Hipertensão arterial se caracteriza por níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias de forma constante. A pressão alta acontece quando o valor da pressão mínima se iguala ao da pressão máxima ou quando os valores ultrapassam 14 por 9, a partir desses níveis é preciso fazer o controle da pressão para evitar problemas mais sérios como infarto ou AVC.

Hipertensão arterial ou pressão alta: você sabia que essa doença é séria, totalmente silenciosa e que pode causar muitos prejuízos se não for tratada a tempo? Pois é. Muita gente ainda não se atenta aos seus perigos e só percebem quando é tarde demais. Não é à toa que, para dar fim ao diagnóstico tardio, diversos programas e cursos online estão cada vez mais voltados a essa pauta.

Hoje em dia, o objetivo é incentivar a população a verificar sua pressão com frequência, orientar sobre os bons hábitos e investir em informação de qualidade para os profissionais, em cursos para enfermeiros, médicos e auxiliares e diversos materiais com dados precisos que precisam ser estudados e divulgados. O Curso Online Hipertensão Arterial do Educamundo é um ótimo exemplo.

Conceitos iniciais:

  • O que é uma pessoa com hipertensão? A pessoa com hipertensão tem níveis de pressão alta constantes. Não significa que a pessoa hipertensa seja nervosa ou tensa, pelo contrário, pessoas calmas podem ser hipertensas. Muitos fatores vão influenciar o aparecimento da doença, é preciso estar atento aos sintomas e sinais que a pressão alta demonstra.
  • O que é hipertensão arterial sistêmica? É uma condição clínica causada por diversos fatores, caracterizada por níveis elevados da pressão arterial de forma continuada, ou seja, que se eleva repetidamente. Normalmente não apresenta sinais perceptíveis rapidamente, é uma doença silenciosa.

Por meio de cursos EAD como esse, dá para entender o que é hipertensão arterial e tudo que permeia essa doença que aflige muitas pessoas no mundo inteiro. Para ter uma noção geral, leia nosso artigo com os tópicos principais e fique por dentro. Ao final, coloque as melhores ações em prática e não deixe de apostar nos cursos online com certificado para saber tudo e até se certificar sobre um tema tão necessário.

7 tópicos para entender a hipertensão arterial

Dados gerais sobre a pressão alta

  1. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo têm pressão alta.
  2. No Brasil, de acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, são 30 milhões de indivíduos com essa doença. Pior que isso, caso não haja prevenção, até 2025 esse número pode aumentar em até 80%.
  3. A hipertensão arterial atinge mais mulheres do que homens no país, sobretudo aquelas em idade mais avançada.
  4. Mais de 60% dos afetados pela doença está na terceira idade. O que se vê, porém, é um aumento entre as pessoas mais jovens e até nas crianças – por diversos fatores, entre eles o sedentarismo e a obesidade infantil.
  5. O maior número de hipertensos se concentra no Rio de Janeiro, revela o MS. 30% dos fluminenses passam por essa condição. Já a capital com menor índice é Palmas, no Tocantins, com 15,7%.
  6. De acordo com os últimos dados do Departamento de Informática do SUS (DATASUS), o infarto agudo do miocárdio – principal consequência da pressão alta - leva 100 mil pessoas à morte por ano no Brasil.
  7. O AVC, outro mal que aparece devido à hipertensão, atinge cerca de 15 mil pessoas com idade entre 15 e 39 anos, grande parte das vezes deixando graves sequelas.
  8. O consumo excessivo de sódio (sal, principalmente) é um dos responsáveis diretos pela doença. A média brasileira é de 12 gramas de sódio por dia, muito além dos 5 gramas recomendados pela OMS.
  9. Pesquisas revelam que a pressão alta, sobretudo quando não tratada, pode reduzir o tempo de vida em até 16 anos. Por isso, é indicado se cuidar sempre e nunca deixar os bons hábitos de lado.
  10. Dia 17 de maio é o Dia Mundial da Hipertensão. Já no Brasil, é em 26 de abril o Dia Nacional de Combate à Hipertensão, data em que são realizadas muitas campanhas de conscientização.

