Diariamente as empresas precisam tomar decisões a fim de determinar os recursos financeiros necessários para sua manutenção e investimentos. Ações como fazer a administração do capital de giro; analisar e adequar o ciclo operacional e financeiro; prever possíveis problemas de fluxo de caixa; além de controlar os processos de contas a pagar e a receber são as que farão a diferença nos resultados e nas tomadas de decisão.

Cada decisão requer uma análise criteriosa e um amplo conhecimento do mercado econômico e de investimentos por parte do profissional responsável por isso. Tarefa difícil, ainda mais se considerarmos o momento econômico crítico pelo qual o país atravessa. Mas ao contrário do que se pode pensar, isso só faz aumentar o desafio de um ramo da Administração: a gestão financeira, e, é claro, do profissional que atua nessa área.

Elaboramos este artigo para lhe mostrar um pouco mais sobre o assunto, conceituando o que é gestão financeira  e o que ela pode fazer pelas empresas e todos os demais aspectos que ela envolve, como mercado de capitais, mercado financeiro internacional, orçamento empresarial e outros.

Todos os tópicos abordados aqui fazem parte de um curso online do portal Educamundo, que certamente atrairá a sua atenção, pois é elaborado com um conteúdo rico e bastante informativo, por um departamento de pedagogia atento às tendências e novidades sobre os temas.

Além disso, Finanças é uma das áreas em evidência no meio corporativo, com muitas oportunidades à disposição de quem se qualifica para esse campo de atuação. Somado a isso, há o fato de que há uma grande variedade de caminhos a seguir nesse segmento profissional. Sendo assim, cursos online com certificado se destacam como uma das melhores ferramentas para preparar esses profissionais e deixá-los aptos a disputar o seu espaço de trabalho e enfrentar os desafios da profissão.

Continue lendo o nosso artigo sobre o curso online Gestão Financeira  e inspire-se a iniciar a sua capacitação, atualização ou aperfeiçoamento, com toda autonomia e flexibilidade que somente os cursos a distância podem lhe oferecer.

O que é gestão financeira

O curso de gestão financeira tratará em seus tópicos o conceito e tudo sobre gestão financeira que dê embasamento aos demais processos que visam a compreensão de todos os procedimentos administrativos, a fim de maximizar resultados econômicos e financeiros das organizações.

Afinal, o que é gestão financeira? De forma bem resumida e de fácil entendimento, é tudo que refere a investimentos, empréstimos, financiamentos, despesas fixas e variáveis e, lucros - sendo o valor patrimonial da empresa sua maior preocupação. Gerar riquezas para um negócio é o objetivo da gestão financeira e é papel do gestor financeiro mobilizar e conduzir os outros departamentos para que se alcance esse resultado.

Conhecer tudo que envolve gestão financeira conceitos básicos é imprescindível para que um bom gestor consiga levar a organização ao sucesso e ao lucro, que é a meta principal.

O curso online Gestão Financeira disponibilizado pelo portal na modalidade de cursos a distância prevê o aperfeiçoamento da prática de gestão financeira de empresas privadas, públicas e do terceiro setor.

Continuando no item gestão financeira conceitos básicos , vamos falar sobre o papel importante que o orçamento empresarial tem em uma organização.

Orçamento empresarial

O orçamento é um instrumento de extrema importância para o planejamento e controle das operações de uma organização, independentemente de porte, da natureza ou ramo de atividade. É por meio dele que se estabelece, da maneira mais precisa possível, a forma que se espera que os negócios da empresa transcorram.

É pelo orçamento que metas são estabelecidas, a partir de uma visão clara de onde a organização quer chegar. A partir daí é feita uma série de previsões sobre o que se espera de cada setor e do mercado de forma geral. E é claro que o orçamento terá papel essencial antes de tomadas de decisões importantes.

O orçamento empresarial envolve o planejamento e estimativas de ganhos, despesas e investimentos de uma organização em determinado período de tempo – pode ser de 1 ano, 3 anos ou até mesmo uma década, como em casos de empresas de exploração e concessão.

Tipos de orçamentos

♦ Orçamento de tendências: dados históricos e fatos do passado são analisados, permitindo que se tenha o mínimo de previsibilidade. Os eventos passados serão sempre considerados como referência a valores futuros. O gestor eliminará deste orçamento as variáveis que podem não ocorrer novamente e prever outras que possam vir a acontecer em função de mudanças financeiras e econômicas.

