A incerteza quanto ao retorno das atividades presenciais no Brasil está levando os brasileiros a encontrarem meios criativos de se distraírem em casa e de se aprimorarem durante a pandemia.

Apesar de alguns setores da economia já haverem retornado às suas atividades, muitas universidades, colégios e outros serviços presenciais continuam sem previsão de reabertura, devido ao contato próximo das pessoas.

O brasileiro está acostumado a ocupar seu tempo com muitas atividades na rua e agora está precisando aprender a ocupar bem seu tempo dentro de casa neste período que não se sabe com certeza quando irá acabar. Então quais são as alternativas?

Cenários para 2020

Existem alguns cenários possíveis para 2020 que estão sendo avaliados por instituições governamentais e privadas. Há muita especulação e polêmica quanto qual seria a melhor decisão sobre a reabertura das empresas e o retorno da economia.

Contudo, no momento, existe a possibilidade de este ano letivo finalizar de forma online e só começarem as aulas presenciais no início de 2021.

Alternativas criativas

Para evitar que os momentos em casa resultem em tédio e depressão, é preciso ser criativo e, muitas vezes, sair da zona de conforto, que envolve diversão passiva, como é o caso do uso da televisão.

Para isso, reunimos diversas opções para inspirar e motivar novas atividades diárias.

Educação online

Uma tendência neste momento de educação presencial pausada é a grande procura de cursos à distância, em que a pessoa consegue aprender sem sair de casa e no seu ritmo.

Videochamadas

Outra atividade que está sendo muito utilizada é a videochamada não somente profissional, mas de lazer, em que as pessoas conseguem conversar com seus familiares e amigos de forma segura, promovendo a sensação de conexão e suprindo, nem que seja em parte, as necessidades sociais de relacionamento pessoal.

Hábito de leitura

Uma alternativa para a diversão por televisão é a leitura de livros, artigos ou notícias, sejam eles de caráter profissional, ou mesmo de lazer, com livros de ficção, por exemplo, instigando a criatividade e permitindo a mente viajar para mundos diferentes, mesmo não sendo possível fazê-lo fisicamente no momento.

Artes

As artes são variadas, mas sempre há alguma opções para cada gosto, desde desenhar, pintar ou criar algum objeto decorativo artesanal, até fotografar, escrever um texto ou um livro, tudo é válido para estimular a imaginação e ocupar o tempo de uma maneira ativa e criativa.

Se movimentar em casa

A fim de promover a saúde, melhorar os níveis de endorfina, aumentando a sensação de bem estar e bom humor, o exercício físico é fundamental neste período de isolamento. As alternativas são diversas, mesmo para quem não possui muito espaço em casa, desde dança, musculação por halteres, pilates no chão ou yoga.

Novos hobbies

Muitas pessoas estão aproveitando o tempo em casa para desenvolver um novo hobby ou mesmo se aprimorar em um hobby antigo. Para quem deseja se divertir aprendendo algo novo, seja tocar violão, dançar, pintar, cantar, meditar ou mesmo escrever, o que vale é desenvolver suas habilidades, utilizar sua criatividade e aproveitar o sentimento de orgulho e conquista, ao se aprimorar.

Relação com as crianças

Com aulas suspensas, de acordo com a Unesco, mais de 1,5 bilhões de crianças pelo mundo todo estão em casa e precisam aprender, se desenvolver, se exercitar. Os pais buscam alternativas para manter seus filhos saudáveis e ativos mesmo em casa.

Existem diversas opções para as crianças se desenvolverem em casa, tanto suas mentes, com educação online, livros e tarefas, como seus corpos, com yoga por vídeo, por exemplo, videogames de dança, aulas de dança online, aulas particulares de pilates sem aparelhos, pois as crianças necessitam liberar a energia, se movimentar diariamente e muitas famílias estão sofrendo com o confinamento em seus apartamentos ou casas, sem poder sair às ruas livremente como estavam acostumadas.

Alguns países do hemisfério norte já estão começando a volta às atividades e aulas para certos tipos de educação.

Contudo, é preciso levar em consideração que o começo da contaminação nestes países começou antes que no Brasil e lá já chegou verão, enquanto aqui o inverno está começando, o que acarreta normalmente em aumento de casos de viroses.

Não faltam opções para quem quer utilizar melhor seu tempo em casa, aprender algo novo e viver bem mesmo com as limitações atuais.

É só querer aprender que, mesmo em casa, o aprimoramento pessoal e profissional está ao alcance de todos.