Gestão de processos é o conjunto de ações que valorizam e elevam o desempenho e os resultados da empresa. Tais ações são implementadas através da avaliação, da documentação, da execução e do monitoramento dos processos realizados em todos os setores da empresa.

Medir e avaliar o desempenho dos processos dentro da empresa só é possível graças a gestão de processos. Aplicando estratégias e utilizando ferramentas de aferição, medicação e documentação de informações e ações, torna-se mais simples mapear a realidade do cenário produtivo e tomar decisões mais assertivas, cujo foco sempre será melhor o desempenho da equipe e do negócio como um todo.

Gestão de Processos: elevando continuamente o desempenho da empresa

Em nosso post de hoje, você refletirá sobre três tópicos importantes relacionados às ações de gestão. Incluiremos em nossa reflexão aspectos sobre custos, operacional e gestão estratégica. Acompanhe e saiba mais!

1. Principais sistemas de gestão de processos organizacionais

Uma boa gestão de processos organizacionais reflete diretamente na qualidade final do produto ou do serviço. Em terminações simples, estes processos estão alinhados a algumas variações de ações sequenciais, que podem incluir insumos e materiais, maquinários, regras/normas e equipe/colaboradores

Existem dois sistemas principais de gestão de processos organizacionais: o sistêmico integrado e o hierárquico funcional. Você pode aprofundar os estudos com os cursos online com certificado opcional neste tema, ofertados pelo Educamundo.

No sistêmico integrado, a principal finalidade é a satisfação do cliente. Nesse sentido, todos os esforços são realizados para que os objetivos sejam alcançados. Aqui, vale a máxima de trabalhar o perfil polivalente do colaborador, ou seja, frequentemente ele utilizará outras competências que vão além de suas atividades funcionais primárias.

Já no sistema hierárquico funcional, cada figura é responsável inteiramente pela sua demanda. Os processos são fragmentados e o intuito não é satisfazer o cliente, mas simplificar a coordenação e cumprir metas internas.

Para optar entre os dois sistemas de gestão de processos organizacionais, o gestor deve avaliar, a priori, a relevância da experiência do cliente e a importância das metas internas, do ponto de vista operacional.

2. Quais são as etapas do processo de gestão de custos?

Outra discussão importante na gestão de processos é quando há a necessidade de gerenciar custos. É interessante salientar que, para a avaliação obter êxito, é necessário elaborar um projeto específico para a demanda.

Você sabe quais são as etapas do processo de gestão de custos? É de extrema importância conhecê-las a fim de elaborar um projeto funcional e eficaz. De forma breve, são elas:

  • definição de objetivos: delimita o propósito inicial do projeto, uma vez que as próximas etapas estarão atreladas às metas e aos objetivos propostos no início do projeto.

  • mapeamento de processos: demonstra o fluxo de atividades, de forma clara e precisa, facilitando a visualização do ponto de partida rumo a execução do projeto.

  • identificação de entradas (inputs) de modelagem: reúne informações relacionadas aos custos do processo, oferecendo subsídios para a modelagem de custos, além de resultados. Tais informações podem ser extraídas de relatórios contábeis, fluxos de caixa, sistemas de ERP, dentre outros.

  • realização de cálculos e emissão de relatórios: fornece informações necessárias para que os gestores analisem o cenário atual e avaliem as chances de que as metas relacionadas no projeto inicial sejam cumpridas. Esta função pode ser realizada por softwares específicos, descartando a necessidade de acompanhar os dados de forma manual.

  • monitoria e melhora permanente: nesta última fase, a máxima ‘’Medir — Gerenciar — Melhorar” deve ser seguida. Processos de gerenciamento de custos são voláteis e merecem atenção constante.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

3. Noções de gestão estratégica de projetos e de processos

Por fim, outro conceito que deve estar bem claro quando o assunto é o estudo da gestão de processos são as noções de gestão estratégica de projetos e processos. Dominando estas definições, o interessado consegue compreender o funcionamento da organização e, assim, adotar as estratégias de gestão pertinentes.

Diferenças entre projeto e processo: enquanto o processo é caracterizado por um conjunto de ações contínua e rotineiras, o projeto relaciona-se a uma ação temporária, com prazo pré-determinado para início e conclusão.

Processos primários: focados no contato direto com o cliente, são responsáveis por criar a imagem da empresa aos olhos dos consumidores. Portanto, são considerados os mais importantes no âmbito da gestão.

Processos de apoio: complementando os processos primários, os processos de apoio auxiliam na efetivação dos processos iniciais. Aqui não há relação declarada junto ao cliente, apenas internamente.

Processos gerenciais: os processos de gestão conferem valor aos dois processos anteriores, avaliando, aferindo e controlando as ações, de modo a conquistar o melhor desempenho nas atividades.

A gestão de processos requer ações muito bem desenhadas. Sendo assim apostar em formação extra é de grande valia para quem atua ou deseja atuar na área. O Curso Online Sistema de Gestão da Qualidade do Educamundo, por exemplo, oferece um bom subsídio sobre o assunto, clareando conceitos e processos práticos.

Inscreva-se hoje e torne-se aluno do portal que é referência em cursos online. Bons estudos e até breve!