♦ Orçamento Base Zero (OBZ): a teoria do orçamento base zero diz que os dados anteriores podem ter ineficiências. Dados passados são totalmente deixados de lado na hora de construir cenários futuros. É também conhecido como zero-basebudgeting ou Gerenciamento Matricial de Despesas (GMD)

♦ Orçamento estático ou budget: também conhecido como orçamento original. Neste tipo, as peças orçamentárias são criadas pela fixação do volume de vendas. Quando finalizado, o orçamento não poderá ser alterado e as diferenças entre o que foi orçado deverão ser justificadas pelos gestores.

♦ Orçamento ajustado ou forecast: este tipo tem como função dar ao orçamento uma opção alternativa sempre que algum ajuste no orçamento original for necessário.

♦ Orçamento flexível: visando simplificar o processo orçamentário, este tipo foi desenvolvido para que se pudesse solucionar problemas com relação a ajustes no orçamento estático. Neste orçamento, se defende que os custos devem ser separados em fixos e variáveis. Enquanto os fixos são tratados como orçamento tradicional, os variáveis acompanham o volume de vendas.

♦ Orçamento contínuo ou rolling: também conhecido como previsão contínua, ele torna o orçamento flexível, eliminando a sua característica estática. Pode ser revisado mensal, trimestral ou semestralmente, a fim de verificar o que deu certo e errado e tomar como base para a elaboração de uma fase futura.

♦ Beyond budgeting: ao adotarem este tipo, os empresários renunciam totalmente ao orçamento tradicional e optam por flexibilizar e descentralizá-lo dos gestores, permitindo que as tomadas de decisão partam também dos gerentes operacionais.

É importante lembrar que o orçamento empresarial é a garantia que planejamento estratégico dar certo ou não. Diretamente ligados, não há como planejar investimentos, aumentar a equipe de marketing ou adquirir máquinas e equipamentos, por exemplo, se não for baseado em um planejamento orçamentário. Afinal, se não for assim, como saber se haverá recursos e se serão suficientes?

Os tipos de orçamentos aqui citados são tratados de forma mais aprofundada no curso de gestão financeira  do Educamundo. Tudo sobre gestão financeira  que você precisa conhecer e aprender a aplicar está nesse curso online.

Há em nosso portal outros cursos online de grande valia para gestão financeira, como o Curso Online Derivados Financeiros e o Curso Online Administração Financeira e Orçamentária.

Mercado financeiro brasileiro e internacional

Um dos tópicos mais importantes de um curso online de gestão financeira tem como função estabelecer uma boa base no que diz respeito ao mercado financeiro brasileiro e internacional.  A gestão financeira conceitos básicos oferece esse aporte essencial na formação de bons gestores financeiros e de demais profissionais dessas áreas.

O mercado financeiro brasileiro

O mercado financeiro reúne um grupo de instituições e permite a negociação de produtos financeiros, como títulos públicos, fundos de investimentos, ações, entre outros. Essas negociações envolvem os agentes, que são os investidores e os tomadores de recursos.

Os investidores têm recursos sobrando e querem aplicá-los, os tomadores precisam de recursos além do que possuem, e costumam pegar empréstimos com terceiros. Um tem o que o outro precisa, mas como acontece esse encontro? Por meio dos intermediários: bancos, cooperativas de créditos, corretoras financeiras e de valores mobiliários etc.

Os intermediários são essenciais para que os negócios aconteçam, e para isso, cobram taxas sobre as operações nas quais intercedem. Nesse cenário se vê uma das funções da gestão financeira: buscar os melhores investimentos para as empresas, estudando formas de que não haja muitas perdas com as taxas de administração e corretagem.

Principais instituições do mercado financeiro brasileiro

Várias entidades do mercado financeiro brasileiro formam o Sistema Financeiro Nacional. Veja os principais órgãos dessa composição:

Banco Central do Brasil (BC)

Realiza as diretrizes e normas deliberadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Entre as principais funções do BC estão:

  • Cuidar da quantidade de moeda disponível na economia brasileira;

  • Fazer a emissão do papel moeda;

  • Recolher os depósitos compulsórios dos bancos;

  • Manter os níveis adequados de reservas internacionais;

  • Permitir o funcionamento de instituições financeira.

Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Regulamenta, desenvolve, controla e fiscaliza o mercado de capitais no país. É um órgão essencialmente fiscalizador, apesar disso, também tem a função de fomentar a aplicação de valores mobiliários, como debêntures, ações etc.

