Home / Blog / Dicas / Como ser professor universitário? Conheça o passo a passo
Como ser professor universitário Dicas

Como ser professor universitário? Conheça o passo a passo

  • Por: Equipe Educamundo
  • 30/10/2020

Ser professor é uma coisa que muitos almejam desde criança, por admirar as pessoas que estão ali, fazendo parte da sua rotina, transmitindo conhecimento e fazendo parte da jornada de estudos e formação de muitas pessoas.

Todos nós temos boas referências que marcaram diversos momentos de estudo, seja durante a infância, adolescência ou depois de adultos, algum(a) professor(a) ficou guardado na nossa lembrança com carinho. Durante a carreira universitária, o professor tem um papel essencial para os estudantes, não só de transmitir conhecimento, mas também de ser um grande apoio e ser uma referência para a formação dessas pessoas.

E como ser professor universitário? Preciso fazer alguma graduação específica

Como ser professor universitário?

O processo para fazer parte do corpo docente de uma universidade não é um só e pode ser diferente para cada instituição, especialmente quando falamos de públicas e particulares. Mas algumas etapas são fundamentais para atuar como professor, independente da instituição que você queira exercer a profissão.

Confira a seguir a resposta para as perguntas acima e saiba qual é o passo a passo para seguir carreira na área de educação universitária. 

Escolha sua graduação

A primeira informação que pode te surpreender é: não existe um curso certo ou específico para lecionar em universidades. Não é obrigatório cursar Pedagogia e nem escolher o tipo de graduação Licenciatura, por exemplo, para ser professor(a) de universidade, essas exigências são válidas apenas para o ensino Fundamental e Médio.

Você pode optar por ser Bacharel em qualquer curso que desejar, como por exemplo, Direito, Jornalismo, Engenharia, entre muitos outros, e seguir carreira no ensino Superior. O importante é se identificar com o curso escolhido, já que ele servirá de base para o seu trabalho durante os próximos anos.

Além disso, leituras, pesquisas e estudos fazem parte da rotina de um professor. Muitas pessoas já possuem esse hábito em suas rotinas, mas, caso você queira seguir essa carreira e não tenha costume de ler ou pesquisar muito, pode ser uma boa ideia começar antes mesmo de ingressar em algum curso superior e continuar estimulando essas práticas cada vez mais ao longo dos anos.

Faça iniciação científica ou monitoria

Realizar um projeto de pesquisa ou fazer monitoria são ótimas maneiras de vivenciar a carreira acadêmica para ter uma ideia de como ela funciona na prática. A ideia é que o estudante entre em contato com grupos e linhas de pesquisa, entenda os processos que fazem parte da vida acadêmica, como planejar, organizar e estruturar uma aula ou um projeto, habilidades muito importantes no dia a dia de um professor universitário.

Além disso, a iniciação científica e a monitoria ensinam aos estudantes técnicas e métodos científicos, estimulam o pensamento crítico e criativo, e são ótimas contribuições para o currículo.

Faça uma pós-graduação

Se você realmente quiser ser professor universitário, uma pós-graduação não é apenas algo que vai te abrir caminhos e te destacar entre os outros – ela é obrigatória. Podemos destacar dois tipos de pós-graduação:

  •     Lato sensu: especializações e MBAs
  •     Stricto sensu: mestrados e doutorados

Ambas são válidas para construir uma carreira de docente universitário, mas preste atenção às exigências da instituição que você deseja trabalhar. Algumas instituições contratam profissionais apenas com especializações lato sensu, mas a grande maioria exige que os professores que compõe o corpo docente tenham alguma formação stricto sensu. Um grande exemplo são as faculdades públicas, que em sua maioria só aceitam professores com mestrado e doutorado ou, quando contratam um profissional com lato sensu, são colocados como substitutos.

Isso porque essas formações trazem um aprofundamento maior de conceitos teóricos vistos na graduação. Esse conhecimento mais detalhado dá uma base sólida para o desenvolvimento de aulas e programas de ensino. 

Esteja sempre atualizado

Um porta voz do conhecimento deve estar sempre em dia não só com os acontecimentos do mundo e atualizações na sua área, mas também com novas formas de passar esse conhecimento aos seus estudantes.

Uma boa forma de se manter atualizado, é acompanhar periódicos com publicações científicas que trazem novidades sobre sua área de atuação. Outra opção é frequentar eventos para saber quais são as novidades, os nomes de destaque, os últimos acontecimentos e de que forma isso impacta o mundo atual.

Também é bom lembrar que a tecnologia deixou de ser uma coadjuvante no meio acadêmico e passou a ser uma grande aliada. Existem muitas maneiras de incluir a tecnologia na rotina de ensino, seja através de aulas on-line, utilização de aplicativos ou plataformas para realizar jogos que estimulem o pensamento (e de quebra fornecem dados sobre o nível de compreensão de cada aluno), e até mesmo a utilização de realidade virtual ou projeções como um grande atrativo.

Monte um currículo acadêmico

A Plataforma Lattes do CNPq é um grande banco de dados profissionais de professores e pesquisadores. Certifique-se de mantê-lo sempre atualizado com todas as informações, detalhes, e links para sua atuação em projetos, pesquisas, cursos, publicações de artigos, participações em eventos, entre outros.

Preste concursos

Se você quer saber como ser professor em faculdades públicas, a dica é essa: fique de olho na abertura de editais. A única maneira de entrar para o corpo docente de uma instituição federal ou estadual é através da aprovação em concurso público, que tem sua seleção composta por um plano de aula, provas objetivas e uma análise curricular detalhada. Por isso, se esse é seu objetivo, estude de maneira constante e confira sempre se há abertura de novos editais.

Agora que você está por dentro das principais etapas da jornada sobre como ser um professor universitário, pode começar a planejar seus próximos passos e identificar qual área gostaria de trabalhar. E não se esqueça: estude e leia bastante! Essa dica vai te ajudar durante sua graduação e ao longo da sua jornada profissional como professor universitário.

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque