Administrar um e-commerce pode parecer fácil no começo, mas existem muitos setores interligados que precisam estar sempre funcionando de forma satisfatória. 

Há várias formas de gerir visando alcançar os objetivos da empresa. Para te ajudar nesse desafio, separamos um guia com 5 formas de gestão que precisam de atenção especial. Confira:

Veja dicas de como gerir um e-commerce

1. Controle de Finanças 

Todas as operações do e-commerce que envolvem dinheiro precisam ser registradas e analisadas. É essencial manter o controle das finanças da empresa.

Para melhorar o controle de finanças, sugerimos que o gestor separe custos, aplicações e resultados. Segmentando essas três ações, você precisa mapear tudo e perceber quais investimentos realmente geram um resultado positivo. 

Analisar todos os números é indispensável para uma boa administração. São eles que comandam o quanto você pode investir no negócio e o quanto você receberá em troca. 

Corte os custos que pareçam desnecessários e pense em estratégias para colocar dinheiro somente naquilo que trará um bom retorno para você. 

2. Estratégias de Marketing

Não é novidade que o marketing é a forma de gestão que mais influencia nos resultados de um e-commerce. Criar uma boa estratégia é o segredo para alavancar seu negócio. 

Existem alguns investimentos que são essenciais para o marketing de um empreendimento virtual. São elas:

  • Anúncios on-line (no Google Adwords, Facebook Ads, Instagram, Youtube Ads, etc.)

  • Marketing de conteúdo (em redes sociais e blogs)

  • Parcerias com influenciadores digitais

  • E-mail marketing 

A estratégia de marketing precisa ser muito bem pensada e detalhada. Esteja sempre atento aos fatores que trazem mais resultados para seu e-commerce, pensando em ampliar o seu alcance. 

3. Gestão de Estoque 

Prestar atenção no estoque é muito importante para o funcionamento bem sucedido da loja virtual. Ele é importante para três principais fatores:

  • Agilidade de venda:

Você precisa estar com o estoque sempre em dia e garantir que não venda o que não tem. Se precisar ir atrás de produzir/comprar um produto já vendido, o processo atrasará e o cliente ficará insatisfeito.

  • Estar preparado para eventos:

É preciso observar quais dos seus produtos são os mais vendidos e por quanto cada um é vendido.

Para então deixar o estoque preparado em dias de grandes promoções (como na Black Friday) e não deixar de vender. 

  • Queima de estoque:

É preciso também estar atento aos produtos que não são vendidos. Nesse caso, é preciso tirá-los das "prateleiras".

Aqui é recomendado programar grandes promoções que ajudem a limpar o estoque. 

4. Organização de Vendas 

O grande objetivo de qualquer e-commerce é aumentar as vendas. Para isso, é preciso ter atenção em quatro questões:

  • Informações sobre as mercadorias:

Explique cada detalhe do produto que você quer vender. Descreva ele perfeitamente e não deixe espaço para dúvidas. 

No caso de roupas - por exemplo - é essencial descrever as medidas de cada tamanho disponível. Agora, se você tem uma loja de suplementos, é preciso descrever - de forma correta - o que cada produto fará no organismo do usuário.

Não deixe espaço para nenhuma dúvida do consumidor. Informações vagas podem empacar as vendas.

  • Usabilidade da página do e-commerce:

Procure sempre estar melhorando a experiência do seu cliente. Ele precisa ter facilidade em transitar pelo seu site. 

Evite lentidões e dificuldades de visualização. Garanta também que sua página esteja otimizada para acessibilidade em qualquer dispositivo eletrônico. O cliente não deve encontrar nenhum problema. 

  • Formas de Pagamento

Um bom gestor deve garantir que seu potencial cliente não desista da compra devido a dificuldades de formas de pagamento. Quanto mais opções você disponibilizar, melhor. 

Também tenha flexibilidade em tempo de recebimento do pagamento. Permitindo parcelamento e boletos. 

  • Checkout

A efetivação da venda deve ser um processo dinâmico. Normalmente, é necessário um cadastro para garantir a segurança da compra. 

Entretanto, não peça nenhuma informação desnecessária e agilize o processo ao máximo. Também garanta que os dados do cliente fiquem salvos, para que ele só passe por essa burocracia uma vez. 

5. Logística de gestão 

Esse último item, de certa forma, engloba todos os outros que já falamos. A logística de um e-commerce se resume em pensar como o produto chegará na mão do cliente.

Então, deve-se considerar o estoque, o marketing e a venda. Além dos custos e o tempo de entrega. 

Para ter um bom processo de logística, é preciso focar em um processo de entrega eficaz. Para isso, leve em consideração:

  • Um bom gerenciamento de estoque;

  • Uma boa transportadora (que esteja sempre aberta a negociações);

  • Disponibilidade de mais de uma forma de entrega;

  • Prazos de entrega corretos;

  • Políticas de troca e devolução.

Pensar bem nesse processo logístico é a chave para uma boa gestão de seu negócio. 

Com isso, você já conhece as 5 formas que necessitam de atenção para gerir de forma eficaz um e-commerce.

Agora não há mais o que temer, coloque tudo em prática e guie o seu negócio a caminho do sucesso.