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho), por exemplo, e incluir nossas opções em qualificação.

Para quem não conhece, trata-se de uma semana dedicada ao ensino e incentivo de cuidados com o ambiente de trabalho e meio ambiente, bem como sobre como ter segurança ao desempenhar suas funções.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Mercado de trabalho e dica de qualificação em Recursos Humanos

Após conhecer os tópicos de curso online, você certamente percebeu que a área de recursos humanos faz muito mais do que recrutamento e seleção. Fortemente estratégica, a gestão de recursos humanos é fundamental para o bom funcionamento da empresa e para chegar aos resultados pretendidos.

O mercado de trabalho se encontra aquecido para profissionais desse campo do conhecimento, seja como gestor, consultor ou assessor. Não podemos esquecer de quem atua como assistente ou auxiliar, que também precisa ter um conhecimento apurado sobre o setor, para desempenhar com eficiência suas funções.

Nossa qualificação também é indicada a psicólogos e profissionais de segurança do trabalho, que atuam conjuntamente com os de recursos humanos. Estudantes de Administração, Contábeis e áreas afins também são amplamente contemplados com esses saberes.

Por fim, há os empreendedores, que devem saber como funciona esse departamento para entender a importância do RH em seu negócio, independentemente do porte ou natureza da empresa.

Nossa dica é um dos melhores cursos online com certificado do mercado, o Curso Online Gestão de Recursos Humanos do portal. Ao fazer sua inscrição nesse curso, o aluno tem uma grata surpresa - já vamos contar.

Para começar seus estudos no portal, você investe uma taxa de R$ 69,90 na assinatura do Pacote Master, que tem mais de 1.200 cursos online. A surpresa é que você faz o curso que deseja e ganha acesso a todas as opções disponiveis no pacote, sem custo adicional – a ainda pode escolher certificar, pois esse é um processo totalmente opcional, de acordo com as condições de contratação.

São muitas alternativas para você enriquecer o currículo em áreas como Administração e Negócios, Informática, Marketing e Comunicação, Saúde e Bem-estar, Direito e Habilidades e muitas outras.

Inscreva-se agora mesmo e comece seus estudos para dar um up em sua carreira. Compartilhe nosso artigo com seus amigos e conhecidos, conte-nos se gostou dos temas tratados aqui. Bons estudos e até a próxima!