Instituições financeiras

São representadas pelos bancos de investimentos, bancos comerciais, cooperativas de crédito e a Caixa Econômica Federal. As bolsas de valores também se enquadram como instituições financeiras.

Subdivisões do mercado financeiro brasileiro

Apesar de um pouco complexo e de ter várias instituições financeiras envolvidas, há uma forma um pouco mais simples de entender o que é mercado financeiro brasileiro. Em nosso curso online Gestão Financeira tentamos simplificar tudo, para ficar mais fácil o entendimento e o aprendizado. Neste caso, vamos detalhar as principais subdivisões da estrutura do mercado financeiro brasileiro.

Mercado bancário

Componente importante do mercado financeiro, tem como objetivo a maximização de lucros. Os bancos atuam como intermediários financeiros, utilizam os recursos de quem investe para direcionar a quem precisa de recursos. Como forma de proteção, guardam parte de seus ativos em reservas bancárias, que são depósitos efetuados no Banco Central.

Mercado de câmbio

É o segmento que atua com a negociação de moedas estrangeiras e reúne os interessados em movimentá-las. As operações de câmbio são, normalmente, de curto prazo e são feitas tendo como intermediários os bancos e corretoras de câmbio.

Mercado de ações

No Brasil, o mercado de ações gira em torno da BM&F Bovespa, a bolsa de valores de São Paulo e a única do país. A Bolsa é responsável por ordenar o mercado financeiro de ações para que compradores e vendedores negociem suas ações. Uma ação é uma parcela (a menor) do capital social de uma empresa e tem duas subdivisões:

  • Mercado primário: as ações de determinada empresa são emitidas por meio de oferta pública ou diretamente

  • Mercado secundário: acontece uma titulação das ações, ou seja, quando os investidores vendem suas ações para outros investidores.

O que é gestão financeira

Mercado de derivativos: tipos e estratégias

Derivativos são contratos que se originam de outros ativos. Veja quais são e como funcionam:

Mercado de opções

É uma ferramenta financeira que dá ao possuidor o direito de compra ou venda de um ativo por um preço determinado até uma data específica. Para isso, ele paga ao lançador um valor x, denominado prêmio da opção, e esse será obrigado a manter o contrato ao preço acordado (strike), caso o possuidor queira.

Um exemplo de forma bem resumida: um investidor compra um “contrato de opção de compra” (chamado de call) de um lote de 100 ações por R$ 630,00, com strike de R$ 92,00. Em um cenário pessimista, se o preço da ação não passar de R$ 92,00 até a data determinada como  vencimento do contrato, não valerá a pena. Em um cenário otimista, o preço da ação sobe para R$ 102,00, por exemplo, então ele poderá exercer o seu poder de compra pelo preço acordado (strike), ou seja por 92,00, podendo, inclusive, vender as ações no mesmo instante e garantir um lucro positivo nessa operação.

O mercado de opções serve também para que os investidores protejam o capital que investiram em ações. Essa operação é chamada de hedge e protege um ativo contra possíveis perdas futuras. O investidor pode comprar quantidades de opções de venda de acordo com a sua quantidade de ações e assegura vendê-las pelo preço do contrato, mesmo que elas sofram uma baixa.

Mercados futuros

Sempre que os agentes econômicos conseguem proteger seus produtos contra as oscilações de preços. Exemplo: a venda de determinada mercadoria é acordada entre duas partes, que estipulam um preço em um período futuro. Caso haja alguma variação no preço do produto durante a vigência do contrato, as partes são remuneradas, a vendedora caso haja desvalorização e a compradora caso haja valorização.

Mercado de Swaps

Um contrato de swap é representado por dois agentes permutando fluxos financeiros. Para isso, é tomado como base a comparação de rentabilidade entre dois indexadores. Há vários tipos de swaps:

  • Swap cambial: tem a variação de alguma moeda como um dos indexadores;

  • Swap de índice: uma das remunerações tem base em um  índice de ações ou de preços;

  • Swap de commodities: um dos indexadores é fundamentado na variação de alguma commodity.

Cada tipo está atrelado à sua remuneração. Para entender como funciona o swap na prática, veja este exemplo:

A empresa A exportou suco de açaí e seu pagamento acontecerá em 30 dias. A empresa B importou artigos esportivos e também receberá em 30 dias. O pagamento de cada uma será na mesma moeda - dólar, por exemplo. Caso ocorra uma variação cambial, as duas empresas são afetadas, mas de formas diferentes. Para não ficaram expostas a cenários desfavoráveis, elas decidem celebrar um contrato de swap, trocando os riscos. Caso o dólar valorize, a empresa B terá um impacto negativo e a empresa A, positivo. Dessa forma, a empresa A paga determinada quantia para compensar o prejuízo da empresa B. Caso o dólar desvalorize, ocorre o contrário.