Ficou impressionado com esses dados? Calma que ainda há muito que desvendar sobre essa doença. A seguir, vamos explanar mais informações, que podem ser aprofundadas no Curso Online Hipertensão Arterial e demais cursos na área da saúde.

Cursos relacionados que podem te interessar:

O que é hipertensão arterial?

A obstrução da circulação sanguínea nas veias que saem do coração é a principal característica da hipertensão arterial. Quando isso ocorre, a pressão aumenta, e quanto mais isso acontece, mais prejuízos o organismo pode sofrer. A grande questão é que essa doença não emite sinais muito claros, ou seja, é silenciosa. Como muita gente não tem o hábito de medir a pressão e grande parte não realiza os exames de rotina, suas consequências aparecem tarde demais.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, é ideal que a pressão esteja sempre na média 12 por 8. Quando esse número alcança 14 por 9, considera-se uma pessoa hipertensa, elevando os perigos, sobretudo quando se trata de doenças cardiovasculares.

Aspectos importantes sobre a doença:

  • Quais os tipos de hipertensão? A hipertensão pode pode ser classificada em três diferentes tipos: * Primária: não há uma causa específica, atinge de 90 a 95% da população. * Secundária: a causa pode ser temporária (gravidez ou uso de certos tipos de medicamento) ou crônica: (doenças hormonais, renais e outras). * Sistólica isolada: mais comum em idoso.
  • Fatores que causam a hipertensão: Os principais fatores são doenças relacionadas como: distúrbios da tireóide, doenças renais, consumo excessivo de bebida alcoólica, obesidade, excesso de sal, idade, gênero e etnia (homens negros), sedentarismo, tabagismo, dormir mal, altos índices de colesterol ruim (LDL), histórico de pressão alta na família diabetes e estresse.
  • Sintomas da hipertensão arterial: Os principais sintomas da hipertensão arterial são: dor no peito, dores de cabeça muito fortes, zumbidos no ouvido, fraqueza, tontura, sangramento na cavidade nasal, visão turva, sonolência, dor na parte de trás do pescoço, falta de ar, náuseas, vômitos, pulsação irregular do coração.
  • Como evitar a hipertensão arterial? Para evitar a hipertensão é importante manter o peso ideal através do IMC, hábitos alimentares saudáveis com pouco sal, frituras, embutidos e alimentos gordurosos, praticar atividades físicas regularmente, parar de fumar, evitar consumo excessivo de bebidas alcoólicas, controlar a diabetes, tomar bastante água e ter momento de descanso e relaxamento.
  • Qual é o CID da hipertensao arterial? O CID da hipertensão arterial abrange vários tipos de doenças hipertensivas e vai do CID I10 ao CID I15. CID I10 - Hipertensão primária. CID I11 - Doença cardíaca hipertensiva. CID I12 -Doença renal hipertensiva. CID I13 - Doença cardíaca e renal hipertensiva e CID I15 - Hipertensão secundária.

Os problemas no bombeamento do sangue podem ser fatais conforme o tempo. É só imaginar um entupimento em um cano – aos poucos, ele pode romper e levar a muitas adversidades. Com a pressão alta, acontece uma situação semelhante. O problema é que cada veia que deixa de circular sangue para uma parte do corpo prejudica seu funcionamento e traz mais riscos à saúde.

O entendimento detalhado de como funciona essa doença é essencial para os profissionais da área, que precisam estar orientar sempre a população para que se atente a esse mal. Por isso, vale sempre o estudo e a renovação do conhecimento por meio de cursos para enfermeiros e demais cursos a distância sobre saúde em si.

O que a pressão alta causa?

As consequências da hipertensão arterial são várias, principalmente quando descoberta tarde ou não tratada corretamente. A pessoa pode sofrer com o entupimento e até o rompimento de suas veias – conforme já alertamos – caso a circulação sanguínea seja inadequada. Esse fato aumenta gradativamente os riscos de infarto agudo do miocárdio, quando a veia se lesiona no coração; ou então à angina, que se caracteriza pela obstrução das veias coronárias e causa muita dor no peito devido ao enfraquecimento dos músculos do coração.

