Benchmarking é o termo que se usa para o processo de comparação de produtos, serviços e práticas empresariais. É um instrumento de gestão de empresas importante que ajuda a aprender novas técnicas de vendas e de posicionamento no mercado com outros empreendimentos.

Após o surgimento da internet, uma mudança notável aconteceu no mercado, fazendo com que o benchmarking se tornasse uma das estratégias mais importantes de uma empresa: a democratização do espaço publicitário. Basta pensar um pouco sobre a forma como a comunicação se estruturava antigamente. Antes, a publicidade e as relações públicas tinham espaços limitados para a divulgação de uma marca e dos produtos de uma empresa e se encontravam presas aos meios convencionais como televisão, jornais, rádios, outdoors, revistas, entre outros. Isso fazia com que a formulação do mercado fosse mais restrita, limitada a grupos de consumidores locais ou empresas com um bom capital para investir em marketing.

Entretanto, a internet se transformou em um meio democrático e acessível de comunicação, uma vitrine na qual qualquer um pode expor produtos, contar sua história e divulgar o seu trabalho, mudando completamente a forma como as empresas se encaixavam no mercado. Afinal, em um espaço democrático, a concorrência aumenta, os custos para fazer marketing diminuem e se torna cada vez mais difícil se destacar para o seu consumidor.

Em meio a esse ambiente de transformação foi que os times de marketing, agora mais importantes do que nunca para o sucesso de um negócio, começaram a adotar vários tipos de benchmarking como parte das suas estratégias de sucesso, a fim de superar a concorência e aumentar o processo de captação de leads.

Mas afinal, o que é benchmarking? Porque ele é tão importante assim? E o que faz do Curso Online Benchmarking um dos cursos online com certificado fundamentais para a formação dos profissionais de marketing na atualidade? O artigo de hoje irá explicar essas e muitas outras dúvidas, ajudando você a entender tudo sobre o assunto.

O que é Benchmarking?

Benchmarking é um termo de origem inglesa, que surgiu nos anos 70, cunhada pela empresa Xerox, que usava o termo benchmark como a nomeação de estratégia de comparar seus produtos e serviços às empresas de maior sucesso do mercado. O termo se popularizou bastante no Japão, fazendo com que o método fosse bastante utilizado durante a expansão automobilística japonesa no final do século XX, aumentando a qualidade dos produtos oferecidos, fazendo parte do processo de qualidade no fim dos anos 90.

A estratégia evoluiu ao longo dos anos e o benchmarking deixou de ser uma simples análise de mercado. Inclusive, existem diversas formas de como fazer benchmarking , fazendo com que não seja um manual ou uma técnica científica, mas um método utilizado para superar as dificuldades que ele está passando.

Em resumo, o benchmarking é o estudo das boas práticas utilizadas pelas empresas de maior sucesso do mercado, entendendo as estratégias que funcionaram e porque elas funcionaram, buscando entender como otimizar o seu próprio negócio.

É importante frisar que o benchmarking não é o ato de copiar a estratégia do concorrente ou de uma empresa cujo sucesso você admira. Ela é usada para rever os paradigmas que você e os membros de um time adotam em uma empresa, buscando entender de que forma é possível melhorar as suas estratégias e otimizar as formas como vocês aplicam o marketing ou o processo de vendas, por exemplo.

Durante o seu processo de formação, os profissionais de marketing, vendas ou do setor administrativo utilizam métodos de estudo para aprender coisas novas, como estudar através de cursos online com certificado, por exemplo. A análise de mercado  também é uma fonte de conhecimento, através do estudo de dados, que irão te ajudar a desvendar estratégias de sucesso.

Inclusive, se você está procurando formas de aprender melhor sobre como fazer benchmarking , aqui vai uma sugestão: O Curso Online Benchmarking com toda certeza irá agregar e muito para as estratégias utilizadas por um time de colaboradores.

Por que adotar o benchmarking como estratégia em uma empresa?

Embora o mercado definitivamente tenha se tornado bem mais competitivo, não é esse o motivo principal relacionado à grande quantidade de negócios que não vão para frente. Uma pesquisa feita em 2016, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com o SEBRAE, concluiu que um dos maiores problemas relacionados ao fim de um negócio não é a competitividade de mercado e sim a falta de planejamento estratégico e gestão de recursos da empresa.  

Um dos pontos fundamentais na hora de abrir um negócio e dar os seus primeiros passos em busca do mercado é entender como os seus concorrentes realizam suas estratégias e fazer uma boa análise de mercado . Afinal, eles estão ali há anos, tiveram muito tempo para tentar e experimentar e, para serem líderes de mercado, com toda certeza estão fazendo algo certo.  É claro que você tem ideias novas e precisa de um diferencial. Mas o benchmarking não só ajuda a entender se aquelas ideias funcionam ou já foram utilizadas, como também ter um panorama do que dá certo ou não.

