Programa Saúde da Família: valorização da saúde onde mais se necessita - Blog do Educamundo

 BLOG

Cursos online e o mundo

Você em constante revolução

cursos online para a área da saúde
 Anny Lima  24/10/2016

Programa Saúde da Família: valorização da saúde onde mais se necessita

No artigo a seguir, vamos trazer informações relevantes para que você conheça melhor o que é e quais são os objetivos do programa. Também iremos falar sobre quem são os profissionais que integram a equipe de saúde da família. Se você for um profissional da área e estiver a procura de capacitação ou aperfeiçoamento, o Educamundo oferece diversos cursos online da área de saúde e também em várias outras áreas.

Na Constituição Federal, estão estipuladas normas e diretrizes para criação e manutenção de um sistema unificado e integrado de saúde, com funções específicas dos Estados e Municípios, garantindo a saúde como um “direito de todos e dever do Estado”. Sendo assim, com o intuito de atingir diretamente a população e oferecer assistência médica de qualidade, o governo criou o Programa Saúde da Família.

Conheça o programa

O Programa Saúde da Família foi implantado no país em 1994, no Governo Itamar Franco e é popularmente conhecido como Estratégia de Saúde da Família. O Ministério da Saúde propôs uma reorganização da atenção à saúde e produziu o projeto. Cabe à instância federal elaborar as diretrizes, financiar as ações, organizar e gerir a formação dos profissionais, por exemplo. Cabe também a instância federal acompanhar a implantação do programa, bem como auxiliar na execução do projeto. Já o município é responsável por definir, implementar e manter o programa, além de avaliar o desempenho de cada equipe.

A finalidade do programa é garantir que as pessoas tenham acesso aos serviços básicos através da promoção da saúde. O serviço atua diretamente em cada município e a equipe oferece auxílio médico visitando cada casa da cidade. Segundo as diretrizes da estratégia, os objetivos são:

  • Prestar na unidade de saúde e no domicílio, assistência integral, contínua, com resolubilidade e boa qualidade às necessidades de saúde da população adstrita;
  • Intervir sobre os fatores de risco aos quais a população está exposta;
  • Eleger a família e o seu espaço social como núcleo básico de abordagem no atendimento à saúde;
  • Humanizar as práticas de saúde através do estabelecimento de um vínculo entre os profissionais de saúde e a população;
  • Proporcionar o estabelecimento de parcerias através do desenvolvimento de ações intersetoriais;
  • Contribuir para a democratização do conhecimento do processo saúde/doença, da organização dos serviços e da produção social da saúde;
  • Fazer com que a saúde seja reconhecida como um direito de cidadania e, portanto, expressão da qualidade de vida;
  • Estimular a organização da comunidade para o efetivo exercício social.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

A Equipe de Saúde da Família

Para que a assistência funcione de maneira eficiente e alcance os resultados esperados, a equipe deve ser composta, no mínimo, por um médico, especialista e com experiência de clínica geral, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e de quatro a seis agentes comunitários de saúde.

Agente Comunitários

Os agentes comunitários de saúde possuem papel fundamental na equipe. Eles são moradores do bairro ou da região que, além de ter conhecimento geográfico, relacionam-se diretamente com a população e conhecem as necessidades específicas do lugar. O agente reúne informações sobre a situação da saúde das famílias indo de casa em casa e conversando com os vizinhos. Além de verem de perto a situação de cada família, ele orienta sobre hábitos mais saudáveis, doenças que estão comuns na região e auxilia aqueles que já tem alguma doença.

Para se tornar um agente, é preciso passar por um processo de seleção e realizar um treinamento de, geralmente, 2 meses. No treinamento, são passadas noções básicas sobre a teoria e prática de medicina e enfermagem. Todo o curso é realizado com orientação e supervisão de médicos e enfermeiros formados e capacitados. É preciso dedicação exclusiva ao trabalho e a jornada é de 8 horas por dia.

Auxiliar de enfermagem

Cabe, sob a supervisão do enfermeiro, realizar procedimentos regulamentados no exercício de sua profissão tanto na Unidade de Saúde quanto em domicílio e outros espaços da comunidade, como dar palestras em escolas sobre saúde. O auxiliar de enfermagem é responsável por administrar medicamentos, aplicar vacinas, fazer curativos, esterilizar os materiais e realziar a higiene dos pacientes.