Outro fato grave decorrente da pressão alta é o acidente vascular cerebral (AVC), conhecido popularmente como "derrame". Isso ocorre quando uma veia se rompe no cérebro. Tão perigoso quanto isso é quando tal situação ocorre nos rins, o que leva até a paralisação de alguns órgãos. Ambos casos podem deixar algumas sequelas que prejudicam a saúde do indivíduo e obrigam a mudar totalmente sua rotina, já que em grande parte aparecem pelos maus hábitos.

A compreensão mais aprofundada sobre as consequências da pressão alta é essencial para definir tanto a origem do problema quanto para iniciar um tratamento, por isso os médicos precisam estar sempre atualizados sobre essa pauta. Felizmente, esse aperfeiçoamento ser feito de várias maneiras, sobretudo por meio de muitos cursos online de qualidade e reconhecidos pelo mercado de trabalho, como os cursos na área da saúde do Educamundo.

curso online hipertensão arterial

Como identificar?

O aferimento da pressão é a melhor e mais segura forma de identificar a hipertensão arterial. As medições podem ser feitas sempre em um posto de saúde, em farmácias ou em casa mesmo, com um medidor de pressão certificado pelo INMETRO.

O processo é simples e, como já dissemos, o número ideal deve ser em torno de 12 por 8. Caso esteja maior que isso, é recomendado consultar um médico para uma melhor orientação. E, do contrário, a pressão baixa também traz adversidades e deve ser investigada.

Como não mostra sinais logo no início, é importante realizar os exames de rotina pelo menos uma vez ao ano para saber como anda sua pressão e demais processos do organismo. Assim, dá para prevenir muitos males. A hipertensão só se mostra claramente quando alguns órgãos já estão sendo afetados ou, na pior das hipóteses, quando uma veia importante rompe.

Nessas condições, o indivíduo começa a sofrer com inchaço nas pernas, dores no peito, fadiga e cansaço excessivo, falta de ar, sangramento no nariz, fraqueza, visão embaçada e zumbido no ouvido. A partir desses sintomas, o controle deve começar urgentemente, por meio de um tratamento que deve ser seguido a risca.

É primordial salientar que cabe somente ao médico fazer o diagnóstico e o acompanhamento da pessoa com pressão alta. Logo, a automedicação e uso de receitas caseiras nunca são indicadas, já que podem levar a efeitos colaterais sérios. O profissional sempre saberá o melhor caminho a seguir e dará as melhores orientações, pois se espera que ele esteja sempre a par desse e diversos assuntos referentes à saúde, que podem ser estudados e renovados por meio de cursos online com certificado  sobre esse campo tão vasto.

E, assim como os médicos, os auxiliares também podem fazer cursos na área da saúde excelentes, em instituições sérias que prezam por um conteúdo de qualidade, como os cursos EAD do nosso portal. Com essas ferramentas, dá para ser um ótimo apoio para os pacientes e prestar informações claras e relevantes.

Fatores de risco

A pressão alta só aparece devido a alguns fatores de risco, causados principalmente pela falta de bons hábitos de saúde e demais abusos que comprometem o corpo a longo prazo. Listamos os principais deles para que você fique por dentro, lembrando que podem ser detalhados em cursos a distância dessa pauta essencial.

Estresse

Hoje em dia, todo mundo tem seus momentos de estresse, e há tempos muitos especialistas e pesquisas revelam os males que a tensão contínua causa. Conforme é latente, traz muitos prejuízos à saúde física e psicológica, como a pressão alta.

Para combatê-lo, é preciso equilibrar a rotina maçante diária com momentos de lazer e relaxamento, administrando seu tempo e sabendo a hora certa de parar de trabalhar e realizar outros afazeres. Nesta linha, o Curso Online Administrando Melhor o Tempo‍ , entre outros cursos online de bem-estar, são dicas interessantes.

Genética

Fatores genéticos também levam à hipertensão arterial, aliás, são os que mais influenciam. Pesquisas revelam que 80% dos pacientes com essa doença possuem histórico na família, seja de pais, avós ou demais parentes. Logo, se o seu pai é hipertenso, você tem 25% de chance de se tornar. Caso sua mãe também seja, o risco aumenta para 60%.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Má alimentação

O consumo frequente e desenfreado de gorduras, açúcares e alimentos pobres em nutrientes causa, além da hipertensão, outros danos graves à saúde. Quanto mais você se volta a essas alternativas e esquece as opções saudáveis, maiores são as chances das veias se obstruírem e romperem, devido sobretudo ao sobrepeso e outras adversidades.