Parece complicado, não? Mas com os cursos online do Educamundo voltados à qualificação em gestão financeira, você ficará bem preparado para se destacar nessa área complexa e bastante desafiadora. Além disso, nossos cursos online com certificado valorizam qualquer currículo e aumentam as chances de uma boa colocação no mercado de trabalho.

Mercado financeiro internacional

Saber tudo sobre gestão financeira inclui também conhecer o mercado financeiro internacional e sua composição. Basicamente, ele se divide em três segmentos: a) mercado de capitais; b) mercado de crédito; e c) mercado de câmbio.

Mercado de capitais

Abrange os investimentos de curto e longo prazo, que por sua vez se classificam em:

  • Investimentos de portfólio: são os investimentos em linhas de crédito de curto prazo,  depósitos bancários e compra de ações na bolsa ou no mercado aberto;

  • Investimento direto: investimentos econômicos que se destinam a melhorias (ampliação e modernização) ou implantação de empresas.

Mercado de crédito

As transações financeiras - financiamentos e empréstimos – são realizadas por meio de títulos, que são vendidos de forma direta aos investidores – individuais e institucionais.

Mercado de câmbio

Envolve as transações com moedas estrangeiras e que movimentam diariamente valores muito altos, que chegam na casa das centenas de bilhões de dólares, para se ter uma ideia.

Sistema financeiro internacional

Criado na Conferência de Bretton Woods, em 1944, o sistema gerou regras para a administração econômica internacional, cujo objetivo era orientar as relações financeiras e comerciais entre os países mais industrializados do mundo.

Estiveram presentes na Conferência 730 delegados de 44 nações, que assinaram o "Acordo de Bretton Woods", em 1944. O referido tratado teve duração até agosto de 1971, quando os Estados Unidos acabaram, unilateralmente, com a possibilidade de conversão do dólar em ouro. Isso causou um colapso no sistema de Bretton Woods e tornou o dólar uma moeda fiduciária (não-conversível).

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) também foram criados durante essa conferência.

Fundo Monetário Internacional (FMI)

O FMI tem influência sobre todo o sistema financeiro internacional. Entre suas principais funções podemos citar:

  • Assegurar que o mercado de câmbio se mantenha estável;

  • Prover liquidez aos Estados;

  • Equilíbrio monetários: evitar excessivas oscilações na cotação entre as moedas;

  • Atuar como uma governança financeira eficiente.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD)

Atua com intermediador junto ao mercado financeiro para captar recursos com taxas preferenciais e repassá-las aos Estados, cobrando uma taxa de administração para isso. Devido ao dilema de ter que atuar de forma rigorosa para garantir o retorno de seus investimentos enquanto, por ser uma agência de desenvolvimento, deveria ser flexível e facilitar o desenvolvimento dos Estados, o BIRD tem voltado sua atenção para outras áreas. Tem então se dedicado a prover bens públicos, regionais ou globais e atua junto a organismos financeiros e ONGs, principalmente as voltadas ao meio ambiente.

Como você pode perceber, depois de tudo que abordamos neste artigo, saber o que é gestão financeira engloba tudo relacionado à economia e finanças, tanto do país quanto internacional. Há muito para conhecer, e nossos cursos a distância estão prontos para lhe proporcionar todo o conhecimento necessário para a sua formação profissional na área financeira.

Qualifique-se fazendo os cursos online do Educamundo

O momento para começar a dar um rumo à sua carreira é agora: inscreva-se no portal e estude com os melhores cursos online com certificado do país.

Você faz um investimento de R$ 69,90 apenas e tem acesso ao portal durante um ano inteiro, podendo fazer qualquer curso do pacote master. Não há mensalidades e nesse período você tem liberdade para fazer quantos cursos online quiser, podendo, ao final de cada curso, optar pela certificação.

Mais de 160 mil alunos já atestaram a excelência de nossos cursos, elaborados por um departamento de pedagogia engajado em disponibilizar conteúdos sempre atualizados e direcionados às necessidades dos cursistas.

Aqui acaba a nossa prévia sobre o curso de gestão financeira do portal, esperamos que tenha gostado. Compartilhe com seus colegas e amigos e deixe o seu comentário.