Outro ponto fundamental em que o benchmarking é super importante é durante a revisão de estratégias e tomada de decisões. Mesmo com anos de mercado e com um time de profissionais super experiente, é fundamental estar sempre aberto a coisas novas. A verdade é que não há nada de errado em admitir que alguém faz algo melhor do que você. Inclusive, é muito provável que você seja um modelo de um nicho em um determinado ponto, como vendas, por exemplo, mas o seu concorrente possua o título de excelência em branding.

A relação entre o benchmarking e o marketing digital

A relação que o benchmarking tem com o mundo digital não se resume apenas em cursos online ou outras fontes de aprendizado sobre o assunto. Muito pelo contrário. O termo benchmarking se tornou cada vez mais popular nos últimos anos devido à grande utilidade que a análise de mercado oferecia para o nicho online.

As startups e empresas de tecnologia, por exemplo, que consistem no modelo de negócio voltado para o crescimento acelerado, utilizam como principais canais de aquisição os canais digitais, como SEO (Search Engineering Optimization - Engenharia de Otimização de Busca), e-mail marketing ou anúncios pagos. A realização de um estudo das estratégias de sucesso dos concorrentes ou grandes players do mercado é fundamental para estruturar um modelo de crescimento rápido e conseguir alguns atalhos.

Além disso, a forma como o consumidor se comporta no meio digital, as estratégias que as empresas adotam para conquistar mais leads ou a utilidade dos produtos e serviços oferecidos mudam numa velocidade muito maior do que no mercado de empresas físicas.

É muito mais fácil e barato, além de menos burocrático, criar um serviço digital, como uma empresa delivery de remédios online, do que abrir uma farmácia na esquina de casa. Porém, é necessário ficar sempre atento no comportamento do público, qual o canal de aquisição que melhor comunica a mensagem que quero passar com meus clientes, se existe outro produto no mercado que oferece um serviço mais satisfatório do que o meu, e por aí vai. Por isso, é fundamental estar sempre de olho no que o concorrente está fazendo, quais são as novidades do mercado e como otimizar de forma constante o produto, para não perder espaço.

É possível fazer benchmarking em uma estratégia outbound?

Essa dúvida é bastante comum entre os jovens profissionais do mercado, principalmente pela quantidade de estudos de caso de benchmarking voltados para o marketing digital disponíveis por aí. Mesmo que as técnicas mais comuns estejam mais próximas de estratégias de inbound marketing é sempre importante lembrar que o benchmarking começou com empresas que utilizavam o outbound como parte da captação de leads.

A análise de produto, por si só, não é novidade alguma e é algo que fazemos até mesmo inconsciente. Grandes empreendedores acabam fazendo o benchmarking e comparando o produto com o do concorrente intuitivamente. Porém, o segredo do sucesso é como fazer benchmarking de forma consciente, para que os resultados sejam mensurados e o esforço seja direcionado para um objetivo.

Expressões que você talvez não conheça:

  • O que é benchmark financeiro? O benchmarking financeiro é um tipo de benchmarking que normalmente envolve o uso de planilhas e bases de dados cd rom, como Lexis/Nexis para reunir, catalogar e analisar informações financeiras sobre empresas para comparar e avaliar os resultados.
  • O que é benchmarking ambiental? O Benchmarking ambiental é a prática do benchmarking voltada para avaliações de atividades empresariais que buscam uma otimização de suas práticas de gestão ambiental. Portanto, o foco está na busca de procedimentos de preservação da integridade dos meios biofísicos integrante da produção e da empresa, bem como dos grupos sociais que atuam nesses meios.

Além disso, é importante lembrar que o benchmarking não serve apenas para a área de marketing. Ela pode ser utilizada pelos outros setores de comunicação como publicidade ou relações públicas, pelo setor de vendas, equipe de programação, setor de produto, entre outros da empresa.

Existem vários tipos de benchmarking  e várias estratégias que uma empresa pode utilizar. O importante não é pensar na sua estratégia de captação principal, ou se o seu marketing é inbound ou outbound. É descobrir o que você deseja otimizar uma empresa, qual o seu objetivo, escolhendo os seus benchmarks e estruturando uma estratégia de pesquisa.

Agora, se o seu objetivo principal for otimizar estratégias específicas de marketing, existem vários cursos online com certificado disponíveis para você estudar e atingir os seus objetivos, por exemplo, o Curso Online Marketing e Comunicação.

Como definir os seus benchmarking

Definir quais serão as empresas que você irá estudar e acompanhar as boas práticas, é sem dúvidas uma das partes principais de como fazer benchmarking.

A definição de quais empresas farão parte do seu benchmarking vai ser guiada de acordo com os seus objetivos. Porém, é importante manter a mente aberta e não se fechar em apenas empresas que possuem uma competição direta, muito menos que estão relacionadas a um modelo de negócio. Todo e qualquer tipo de história de sucesso é importante ser estudada, pois ela pode lhe inspirar ou ser adaptada para a empresa.