Sedentarismo e sobrepeso

Falando em sobrepeso, quando ele é latente, muitos órgãos vitais têm seu funcionamento afetado. No Brasil, mais da metade da população não está em seu peso ideal, fato pontuado em grande parte pela má alimentação e sedentarismo.

Esses dois hábitos são perigosos não só para o aparecimento da pressão alta, mas também no surgimento de outros males, como a diabetes e diversos tipos de câncer. Por isso, é essencial aprender a comer com mais qualidade e praticar exercícios frequentemente.

Tabagismo

Fumar nunca traz benefícios, muito pelo contrário, aumenta a chance de se tornar tanto um hipertenso quanto adquirir outras doenças, como o temido câncer de pulmão.

Para se ter ideia, a Sociedade Brasileira de Cardiologia revela que, assim que um indivíduo para de fumar, sua pressão e pulsação voltam ao normal em até duas horas; 24 horas depois o pulmão já apresenta melhora em seu funcionamento; e após 1 ano o risco de infarto agudo do miocárdio reduz pela metade.

Idade

Pessoas com mais de 50 anos de idade têm 50% mais risco de ter pressão alta. Após os 70 anos, essa porcentagem aumenta para 70%. Mas, não se engane: a hipertensão arterial atinge vários indivíduos cada vez mais cedo, pontuada por esses fatores de risco que explanamos. Sendo assim, é essencial manter os exames e os bons hábitos em dia.

A questão é que, quanto mais as pessoas se atentam à saúde, esses fatores caem por terra, assim como o risco de ter pressão alta. Além de se cuidar sempre, vale a pena se informar por meio de materiais variados e confiáveis para saber o que é hipertensão arterial e outras doenças. Seja em guias oficiais, artigos de especialistas ou cursos online com certificado, sempre há ótimas fontes sobre pautas de saúde.

Tratamento

Não há cura para a hipertensão arterial, porém, após o diagnóstico, é possível controlar e realizar um tratamento eficiente. O primeiro passo para isso é mudar os hábitos de vida, além do uso de medicamentos e melhores práticas que só podem ser recomendadas pelo médico.

No mais, entre as dicas gerais para sanar a pressão alta estão:

  1. Livrar-se do sedentarismo, mantendo o peso adequado com bons hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos;
  2. Evitar o consumo de muito sal e comidas com alto teor de sódio;
  3. Aproveitar os momentos de lazer para relaxar, dando um basta no estresse;
  4. Parar de fumar e moderar no consumo de álcool;
  5. Consultar o médico e sempre realizar exames rotineiros.

Para saber mais, assista ao vídeo e confira as dicas do médico Drauzio Varella:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com esses cuidados e a atenção frequente à saúde, você mantém a qualidade de vida e pode inspirar muitas pessoas. Quanto mais estamos bem, levamos nosso próximo a seguir esses passos. Comece, aprenda com cursos na área da saúde e coloque tudo em prática.

Quem deve aprender mais sobre essa pauta?

Todos os interessados em manter a saúde em dia podem aprender sobre hipertensão arterial e uma série de assuntos sobre essa área, em especial os estudantes – para capacitação – e profissionais atuantes, para se aperfeiçoar cada vez mais. São muitos cursos para enfermeiros e especialistas em geral.

Aqui no Educamundo, além do Curso Online Hipertensão Arterial, há mais de 1200 cursos EAD sobre diversos campos. Para ter acesso a todas essas opções por um ano, basta se inscrever e investir uma taxa única de R$ 69,90. Assim, você aprende e se atualiza com os melhores cursos a distância do mercado, com conteúdos de qualidade preparados por uma equipe pedagógica exclusiva. Junte-se aos mais de 200 mil alunos e comece já.

Agora que você já sabe o que é hipertensão arterial e seus principais aspectos, conte pra gente o que achou do artigo, aproveite para compartilhar com seus amigos. Boa sorte e até a próxima.