Enfermeiro

Atende a saúde dos indivíduos e famílias cadastradas, realizando consulta de enfermagem, procedimentos, atividades em grupo e, conforme protocolos, solicitar exames complementares, prescrever medicações e gerenciar insumos e encaminhar usuários a outros serviços. Cabem a ele também as atividades de educação permanente da equipe de enfermagem, bem como o gerenciamento e a avaliação das atividades da equipe, de maneira particular do agente comunitário de saúde (ACS), que ocupa papel fundamental para a manutenção do vínculo entre os usuários e a Unidade de Saúde.

Médico

Os médicos atuam oferecendo atendimento mais especializado aos que não conseguem ir até uma unidade médica, de forma integrada com o Sistema Único de Saúde (SUS).  É um profissional que se ocupa da saúde humana, promovendo saúde, prevenindo, diagnosticando e tratando doenças, com competência e resolutividade, responsabilizando-se pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário. Para que possa atender à demanda dos indivíduos sob sua responsabilidade, deve realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea, de forma compartilhada, consultas clínicas e pequenos procedimentos cirúrgicos, quando indicado na Unidade de Saúde, no domicílio ou em espaços comunitários, responsabilizando-se pela internação hospitalar ou domiciliar e pelo acompanhamento do usuário. Além disso, o médico deve, em um trabalho em conjunto com o enfermeiro, realizar e fazer parte das atividades de educação permanente dos membros da equipe e participar do gerenciamento dos insumos.

O que os profissionais devem priorizar no atendimento?

É estipulado, na Norma Operacional Básica da Assistência à Saúde, do Ministério da Saúde, que, as crianças devem ter atendimento prioritário. Os profissionais devem acompanhar o crescimento e o desenvolvimento das mesmas, combater as carências nutricionais, realizar e verificar os processos de vacinação, auxiliar e oferecer assistência às doenças prevalentes na infância e prevenir as patologias bucais na infância. Além das crianças, a saúde da mulher e o controle de doenças como hipertensão, diabetes, tuberculose e hanseníase.

É importante ressaltar que os médicos, a equipe de enfermagem e os agentes comunitários devem reportar às instâncias públicas os indícios de epidemias e surtos nas localidades.

Vantagens e desafios

Uma das principais vantagem da estratégia é promover a saúde de forma acessível, diminuindo as filas nas unidades de saúde e identificando doenças e prováveis epidemias em determinadas localidades. No entanto, o trabalho em equipe, uma vez que a maior parte dos profissionais de saúde não tem formação básica que valorize esse tipo de atividade. Esse trabalho deve ser realizado em espaços coletivos e com contratos bem definidos de funcionamento, com garantia de sigilo, tendo em vista que, nesses encontros, todos os assuntos devem ser tratados, e as críticas devem ser feitas e recebidas de forma adequada, num aprendizado contínuo de gerenciamento de conflitos de forma positiva.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Educamundo você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos os mais de 650 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Valorização Profissional

A formação dos trabalhadores é essencial para o processo de qualificação da força de trabalho no sentido de contribuir decisivamente para a efetivação da política nacional de saúde. Essa concepção da formação busca caracterizar a necessidade de elevação da escolaridade e dos perfis de desempenho profissional para possibilitar o aumento da autonomia intelectual dos trabalhadores, domínio do conhecimento técnico-científico, capacidade de gerenciar tempo e espaço de trabalho, de exercitar a criatividade, de interagir com os usuários dos serviços, de ter consciência da qualidade e das implicações éticas de seu trabalho.

Se você gostou do artigo e tem interesse em saber, de forma mais completa, faça o Curso Online Programa Saúde da Família. Se trabalha na área ou se interessou pelo assunto, comente abaixo e compartilhe conosco sua opinião

Colunista

Anny Lima

 

Marketing

 Aguarde...

© www.educamundo.com.br - Todos os direitos reservados

PROMOÇÃO TERMINA EM . INSCREVA-SE AGORA MESMO E GANHE 100 PONTOS. INSCREVA-SE

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r