Além disso, buscar influências de fora do mercado também pode ser uma grande vantagem para um negócio, principalmente se você trabalha no meio digital. As empresas estrangeiras frequentemente estão um passo à frente das nacionais. Mesmo que o comportamento do usuário seja diferente, devido a fatores culturais, há sempre um novo aprendizado quando se estuda as estratégias de quem já está há mais tempo trabalhando com um produto semelhante ao seu.

É importante sempre investir em outras formas e alternativas de estudo, como cursos online, por exemplo, para que a equipe esteja sempre por dentro das novidades do mercado de forma completa.

 ##lista_vantagens##

Relembrando conceitos importantes:

  • O que é benchmarking na administração? Benchmarking é uma ferramenta da administração de empresas para avaliar o seu desempenho e comparar com os melhores resultados atingidos por outras empresas, inclusive ser um concorrente.
  • O que é a prática de benchmarking? É o trabalho de avaliação do desempenho de uma empresa levando em conta os desempenhos de outras, que trabalham no mesmo segmento de mercado.
  • Qual o objetivo da aplicação do benchmarking em uma organização? O principal objetivo da aplicação do benchmarking é identificar as estratégias e ações que outras empresas utilizam de diferente e que geram bons resultados. Pode ser utilizado também como forma de encontrar pontos fracos nos concorrentes e aproveitar as qualidades do seu negócio como diferencial competitivo.
  • Como surgiu o benchmarking? A expressão "benchmarking" surgiu nos Estados Unidos, no qual a prática teria sido introduzida no meio empresarial pela Rank Xerox Corporation, que tornou-se referência e exemplo a ser seguido por outras empresas, como Ford Motor Company, Alcoa, Millken, AT&T, IBM, Johnson & Johnson, Kodak, Motorola e Texas Instrument.

Tipos de benchmarking

Na hora de pensar em uma boa estratégia, é importante ter em mente os 4 principais tipos de benchmarking:

  • Benchmarking Interno: como explicamos, o benchmarking não é exclusivo para técnicas de marketing. Eles são boas práticas importantes para o sucesso de um negócio. A primeira etapa na hora de pensar em formas de otimizar a empresa é investigando estratégias de sucesso dentro da sua própria equipe de colaboradores. Quais são os fatores de sucesso que fazem o meu time de vendas se destacar e que forma eu posso replicá-las e adaptá-las ao time de marketing, por exemplo?

  • Benchmarking Competitivo: analisar os seus competidores direto é fundamental, para descobrir quais os diferenciais que eles oferecem que superam os seus, a fim de compreender porque uma parte do mercado prefere contratar aquele serviço ou produto. É preciso fazer uma análise profunda, desde o produto que eles oferecem, até os métodos de organização da empresa, características de produção, entre outros, de forma que você tenha informações para otimizar as suas estratégias e oferecer um produto com qualidade cada vez mais superior.

  • Benchmarking Funcional: esse tipo de benchmarking talvez seja o mais interessante de todos. Ele está relacionado a todas as empresas que realizam práticas interessantes replicáveis para o negócio, independente se elas são do mesmo nicho que o seu. Se o seu negócio tem como produto final gerar leads para uma empresa de cosméticos, uma companhia que gera leads interessados em electrodomésticos pode ser um dos seus benchmarkings funcionais. Além de terem estratégias semelhantes, o processo de troca de informação se torna muito mais fácil, uma vez que vocês não competem mercado e podem se ajudar mutuamente.

  • Benchmarking Genérico: independente do modelo de negócio ou nicho de mercado, se existe uma corporação cujo qualquer método ou técnica são interessantes e podem ser adaptadas ao negócio, é mais do que importante investir em estudar aquele processo. O benchmarking genérico é um dos mais comuns, porém dos mais complexos, uma vez que boas histórias de sucesso não se encaixam em qualquer produto, exigindo uma reconstrução e adaptação da técnica para que ela funcione.

Dicas para fazer um benchmarking:

  • Como elaborar um relatório de benchmarking? Para desenvolver um relatório de benchmarking deve-se fazer uma análise interna do empreendimento, definir o que será avaliado, selecionar as empresas com melhores resultados, organizar o estudo/relatos para propor os pontos de melhoria e, por fim, criar um plano de ação para a implementação

E aí, gostou do nosso artigo? Achou que valeu a pena o aprendizado? Então não perca essa oportunidade e se inscreva em nosso portal. Por apenas R$ 69,90, você tem acesso a todos os cursos online do pacote Master, pelo período de um ano. São mais de 1.200 cursos, nas mais variadas áreas de aprendizado, incluindo cursos de comunicação e administração, para que você possa aprimorar cada vez mais seus conhecimentos em marketing. Comece a estudar hoje mesmo o Curso Online Benchmarking .